fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

PRODUÇÃO DE FARINHA MISTA (BATATA-DOCE, ARROZ, MILHO E LINHAÇA) COM E SEM EXTRUSÃO PARA OBTENÇÃO DE UM BOLO ISENTO DE GLÚTEN

SILVA, F. A.; ALMEIDA, D. M.; BRANQUINHO, T. R.; VERA, R.;

Artigo:

Objetivou-se neste trabalho desenvolver uma farinha mista com e sem o efeito da extrusão, e aplicação de ambas na obtenção de um bolo isento de glúten. A extrusão foi realizada com três zonas de temperaturas (50, 80 e 110°C), camisa lisa, parafuso de 3 entradas e com a farinha a 15% de umidade. A farinha mista apresenta as proporções de 50% de batata-doce, 22,5% de farinha de arroz, 22,5% de farinha de milho e 5% de farinha de linhaça. Houve diferença significativa entre as duas farinhas para o teor de umidade, proteína, lipídeos e carboidratos. O processo de extrusão aumentou o índice de absorção de água (IAA), e diminuiu a capacidade de absorção de óleo (CAO) e a Aw, os parâmetros de cor também foram afetados pelas condições do processo, tornando as farinhas mais escuras (diminuição de L* e aumento de a* e b*). No bolo, houve diferença significativa entre os teores de umidade, lipídeos e carboidratos. Sensorialmente, o bolo utilizando a farinha sem extrusar apresentou maior aceitação.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0273-26240-150173

Referências bibliográficas
  • [1] ALVIM, I. D.; SGARBIERI, V. C; CHANG, Y. K. Desenvolvimento de farinhas mistas extrusadas à base de farinha de milho, derivados de levedura e caseína. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, v.22, n.2, p.170-176, 2002.
  • [2] ANDERSON, R. A.; CONWAY, H.F.; PFEIFER, V.F.; GRIF-FN, L. Jr. Gelatinization of corn grift by roll and extrusion cook. C. Sci. Today, St. Paul, v. 14, n. 1, p. 4-11, 1969.
  • [3] BORBA. A. M.; SARMENTO, S. B. S.; LEONEL, M. Efeito dos parâmetros de extrusão sobre as propriedades funcionais de extrusados da farinha de batata-doce. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, v. 25, n. 4, p. 835-843, 2005.
  • [4] BRASIL, Agência Nacional de Vigilância Santiária. Resolução CNNPA nº 12, de 24de julho de 1978 – Aprova o regulamento para padrão de identidade e qualidade para os alimentos (e bebidas). Brasília, DF. ANVISA, 1978. Disponível em: Andlt;http://www.anvisa.gov.br/legis/resol/12_78.pdfAndgt;. Acesso em 22 de Nov. de 2013.
  • [5] CASTILHO, F.; FONTANARI, G. G.; BATISTUTI, J. P. Avaliação de algumas propriedades funcionais das farinhas de tremoço doce (Lupinus albus) e feijão guandu (Cajanus Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 7cajan (L) Millsp) e sua utilização na produção de fiambre. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, v. 30, n. 1, p. 68-75, 2010.
  • [6] CLERICI; M. T. P. S.; AIROLDI, C.; EL-DASH, A. A. Production of acidic extruded rice flour and its influence on the qualities of gluten-free bread. Food Sci. Technol. London, v. 42, n. 2, p. 618-623, 2009.
  • [7] CLERICI, M. T. P. S.; EL-DASH, A. A. Características tecnológicas de farinhas de arroz pré gelatinizadas obtidas por extrusão termoplástica. Ciênc. Agrotec., Lavras, v. 32, n. 5, p. 1543-1550, 2008.
  • [8] DING, Q.; AINSORTH, P.; TUCKER, G.; MARSON, H. The effect of extrusion conditions on the functional and physical properties of wheat-based expanded snacks. J. Food Eng., London, v. 73, p. 142–148, 2006.
  • [9] INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Normas Analíticas do Instituto Adolfo Lutz. v. 1: Métodos químicos e físicos para análise de alimentos. 3. ed. São Paulo: IMESP, 1985. p.85-130.
  • [10] MOURA, C. M. A. Qualidade de farinhas pré-gelatinizadas e macarrões formulados com arroz (Oryza sativa L.) e linhaça (Linum usitatissimun L.). Universidade federal de Goiás, Escola de Agronomia, Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos, Goiânia 2011.
  • [11] OLIVEIRA, T. M. D; PIROZI, M. R.; BORGES, J. T. D S. Elaboração de pão de sal utilizando farinha mista de trigo e linhaça. Alim. Nutr., Araraquara, v. 18, n.2, p. 141-150, 2007.
  • [12] ORMENESE, R. D. C. S. C.; GOMES, C. R.; YOTSUYANAGI, K.; FARIA, E. V. D. Massas alimentícias não-convencionais à base de arroz - perfil sensorial e aceitação pelo consumidor. Brazilian Journal of Food Technology, Campinas, v. 4, p. 67-74, 2001.
  • [13] ORMENESE, R. D. C. S. C.; GOMES, C. R.; YOTSUYANAGI, K.; FARIA, E. V. D. Massas alimentícias não-convencionais à base de arroz - perfil sensorial e aceitação pelo consumidor. Braz. J. Food Technol, Campinas, v. 4, p. 67-74, 2001.
  • [14] PREICHARDT, L. D. Aplicação de xantana comercial e xantana sintetizada por Xanthomonas arboricola pv pruni em bolos sem glúten. Universidade Federal de Pelotas. Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Agroindustrial. Pelotas, 2009.
  • [15] RODRIGUES-AMAYA, D. B.; KIMURA, M.; GODOY, H. T.; AMAYA-FARFAN, J. Updated Brazilian database on food carotenoids: factors affecting carotenoid composition. J. Food C. Anal., San Diego, v. 21, n. 6, p. 445-463, 2008.
  • [16] SILVA, R.G.V. Caracterização físico-química de farinha de batata-doce para produtos de panificação. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Itapetinga-BA, BRASIL 2010.
  • [17] TEIXEIRA, E.; MEINERT, E. M. BARBETTA, P. A Métodos sensoriais. In: Análise sensorial de alimentos. Florianópolis, Editora da UFSC, 1987. p. 66-119 ZHENG, H.; YANG, X.; TANG, C.; LI, L.; AHMAD, I. Preparation of soluble soybean protein aggregates (SSPA) from insoluble soybean protein concentrates (SPC) and its functional properties. Food Res. Int., Barking, v. 41, p.154-164, 2008.
Como citar:

SILVA, F. A.; ALMEIDA, D. M.; BRANQUINHO, T. R.; VERA, R.; "PRODUÇÃO DE FARINHA MISTA (BATATA-DOCE, ARROZ, MILHO E LINHAÇA) COM E SEM EXTRUSÃO PARA OBTENÇÃO DE UM BOLO ISENTO DE GLÚTEN", p. 3318-3325 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0273-26240-150173

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações