fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

DETERMINAÇÃO DE ISOFLAVONAS NO HIDROLISADO ENZIMÁTICO DE FARELO DE SOJA

CAVALCANTI, A. D. D.; BUENO, M. R.; MELO, J. R.; MANTOVANI, D.; ZANIN, G. M.;

Artigo:

As isoflavonas, flavonoides naturalmente presentes nos grãos tem sido alvo de muitas pesquisas devido à sua atividade antioxidante, atuando nos radicais livres e, desta forma, diminuindo processos oxidativos nos organismos. O farelo de soja é um subproduto da indústria extratora de óleo de soja que possui alto teor proteico. Realizou-se a hidrólise enzimática do farelo de soja, no intuito de se obter um hidrolisado que pudesse ser direcionado para a alimentação humana. Também foi realizada a hidrólise controle para comparação com a hidrólise enzimática. Previamente a isso, realizou-se a extração de carboidratos em parte do farelo de soja, devido aos problemas digestivos que certos carboidratos da soja apresentam. A enzima utilizada foi a ALCALASE, e foram realizados testes tais como o teor de proteína solubilizada (aprox. 32 mg/mL para o hidrolisado enzimático), bem como outros métodos analíticos relacionados às isoflavonas como determinação de fenólicos (99 mg/200 mL de hidrolisado enzimático) e flavonoides totais (17 mg/200 mL de hidrolisado enzimático). Também foi medida a capacidade antioxidante pelo método de sequestro de radicais livres (DPPH•) obtendo-se uma perda de 1/3 da concentração inicial de DPPH• para a melhor amostra. Determinou-se também o teor de algumas isoflavonas por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), obtendo-se concentrações inferiores de algumas das isoflavonas medidas para o hidrolisado enzimático em relação ao hidrolisado controle.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0689-24422-179996

Referências bibliográficas
  • [1] ACHOURI, A.; BOYE, J.I.; BELANGER, D. Soybean isoflavones: Efficacy of extraction conditions and effect of food type on extractability. Food Res. Int., v. 38, p. 1199-1204, 2005.
  • [2] ALOTHMAN, M.; BHAT, R.; KARIM, A. A. UV Radiation-Induced Changes of Antioxidant Capacity of Fresh-Cut Tropical Fruits. Innov. Food Sci. and Emerg. Tech., v. 10, p. 512-516, 2009.
  • [3] BRAND-WILLIAMS, W.; CUVELIER, M. E.; BERSET, C. Use of a Free Radical Method to Evaluate Antioxidant Activity. LWT – Food Sci. and Tech., v. 28, p.25-30, 1995.
  • [4] CALLOU, K. R. A. Teor de Isoflavonas e Capacidade Antioxidante de Bebidas à Base de Soja. 124 p. Dissertação (Mestrado em Ciências de Alimentos) – Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP. 2009.
  • [5] CLEMENTE, A. Enzymatic Protein Hydrolysates in Human Nutrition. Trends in Food Sci. Andamp; Tech., v. 11, p. 254-262, 2000.
  • [6] FRITZ, K. L.; SEPPANEN, C. M.; KURZER, M. S.; CSALLANY, A. S. The in vivo antioxidant activity of soybean isoflavones in human subjects. Nutr. Res., New York, v. 23,p. 479-487, 2003.
  • [7] (d) Área temática: Processos Biotecnológicos 8HARBORNE, J. B.; WILLIANS, C. A. Advances in flavonoid research since 1992. Phytochem., Oxford, v. 55, p. 481-504, 2000.
  • [8] LUI, M.C.Y.; AGUIAR, C. L.; ALENCAR, S. M.; SCAMPARINI, A. R.; PARK, Y. K. Isoflavonas em isolados e concentrados protéicos de soja. Ciênc. e Tec. de Alim., v. 23, p. 206-212, 2003.
  • [9] MANTOVANI. D.; CORAZZA, M. L.; FILHO, L. C.; TAZINAFO, N. M.; RIBANI, M.; COSTA, S. C. Determinação de Teores de Isoflavonas Comercializadas na Forma de Extrato Seco e Manipuladas por Farmácias. Rev. Bras. de Tec. Agro., v. 07, p. 1033-1041, 2013.
  • [10] SIQUEIRA, P. F.; MIRANDA, L. C.; FRANQUETTO, E. M.; SMOLAREK, F. S. F.; FERREIRA, R. P.; PIVATTO, R. S.; PEDROSO, C. F.; GIORDANO, R. C.; TARDIOLI, P.W.; GIORDANO, R.L.C. Extração de fosfolipídeos residuais em farelo desengordurado de soja. In: XIX Simpósio Nacional de Bioprocessos - X Simpósio de Hidrólise Enzimática de Biomassa, 2013, Foz do Iguaçu. XIX SINAFERM / X SHEB 2013, 2013. v. CD-ROM. SMITH, P. K.; KROHN, R. I.; HERMANSON, G. T.; MALLIA, A. K.; GARTNER, F. H.; PROVENZANO, M. D.; FUJIMOTO, E. K.; GOEKE, N. M.; OLSON, B. J.; KLENK, D. C. Measurement of Protein Using Bicinchoninic Acid. Anal. Biochem., v. 150, p. 76-85, 1985.
  • [11] STENZEL, M. Solubilização Enzimática de Proteína do Farelo de Soja e Caracterização Funcional dos Hidrolisados Formados. 136 p. Tese (Doutorado em Engenharia Química) – Pós-Graduação em Engenharia Química, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, PR. 2007.
  • [12] STROHER, R. Hidrólise Enzimática da Proteína do Farelo de Soja. 74 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) – Pós-Graduação em Engenharia Química, Universidade Estadual de Maringá, Maringá-PR, 2010.
  • [13] STROHER, R.; ROSSI, R. A. S.; LARA, I.; ZANIN, G. M.; PEREIRA, N. C. Utilização da Enzima Alcalase na Hidrólise do Farelo de Soja. In: IX SIMPÓSIO DE HIDRÓLISE ENZIMÁTICA DE BIOMASSAS, Maringá. Anais. Maringá: Universidade Estadual de Maringá, 2009.
  • [14] VILARTA, R.; GUTIERREZ, G. L.; CARVALHO, T. H. P. F.; GONÇALVES, A. (Org.). Qualidade de Vida e Novas Tecnologias. Campinas: Ipes Editorial, 2007. 222 p. WU, J.; MUIR, A. D. Isoflavone during protease hydrolysis of defatted soybean meal. Food Chem., v. 118, p. 328-332, 2010.
Como citar:

CAVALCANTI, A. D. D.; BUENO, M. R.; MELO, J. R.; MANTOVANI, D.; ZANIN, G. M.; "DETERMINAÇÃO DE ISOFLAVONAS NO HIDROLISADO ENZIMÁTICO DE FARELO DE SOJA", p. 1034-1042 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0689-24422-179996

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações