Outubro 2019 vol. 6 num. 3 - 7º Simpósio Design Sustentável

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

Sustentabilidade, inovação e emprego de materiais naturais no design brasileiro premiado: móveis e têxteis comtemplados pelo Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira, de 2012 a 2016

Matsuda, Débora Harumi; Souza, Cyntia Santos Malaguti de;

Artigo completo:

O presente artigo apresenta os resultados finais de uma pesquisa em nível de iniciação científica, cujo objetivo principal foi investigar se e como a ‘sustentabilidade’ e a inovação foram entendidas e traduzidas em um conjunto de objetos premiados pelo Museu da Casa Brasileira, com foco em duas categorias que fizeram uso de materiais naturais: móveis e têxteis. Com base em uma pesquisa bibliográfica acerca das diretrizes da sustentabilidade, da inovação tecnológica e do uso de materiais naturais no design, foram estruturados os parâmetros de análise dos produtos. Dentro desse recorte, foram selecionados 17 produtos premiados nas categorias mencionadas, das 26ª, 27ª, 28ª, 29ª e 30ª edições do Prêmio Design MCB, e informações técnicas sobre seu design e produção foram coletadas através de pesquisa bibliográfica, documental e de contato com seus autores (por meio de envio de formulário com questões abertas e fechadas), abrangendo: fundamentos de inspiração, materiais empregados e processos de produção, assim como aspectos de inovação e sustentabilidade baseados na roda de estratégias de ecodesign. A análise de cada objeto e a comparação entre eles possibilitou identificar os objetivos e pressupostos de seu desenvolvimento, ênfases, percepções associadas à sustentabilidade e inovação, assim como o protagonismo dos materiais naturais nesse contexto.

Artigo completo:

Palavras-chave: Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, materiais naturais, sustentabilidade, inovação,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/7dsd-2.2.041

Referências bibliográficas
  • [1] ASHBY, Mike e JOHNSON, Kara. Materials and Design. UK: Elsevier Ltd., 2010.
  • [2] BONSIEPE, G. Design, cultura e sociedade. Trad. Itiro lida. São Paulo: Blucher, 2011.
  • [3] BREZET, H.; HEMEL, C. EcoDesign: A promising approach to sustainable production and consumption, UNEP, France. 1997
  • [4] CARDOSO, Rafael. Design para um mundo complexo. São Paulo: Cosac Naify, 2013.
  • [5] CARNASCIALI, R. M. (2014). Gestão de design: contribuições da gestão da qualidade para a construção de parâmetros para avaliar o bom design (Dissertação de mestrado). Universidade Federal do Paraná, Curitiba.
  • [6] CRADLE TO CRADLE CERTIFIED. Material Health Assessment Methodology. 3. ed. Virginia: MBDC, 2013. 90 p.
  • [7] DOUGHERTY, Brian. Design gráfico sustentável. 1. ed. São Paulo: Rosari, 2011. 184 p.
  • [8] FACULTY OF INDUSTRIAL DESIGN ENGINEERING. EcoDesign strategy wheel. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.
  • [9] FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 200
  • [10] INGOLD, Tim. Estar Vivo: Ensaios sobre movimento, conhecimento e descrição. São Paulo: Editora Vozes Ltda., 2015. p.301 – 314.
  • [11] KAZAZIAN, Thierry. Haverá a idade das coisas leves: design e desenvolvimento sustentável. São Paulo: Editora Senac, 2005.
  • [12] LEFTERI, Chris. Wood: Materials for Inspirational Design. 1. ed. London: RotoVision (March 1, 2005), 2005. 160 p.
  • [13] LIMA, Marco Antônio Magalhães. Introdução aos materiais e processos para designers. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna Ltda., 2006.
  • [14] LÖBACH, Bernd. Design Industrial - bases para a configuração dos produtos industriais. Trad. Freddy Van Camp. São Paulo: Edgard Blucher, 2001.
  • [15] MANZINI, Ezio. Design para Inovação Social e Sustentabilidade: comunidades criativas, organizações colaborativas e novas redes projetuais. Rio de Janeiro: E-papers, 2008.
  • [16] MANZINI, Ezio; VEZZOLI, Carlo. O Desenvolvimento de Produtos Sustentáveis. São Paulo: Edusp, 2008.
  • [17] MATERIABRASIL. Materioteca. Disponível em: . Acesso em: 11 jan. 2018
  • [18] Museu da Casa Brasileira. 28º. Prêmio Design MCB. São Paulo, SP: Autor, 2014.
  • [19] Museu da Casa Brasileira. 29º. Prêmio Design MCB. São Paulo, SP: Autor, 2015.
  • [20] Museu da Casa Brasileira. 30º. Prêmio Design MCB. São Paulo, SP: Autor, 2016.
  • [21] OCDE, Manual de Oslo: Proposta de Diretrizes para Coleta e Interpretação de Dados sobre Inovação Tecnológica. Publicado pela FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), 2ª Edição, 2004.
  • [22] SACHS, I. Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável. Rio de Janeiro: Garamond, 2002.
  • [23] SOUSA, Cyntia Santos Malaguti. Estudos de futuro e premiações em design: observatório de mudanças na cultura material. VII Congreso Latinoamericano de Enseñanza del Diseño, 2016.
  • [24] ZENID, Geraldo José (coord.) Madeira: uso sustentável na construção civil. São Paulo: Instituto de Pesquisas Tecnológicas: SVMA, 2009.
Como citar:

Matsuda, Débora Harumi; Souza, Cyntia Santos Malaguti de; "Sustentabilidade, inovação e emprego de materiais naturais no design brasileiro premiado: móveis e têxteis comtemplados pelo Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira, de 2012 a 2016", p. 448-458 . In: . São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/7dsd-2.2.041

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações