fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

CLARIFICAÇÃO DE VINHO TINTO PELO PROCESSO DE SEPARAÇÃO POR MEMBRANAS

SEGUENKA, B.; BRIÃO, V. B.; SILVEIRA, C.; SALLA, A. C. V.; MILANI, A.;

Artigo:

A filtração por membranas tem aparecido como uma tecnologia promissora devido à sua habilidade em realizar a clarificação/filtração/higienização em uma etapa simples em operação contínua. Com o objetivo de avaliar o processo de clarificação de vinhos com o uso de membranas de ultrafiltração, realizou-se ensaios com dois tipos de membranas: uma de ultrafiltração com intervalo de separação de 80 KDa e uma de ultrafiltração com intervalo de separação de 4 KDa a uma pressão de 0,5 bar, temperatura de 20 oC e velocidade tangencial de alimentação de 24655 m3.h-1. Os testes foram realizados em um equipamento piloto de laboratório e foram avaliados os seguintes parâmetros: turbidez, pH, grau alcoólico, acidez total, extrato seco total, açucares redutores, cor, sólidos solúveis e flavonóides totais. As duas membranas de ultrafiltração testadas apresentaram reduções de turbidez, sendo a membrana de 4 KDa mais eficiente para o processo de clarificação. Todos os vinhos apresentaram suas características físico-químicas dentro dos padrões exigidos pela legislação brasileira. Nenhuma das filtrações reteve concentrações consideráveis de flavonóides totais.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0122-26930-181574

Referências bibliográficas
  • [1] ALMELA, L.; JAVOLOY, S.; FERNANDES, L. J.; LÓPES, R. J., Compararison between the tristimulus measurements Yxy and L* a* b* to evaluate the colour of young red wines. Food Chem., n. 53, p. 321-327, 1995.
  • [2] ALVES J.A., OLIVEIRA, R.C., INNOCENTI T.D., BARROS S.T.D., MENDES, E.S., Estudo do mecanismo de fouling em vinho e cerveja. Iniciação científica CESUMAR. UEM. Maringa – PR, 2006.
  • [3] BARNABÉ, D., Produção de vinho de uvas dos cultivares Niágara, Rosada e Bordô: análises físico-químicas, sensorial e recuperação de etanol a partir do bagaço. Tese de doutorado, UEP, Faculdade de Ciências agronômicas – Campus Botucatu, SP, 2006.
  • [4] BRASIL. Ministério da Agricultura. Portaria nº 76 de 26 de novembro de 1986. Dispõe sobre os métodos analíticos de bebidas e vinagre. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 28 nov. 1986. Disponível em: http://extranet.agricultura.gov.br/sislegis. Acesso em: 25/04/201
  • [5] BRIÃO, V.B., TAVARES C.R.G., Ultrafiltração como processo de tratamento para o reúso de efluentes de laticínios. Deartamento de Eng. Química., UEM. Maringá – PR, 200
  • [6] CARVALHEIRA J., Filtração dos vinhos. Curso intensivo de conservação, estabilização e engarrafamento de vinhos. Lab. de Química Enológica da DRAP, 2010. Disponível em: http://www.drapc.min-agricultura.pt/base/geral/files/filtracao_vinhos.pdf Andgt;. Acesso em 25/04/2014.
  • [7] DI STEFANO, R.; CRAVERO, M. C.; GENTILINI, N., Metodi per lo studio dei polifenoli dei vini. L’enotecnico, p. 83-89, 1989.
  • [8] IAD (Instituto Adolfo Lutz), Métodos físico-químicos para análise de alimentos. Normas Analíticas do Ins. Ad. Lutz. 4o ed., 1o versão eletrônica, São Paulo: IMESP, 200
  • [9] KOCH MEMBRANE SISTEM MANUAL, Microfiltration Multitube Modules for Juice Processing. Super-Cor XL PLUS microfiltration modules. Rev. 12-2, dez, 2012.
  • [10] Disponível em: Andlt;www.kochmembrane.comAndgt;. Acesso em 25/06/2014.
  • [11] Área temática: Engenharia das Separações e Termodinâmica 8MAPA, Manual e métodos de análises de bebidas e vinagres. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Edição 1. Brasil, 2010.
  • [12] OLIVEIRA, R.C.; MENDES, E.S.; BARROS, S.T.D., Clarificação de vinho branco com membrana de ceramica. Braz. J. Food Technol., v. 11, n. 4, p. 305-312, out./dez., 2008.
  • [13] PASTORE, G. M.; MAMEDE, M. E. O., Compostos fenólicos do vinho: estrutura e ação antioxidante. B. CEPPA, Curitiba, v. 22, n. 2, p. 233-252, 2004.
  • [14] RODRIGUES, D. C. G. A.; SANTOS, T. T., Manual de práticas de processos bioquímicos. Apostila das Aulas Práticas. UERJ, Faculdade de Engenharia de Produção, Departamento de Química e Ambiental, Processos Bioquímicos, 2011.
  • [15] SCHLEIER, R., Constituintes fitoquímicos de Vitis vinifera L. (uva). Monografia, Instituto Brasileiro de estudos homeopáticos, Faculdade de ciências da saúde de São Paulo, São Paulo - SP, 2004.
  • [16] SEMIÃO, A.; PINHO, M. N., Membrane Processes in Wine and Dairy Industries: IPPC Database, Case Studies. Instituto de Biologia Experimental e Tecnologia, Oeiras – Portugal, 2010.
  • [17] SOUSA, B. A.; CORREIA, R. T. P., Phenolic content, antioxidant activity and antiamylolytic activity of extracts obtained from bioprocessed pineapple and guava wastes. Braz. J. Chem. Eng., v. 29, n. 01, p. 25 - 30, Jan./Mar., 2012.
  • [18] URKIAGA, A.; DE LAS FUENTES, L.; ACILU, M.; URIARTE, J., Membrane comparison for wine clarification by microfiltration. Desalination. GAIKER Centro tecnológico Amsterdan, v. 148, n.1-3, p. 115-120, 2002.
  • [19] UVIBRA, Produção de Uvas, Elaboração de Vinhos e Derivados. União Brasileira de Vitivinicultura, 1998-2004. Disponível em: Andlt; http://www.uvibra.com.br Andgt;. Acesso em: 04/04/14.
Como citar:

SEGUENKA, B.; BRIÃO, V. B.; SILVEIRA, C.; SALLA, A. C. V.; MILANI, A.; "CLARIFICAÇÃO DE VINHO TINTO PELO PROCESSO DE SEPARAÇÃO POR MEMBRANAS", p. 14537-14545 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0122-26930-181574

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações