fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ELABORAÇÃO DE FARINHA DE UVA UTILIZANDO BAGAÇO DA INDÚSTRIA VITIVINÍCOLA: EFEITO SOB OS COMPOSTOS FENÓLICOS

JACQUES, A. C.; OLIVEIRA, F. M.; HERNANDES, J. V.; SILVA, E. F.;

Artigo:

Devido a grande produção de vinho e derivados, também torna-se volumosa a geração de resíduos, sendo o bagaço de uva o principal subproduto, representando cerca de 20% do peso original das uvas. Este resíduo possui grande quantidade de compostos fenólicos com ação antioxidante, podendo ser aproveitado para elaboração de alguns subprodutos de alto valor agregado. Em face do exposto, o objetivo deste trabalho foi o de elaborar farinha a partir do bagaço resultante da indústria vitivinícola e avaliar os compostos fenólicos do bagaço e da farinha. Para a elaboração da farinha, foi utilizada uma estufa a 70°C por 2h e para a determinação dos compostos fenólicos, foi utilizado o reagente Folin-Ciocalteau. Os resultados demonstraram expressivo teor de compostos fenólicos na farinha (439 mg.100g-1), podendo a mesma ser utilizada para elaboração de diversos produtos com maior valor agregado, diminuindo assim a geração de resíduos e como consequência o impacto

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1092-21059-163106

Referências bibliográficas
Como citar:

JACQUES, A. C.; OLIVEIRA, F. M.; HERNANDES, J. V.; SILVA, E. F.; "ELABORAÇÃO DE FARINHA DE UVA UTILIZANDO BAGAÇO DA INDÚSTRIA VITIVINÍCOLA: EFEITO SOB OS COMPOSTOS FENÓLICOS", p. 4283-4287 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1092-21059-163106

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações