Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

TRADUTOR PARA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS: PROPOSTA DE TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA SURDOS COMO APOIO AO APRENDIZADO DA LÍNGUA PORTUGUESA ESCRITA

TRANSLATOR FOR BRAZILIAN LANGUAGE OF SIGNS: PROPOSAL OF ASSISTIVE TECHNOLOGY FOR DEAF AS SUPPORT FOR THE LEARNING OF THE PORTUGUESE WRITTEN LANGUAGE

Santos, Ronaldo Fernandes dos; Barwaldt, Regina; , ;

Artigo Completo:

O objetivo deste trabalho foi desenvolver e verificar de que maneira a Tecnologia Assistiva "Brtils" poderá contribuir no processo de ensino e aprendizagem da Língua Portuguesa como segunda língua para surdos. A primeira língua dos surdos sinalizadores é a LIBRAS, e o Português a segunda língua na modalidade escrita, constituindo o bilinguismo. O objetivo deste trabalho foi desenvolver e verificar de que maneira uma Tecnologia Assistiva poderá contribuir no processo de ensino e aprendizagem da Língua Portuguesa pelos estudantes surdos.

Artigo Completo:

This paper presents a proposal for an assistive technology as a support in teaching and learning Portuguese as a second language for deaf education. The first language of deaf signers is the LIBRAS, and Portuguese language must be learned as a second language in the written form, constituting the Bilingualism. Despite this plainness, there is still no teaching methodology and learning the Portuguese language for deaf that attends the needs of the languages concerned. The purpose of this work is to check how one Assistive Technology can contribute to the teaching and learning of the Portuguese language written by deaf.

Palavras-chave: Tecnologia Assistiva, Surdos, Ensino e Aprendizagem, LIBRAS,

Palavras-chave: Assistive Technology, Deaf, Teaching and Learning, LIBRAS,

DOI: 10.5151/16ergodesign-0060

Referências bibliográficas
  • [1] BÄRWALDT, Regina. EVOC: uma ferramenta como recurso de voz para favorecer o processo de interação e inclusão dos cegos em ambientes virtuais de aprendizagem. Tese (doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação. Porto Alegre. 2008.
  • [2] BERSCH, Rita; TONOLLI, José Carlos. O que é Tecnologia Assistiva. 2006. Disponível em http://www.assistiva.com.br/ Acesso em: 13 de mar de 2015.
  • [3] _______. SDHPR - Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência - SNPD. 2009. Disponível em: http://goo.gl/KJj9nj Acesso em: 13 de mar de 2015.
  • [4] ______. Decreto n.º 5.696, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei no 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei no 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 2005.
  • [5] _______. Lei n.º 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 abril 2002.
  • [6] CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngue. Língua de Sinais Brasileira. Vol. II: sinais de M a Z. São Paulo: Edusp, 2008.
  • [7] CARVALHO, R. E. A incorporação das tecnologias na educação especial para a construção do conhecimento. I n: SILVA, S.; VIZIM, M. (Org.). Educação Especial: múltiplas leituras e diferentes significados. Campinas: Mercado de Letras, 2001.
  • [8] COELHO, Talitha Priscila Cabral; BARROCO, Sônia Mari Shima; SIERRA, Maria Angela. O conceito de compensação em l.s.vigotski e suas implicações para educação de pessoas cegas. In: Congresso nacional de psicologia escolar e educacional, 10., 2011, Maringá. K. Maringá: Universidade Estadual de Maringá, 2011. p. 01 - 11
  • [9] CORRADI, Juliane Adne Mesa. Ambientes informacionais digitais e usuários surdos: questões de acessibilidade. 2007. 214 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciência da Informação, Unesp, Marília, 2007.
  • [10] FELIPE, T. A estrutura frasal na LSCB. In: Anais do IV Encontro Nacional da ANPOLL, Recife, 1989.
  • [11] FERREIRA-BRITO, L. Por uma gramática de Línguas de Sinais. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1995.
  • [12] GONZÁLEZ, J. A. T. Educação e diversidade: bases didáticas e organizativas. Porto Alegre: Artmed, 2002.
  • [13] KLIMA, E.; BELLUGI, U. The signs of language. Cambridge, MA: Harvard University, 1979.
  • [14] LESSA-DE-OLIVEIRA, Adriana Stella Cardoso. LIBRAS escrita: o desafio de representar uma língua tridimensional por um sistema de escrita linear. ReVEL. v. 10, n. 19, 2012.
  • [15] MORAN, José Manuel. Desafios na Comunicação Pessoal. 3ª Ed. São Paulo: Paulinas, 2007.
  • [16] MOURA, Maria Cecília de, LODI, Ana Claudia B., HARRISON, Kathryn M. P. História e educação: o surdo, a oralidade e o uso de sinais. In: LOPES FILHO, Otacílio de C. Tratado de Fonoaudiologia. São Paulo: Roca, 1997.
  • [17] NIEDERAUER, Juliano. Web Interativa com Ajax e PHP. 1. ed. São Paulo, SP: Novatec, 2007.
  • [18] PEDROSO, C.C.A. Com a palavra o surdo: aspectos do seu processo de escolarização. Dissertação de Mestrado. São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 2007.
  • [19] QUADROS, Ronice Muller de. Educação de Surdos: a aquisição da linguagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
  • [20] QUADROS, R. M. e KARNOPP, L. B. Língua de Sinais Brasileira: estudos linguísticos. Porto Alegre: Artmed, 2004.
  • [21] ROGERS, Yvonne; SHARP, Helen; PREECE, Jennifer. Interaction Design: Beyond Human-Computer Interaction. 3rd Edition. John Wiley & Sons Ltd. 2011.
  • [22] SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.
  • [23] STREIECHEN, E. M., KRAUSE-LEMKE, C. Análise da produção escrita de surdos alfabetizados com proposta bilíngue: implicações para a prática pedagógica. Revista Brasileira de Linguística Aplicada. Belo Horizonte, v. 14, n. 4. 2014.
  • [24] STROBEL, K. As imagens do outro sobre a cultura surda. Florianopolis: Ed. da UFSC, 2008.
  • [25] VYGOTSKI, L. S. (1997) Obras Escogidas. V – Fundamentos de defectología. Trad. Julio Guillermo Blank. Madrid: Visor.
  • [26] _____. Obras completas: fundamentos de defectologia. Havana, Editorial Pueblo y Educacion, 1989.
  • [27] _____. Pensamento e Linguagem. Rio de Janeiro: Martins Fontes, 1998.
  • [28] _____. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 4ª ed, 2010.
Como citar:

Santos, Ronaldo Fernandes dos; Barwaldt, Regina; , ; "TRADUTOR PARA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS: PROPOSTA DE TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA SURDOS COMO APOIO AO APRENDIZADO DA LÍNGUA PORTUGUESA ESCRITA", p. 604-615 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/16ergodesign-0060

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações