fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DO CONTROLE DA CONTAMINAÇÃO NA FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA COM SACCHAROMYCES CEREVISIAE FLOCULANTES UTILIZANDO ANTIBIÓTICOS NATURAIS E COMERCIAIS

SANTOS, L. D.; GUIDINI, C. Z.; SOUSA, M. D. B.; CARDOSO, V. L.; RIBEIRO, E. J.;

Artigo:

A produção de bioetanol é uma alternativa interessante para a substituição dos combustíveis à base de petróleo. Com intuito de diminuir os custos desta produção, estudos são impulsionados na direção de encontrar leveduras e processos alternativos que alcancem altos rendimentos e produtividades para a fermentação alcoólica. O uso de leveduras floculantes se mostra interessante por facilitar a separação e, consequentemente, a reutilização de células pelo processo de decantação. Uma das preocupações na fermentação alcoólica é o tratamento das contaminações, assim o presente trabalho estuda o efeito de antibióticos natural em comparação ao antibiótico comercial Kamoran em fermentações com leveduras floculantes. Foram realizadas fermentações em bateladas com concentração de 160 g/L de sacarose a temperatura controlada em 32°C sem contaminação e controlando as contaminações com 1, 3 e 6 ppm de Kamoran e 5, 20, 35 e 45 ppm de Beta Bio. O rendimento das fermentações contaminadas com bactérias diminuiu de 92% para 60%. Os processos utilizando Kamoran obtiveram resultados satisfatórios, sendo que nas concentrações de 3 e 6 ppm foi obtido rendimentos de 83 e 89,5%, respectivamente. Nas fermentações utilizando o antibiótico natural Beta Bio a melhor resposta foi na concentração de 35 ppm, atingindo um rendimento de 86,6%.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1392-19511-150335

Referências bibliográficas
  • [1] ANDRIETTA, S. R.; STECKELBERG, C.; ANDRIETTA, M. G. S. Study of flocculent yeast performance in tower reactors for bioethanol production in a continuous fermentation process with no cell recycling. Bioresource Technology, v. 99, p. 3002-3008, 2008.
  • [2] COSTA, R. C., SODRÉ, J. R. Compression ratio effects on an ethanol/gasoline fuelled engine performance. Applied Thermal Engineering v.31, p. 278 e 283, 2011.
  • [3] GE. X.M., ZANGH L., BAI F.W.. Impacts of yeast floc size distributions on their observed rates for substrate uptake and product formation. Enzyme and Microbial Technology, v. 39, p. 289-295, 2006.
  • [4] LAUTENSCHLAGER, M.F.M. Potencial e perspectivas da energia solar no estado de São Paulo. Secretária de energia de São Paulo., 2013 LEITE, I.R.;FARIA, J.R.; MARQUEZ, L.D.S.; REIS, M.H.M; RESENDE, M.M.; RIBEIRO, E.J.; CARDOSO, V.L.. Evaluation of hop extract as a natural antibacterial agent in contaminated fuel ethanol fermentations. Fuel Processing Technology. v. 106, p. 611-618, 2012.
  • [5] PACHECO, T. F. Fermentação alcoólica com leveduras de características floculantes em reator tipo torre com escoamento ascendente. 94 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) – Faculdade de Engenharia Química, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
  • [6] ROSA, G.R.. O sucesso do flex-fuel. Anuário Brasileiro da Cana de Açúcar . p. 39-40, 2005.
  • [7] XU, T. J.; ZHAO, X. Q.; BAI, F. W. , Continuous ethanol production using self-flocculating yeast in a cascade of fermentors. Enzyme and Microbial Technology, v. 37, p. 634 –640, 2005.
Como citar:

SANTOS, L. D.; GUIDINI, C. Z.; SOUSA, M. D. B.; CARDOSO, V. L.; RIBEIRO, E. J.; "ESTUDO DO CONTROLE DA CONTAMINAÇÃO NA FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA COM SACCHAROMYCES CEREVISIAE FLOCULANTES UTILIZANDO ANTIBIÓTICOS NATURAIS E COMERCIAIS", p. 2017-2024 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1392-19511-150335

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações