fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

PRODUÇÃO VIA ENZIMÁTICA DE BIODIESEL A PARTIR DE ÓLEO DE SOJA

SILVEIRA, C.; KOEPPE, A. R. S.; SEGUENKA, B.; SALLA, A. C. V.; NICOLETTI, G.; MARTINS, W. F.; MELO, F. N.; BERTOLIN, T. E.;

Artigo:

O biodiesel derivado de óleos vegetais ou gordura animal é uma alternativa que pode substituir parcialmente ou totalmente o óleo diesel de origem fóssil. A produção de biodiesel via enzimática trás benefícios, tais como: emprego de condições brandas de reação, a facilidade de retirada da glicerina livre, emprego de menor energia de ativação para a hidrólise do triacilglicerol e emprego do etanol na esterificação. O processo de produção de biodiesel via rota enzimática mostra-se vantajoso pela inexistência de rejeito aquoso alcalino ou ácido, por produzir uma menor quantidade de contaminantes e ter bons rendimentos. Objetivou-se realizar a esterificação enzimática do óleo de soja com as enzimas comercias (Lipozyme TL IM e Lipozyme RM IM), para a formação etilesteres de ácidos graxos. Para avaliação do produto obtido pela catálise enzimática, foram empregadas as metodologias de cromatografia de camada delgada, índice de acidez, densidade e índice de iodo. Os resultados apresentaram-se inferior a densidade do óleo de soja (972,09 kg. m-3) o que indica que ocorreu esterificação. O índice de retenção das amostras de biodiesel enzimático foi igual ao índice de retenção da amostra controle (0,83) e diferente do óleo de soja (0,70). As enzimas analisadas podem ser empregadas para catalisar a reação de esterificação de óleo de soja.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0125-26921-180890

Referências bibliográficas
  • [1] AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO - ANP. Resolução n 42 de 24 de novembro de 2004. Disponível em: Andlt;http://www.anp.org.brAndgt;. Acesso em 16 de janeiro de 2010.
  • [2] AMARAL, B.A.; CASTRO, V.D.; CARVALHO, J.R.M.; GERIS, R.; SANTOS, J.R.M. Biodiesel de soja-reação de transesterificação para aulas práticas de química orgânica. Química nova, v. 30, n. 5, p. 1369-1373, 2007.
  • [3] BRASIL. Lei nº 11.097, de 13 de janeiro de 2005. Dispõe sobre a introdução do biodiesel na matriz energética brasileira, bem como altera as Leis 9.478 de 06.08.1997, 9.847 de 26.10.1999, 10.636 de 30.12.2002 e dá outras providências. Diário Oficial da União. v. 142, n. 10, p. 8, Seção: 1 de 14/01/2005.
  • [4] CASTRO, N.F.; VIEIRA, F.C.V.; SILVA, G.S. Transformação enzimática do óleo de palma visando a obtenção de biodiesel. Anais do IV Congresso Brasileiro de engenharia Química em iniciação Científica, Feq Unicamp, 2005.
  • [5] COLEN, G. Isolamento e seleção de fungos filamentosos produtores de lípases. Monografia de pós-graduação em ciências de alimentos, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.
  • [6] DANTAS, H.J. Estudo Termoanalítico, Cinético e Reológico de Biodiesel Derivado do Óleo de Algodão (Gossypium hisutum). Dissertação de mestrado em química, Universidade Federal da Paraíba, 200
  • [7] FERRARI, R.A.; OLIVEIRA, V.S.; SCABIO, A., Biodiesel de soja –Taxa de conversão em ésteres etílicos, caracterização físico-química em gerador de energia. Química Nova, v. 28, n. 1, p. 19-23, 2005.
  • [8] Área temática: Engenharia de Reações Químicas e Catálise 5KRAUSE, R.C. Desenvolvimento do Processo de produção de Biodiesel de Origem Animal. Tese de doutorado em química, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 200
Como citar:

SILVEIRA, C.; KOEPPE, A. R. S.; SEGUENKA, B.; SALLA, A. C. V.; NICOLETTI, G.; MARTINS, W. F.; MELO, F. N.; BERTOLIN, T. E.; "PRODUÇÃO VIA ENZIMÁTICA DE BIODIESEL A PARTIR DE ÓLEO DE SOJA", p. 9791-9796 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0125-26921-180890

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações