setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

Efeito de compostos endógenos de Calêndula officinalis (calêndula) na Capacidade Antioxidante e Estabilidade Oxidativa do Óleo de Soja (Glycine max).

CARVALHO, M. C. S; SOUZA, T. R; FREITAS, S. P;

Pôster:

Estudos científicos comprovam que muitos corantes artificiais utilizadosnas indústrias de alimentos, bebidas e cosméticos são prejudiciais à saúde humana.Uma alternativa para formulação de alimentos mais saudáveis é o uso de corantesnaturais, amplamente distribuídos nas espécies vegetais. Recentemente, os pigmentosderivados de flores comestíveis vem sendo avaliados para o mesmo fim pela variedadede cores que podem ser encontradas na natureza, ampliando as possibilidades deeliminação dos corantes sintéticos. A flor da Calendula officinalis, planta medicinaltradicionalmente usada na formulação de diversos produtos fitoterápicos, contém umafração lipídica rica em carotenoides, destacando-se dentre eles, o β-caroteno. Combase nas propriedades anti-inflamatórias e antissépticas dos extratos de calêndula, járegistradas em pesquisas com células vivas, este trabalho pretende associar os efeitospositivos dos pigmentos naturais para aumentar a capacidade antioxidante delipídeos, além de contribuir para a ingestão de carotenoides na dieta humana. Emparticular, esta pesquisa visou à valorização do óleo de soja, um dos mais consumidosno Brasil e no mundo, usando antioxidantes naturais obtidos a partir das flores deCalêndula secas em temperatura ambiente (25 ºC). O óleo de soja prensado a frio eisento de antioxidantes sintéticos foi mantido em contato direto com as flores por umperíodo de 60 dias. Os vasos incubadores foram conservados protegidos da luz. Asamostras foram submetidas, em intervalos de 15 dias, às análises de atividadeantioxidante e período de indução (Rancimat). A partir dos dados experimentais, foipossível definir os parâmetros que favoreceram as propriedades funcionais e aestabilidade do óleo de soja. Após 45 dias, o óleo de soja, contendo compostoslipossolúveis, naturalmente presentes na flor de calêndula, apresentou capacidadeantioxidante e estabilidade oxidativa superior ao óleo original. 

Pôster:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0205

Referências bibliográficas
  • [1] CORRÊA Jr. C, MING, LC, SCHEFFER, MC. Cultivo de plantas medicinais, condimentares e aromáticas, 2 ed. Jaboticabal: FUNEP, 1994. 162p. DELLA-LOGGIA et al., The Role of Triterpenoids in the Topical Anti-inflammatory Activity of Calendula officinalis Flowers. Planta Medica, v.60, p.516-20, 1994. FRANCO, LL. As sensacionais plantas medicinais, campeãs do poder curativo. Curitiba: Santa Mônica, 1996. 241 p. KEMPER EL, Journal Article |Research Support, Non-U.S. Gov't, 1999. PAIVA, S, RUSSEL, RM. β-carotene and other carotenoids as antioxidants. J. Am. Coll. Nutr., v. 18, p. 426-433, 1999. RUFINO, MSM et al., Metodologia Científica: Determinação da Atividade Antioxidante Total em Frutas pela Captura do Radical Livre DPPH. Comunicado Técnico online. Comunicado Técnico 127. EMBRAPA Agroindústria Tropical. ISSN 1679-6535. Fortaleza, 2007. SILVA-JAMES, NK, NOGUEIRA, RI, FREITAS, SP. Microencapsulation of bioactive compounds from pomegranate (Punica granatum L.) juice using spray drying. In: 5th European Drying Conference, Eurodrying 2015. TESKE, M, TRENTINI, AMM. Calêndula. In: Compêndio de fitoterapia. São Paulo: Herbarium, 1995. p.66-68.
Como citar:

CARVALHO, M. C. S; SOUZA, T. R; FREITAS, S. P; "Efeito de compostos endógenos de Calêndula officinalis (calêndula) na Capacidade Antioxidante e Estabilidade Oxidativa do Óleo de Soja (Glycine max).", p. 745-748 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0205

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações