fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DA CINÉTICA DE SECAGEM DO GENGIBRE (Zingiber officinale Roscoe)

ZANETTE, J. C.; JUCHEN, P. T.; VEIT, M. T.; GONÇALVES, G. C.; FAGUNDES-KLEN, M. R.;

Artigo:

O trabalho tem como objetivo investigar a influência da temperatura na cinética de secagem da pasta de gengibre. A pasta de gengibre foi seca em estufa com circulação forçada de ar nas temperaturas de 45, 55 e 65 ºC e as curvas de secagem foram obtidas pela pesagem da bandeja com gengibre até atingir peso constante. Os experimentos foram realizados em quadruplicata. Os dados experimentais das curvas de secagem foram ajustados aos modelos matemáticos disponíveis na literatura. Os resultados mostraram que: a) o tempo de secagem diminui com o aumento da temperatura; b) entre as temperaturas estudadas, a de 55 oC foi aquela que apresentou um melhor resultado quanto a coloração do gengibre seco; c) a curva da taxa de secagem apresentou um período de taxa constante e um período de taxa decrescente; d) o melhor ajuste dos dados cinéticos experimentais foi obtido com o modelo de Page em todas as temperaturas avaliadas.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0879-22883-140504

Referências bibliográficas
  • [1] CONTI, F. Qui Quadrado. Laboratório de Informática - ICB – UFPA, 2009. Notas de Aula. CRANK, J.The mathematics of diffusion. 2. ed. Oxford: Claredon Press, 1975.
  • [2] Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 7ELPO, E. R. S.; NEGRELLE, R. R. B. Zingiber officinale Roscoe: Aspectos botânicos e ecológicos. Visão Acadêmica, Curitiba, v. 5, n. 1, p. 27-32, Jan.- Ju, 2004.
  • [3] GEANKOPLIS, C. J. Transport Processes and Unit Operations. ed. Boston: Prentice Hall, p. 754-794, 199
  • [4] GOUVEIA, J. P; ALMEIDA, F. A. C; MURR, F. E. X. Estudo da difusividade e do encolhimento do gengibre (Zingiber officinalle, Roscoe) durante a secagem. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, v. 1, n. 1, p. 51-58, 1999.
  • [5] JÚNIOR, P. C. A; CORRÊA, P. A. Comparação de modelos matemáticos para descrição da cinética de secagem em camada fina de sementes de feijão. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 3, n. 3, p. 349-353, 1999.
  • [6] MADAMBA,P. S.; DRISCOLL, R. H.; BUCKLE, K. A. Thin layer drying characteristics of garlic slices. Journal of Food Engineering, v. 29, n. 1, p. 75-97, 199
  • [7] MENDES, M. O. Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas – Resposta Técnica: O cultivo de gengibre – 2005. Site visitado em 03/09/2013. Disponível em: http://www.sbrt.ibict.br. NEGRELLE, R. R.B.; ELPO, E. R.S.; RUCKER, N. G.A. Análise prospectiva do agronegócio gengibre no estado do Paraná. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 23, n. 4, Dezembro, 2005.
  • [8] O’CALLAGHAN, J. R.; MENZIES, D. J.; BAILEY, P. H. Digital simulation of agricultural drier performance. Journal of Agricultural Engineering Research, v. 16, n 3, p. 223-244. 1971.
  • [9] PAGE, G. E. Factors influencing the maximum of air drying shelled corn in thin layer. Dissertação (Mestrado), Purdue University, Indiana. 194
  • [10] PARK, K. J. B.; ANTONIO, G. C.; OLIVEIRA, R. A. Conceitos de processo e equipamentos de secagem. Apostila. Campinas-SP, Março de 2007.
  • [11] PRATO, T. S. Influência da secagem sobre compostos medicinais e de pungência do gengibre. Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas. Dissertação de Mestrado. São José do Rio Preto, 2010.
  • [12] RESENDE, O.; ARCANJO, R. V.; SIQUEIRA, V. C.; RODRIGUES, S. Modelagem matemática para a secagem de clones de café (Coffea canephora Pierre) em terreiro de concreto Pierre em terreiro de concreto. Acta Scientiarum. Agronomy, Maringá, v. 31, n. 2, p. 189-196, 2009.
Como citar:

ZANETTE, J. C.; JUCHEN, P. T.; VEIT, M. T.; GONÇALVES, G. C.; FAGUNDES-KLEN, M. R.; "ESTUDO DA CINÉTICA DE SECAGEM DO GENGIBRE (Zingiber officinale Roscoe)", p. 4027-4034 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0879-22883-140504

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações