Outubro 2019 vol. 6 num. 3 - 7º Simpósio Design Sustentável

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

Sementes em correspondência e os aspectos da sustentabilidade na comunidade do Maracanã, São Luís – MA

Santos, Tayomara Santos dos; Noronha, Raquel Gomes; Saraiva, Gisele Reis Correa;

Artigo completo:

Este artigo trata de aspectos da produção artesanal com o uso de sementes ornamentais encontradas na Área de Proteção Ambiental – APA – do Maracanã desenvolvidas na comunidade, por meio do codesign e das relações existentes entre designers e artesãs com os materiais e o ambiente no qual estão inseridos, por meio das práticas de correspondência, e as reflexões do antropólogo britânico Tim Ingold. A escolha do Maracanã, bairro de São Luís (MA), como território se deve ao grande contingente de sementes florestais nativas e propicias à atividade artesanal e também por ser uma comunidade de grande repertório cultural que expressa um significativo valor identitário capaz de fomentar o desenvolvimento de fatores importantes com social, econômico e ambiental, inerentes à construção de práticas sustentáveis.

Artigo completo:

Palavras-chave: Design Anthropology, Sementes, Saberes Tradicionais, Correspondências, Sustentabilidade,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/7dsd-3.2.055

Referências bibliográficas
  • [1] ACOSTA, Alberto. O bem viver: uma oportunidade para imaginar outros mundos: 2. ed. São Paulo: Autonomia Literária: Elefante., 2017. Tradução de: Tadeu Breda.
  • [2] BINDER, Thomas et al. Design Things. Cambridge, Mass., United States: Mit Press, 2011. 256 p.
  • [3] BRANDT, Eva et al. Formating Design Dialogues – Games and Participation. In: BINDER, T; BRANDT,
  • [4] E; GREGORY, J. (guest editors). CoDesign – International Journal of CoCreation in Design and the Arts, Volume 4, Number 1, pp. 51-6 Taylor & Francis. March, 2008.
  • [5] CARDOSO, Rafael. Uma introdução à história do design. São Paulo: Edgard Blücher, 2008.
  • [6] CORREA, Gisele Reis. Design e Artesanato: um estudo de caso sobre a semente de juçara em São Luís do Maranhão. 2010. 149 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Design, Universidade Federal de Pernambuco UFPE, Recife, 2010.
  • [7] FRAZÃO, Ana Claudia dos Santos. Diversidade Florística da Área de Proteção Ambiental do Maracanã em São Luís Ma: Implicações para o manejo e conservação.. 201 60 f. Monografia - Curso de Curso de Ciências Biológicas, UFMA Campus Chapadinha, 201
  • [8] HALSE, Joachim. Ethnographies of the possible. In: GUNN, Wendy; OTTO, Ton; SMITH, Rachel Charlotte (eds). Design Anthropology: theory and practice. London, New York: Bloomsbury, 2013.
  • [9] HALSE, J.; BRANDT, E.; CLARK, B.; BINDER, T. (Eds.). Rehearsing the future. Copenhagen: The Danish Design School Press, 2010. 211 p.
  • [10] HOCKEY, Jenny; FORSEY, Martin. Ethnography is not participant observation: reflections on the interview as participatory qualitative research. In the interview: an ethnographic approach, edited by Jonathan Skinner. New York: Berg, 2012. p. 69-87.
  • [11] INGOLD, Tim. Chega de etnografia! A educação da atenção como propósito da antropologia. Tradução: Revista Educação. Porto Alegre, v. 39, n. 3, p. 404-411, set.-dez. 2016.
  • [12] ______. Making: Anthropology, Archaeology, Art and Architecture. Londres/Nova York: Routledge, 2013, 176p.
  • [13] ______. Trazendo as coisas de volta à vida: Emaranhados criativos num mundo de materiais. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, Ano 18, n. 37, p. 25-44, jan/jun. 2012.
  • [14] KRUCKEN, Lia. Design e território: Valorização de identidade e produtos locais. Ed. Studio Nobel. SEBRAE. 2009. São Paulo – SP.
  • [15] LUPTON, Ellen. Intuição, ação, criação: Graphic Design Thinking. 2ª Ed. São Paulo: G Gili Ltda, 2014.
  • [16] MANZINI, Ezio. VEZZOLI, Carlo. O desenvolvimento de produtos sustentáveis. São Paulo: Editora Edusp, 2008.
  • [17] MARANHÃO. Secretaria do Meio Ambiente e Turismo. Decreto 12.103, de 1 de dezembro de 1991. Cria, no Estado do Maranhão, a Área de Proteção Ambiental da Região do Maracanã, com limites que especifica e dá outras providências, Diário Oficial [do] Estado do Maranhão, São Luís. 1991.
  • [18] NORONHA, Raquel. The collaborative turn: challenges and limits on the construction of the common plan and on autonomía in design. Strategic Design Research Journal, 11(2): 125-135, May-August, 20
  • [19] _______. Do centro ao meio: um novo lugar para o designer. São Luís: Anais do 10º P&D, 2012.
  • [20] OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. Identidade, Etnia e Estrutura Social. Livraria Pioneira Editora. São Paulo: 1976.
  • [21] OTTO, Tom; SMITH, Rachel Charlotte. Design anthropology: A distinct style of knowing. In: GUNN, Wendy; OTTO, Ton; SMITH, Rachel Charlotte (eds). Design Anthropology: theory and practice. London, New York: Bloomsbury, 2013.
  • [22] EHN, Pelle. Learning in participatory design as I found it. In: DISALVO, Betsy et al. Participatory Design for Learning Perspectives from Practice and Research ROUTLEDGE, 2015.
  • [23] PORTELA, Raiama Lima. Correspondências por meio de ferramentas de design: artesanato e empoderamento (aprisionamento?). 2018. 130 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Maranhão - UFMA, São Luís, 2018.
  • [24] PROGRAMA DO ARTESANATO BRASILEIRO. Disponível em . Acesso em: 29 out.2017.
  • [25] REDE DE SEMENTES DA AMAZÔNIA. Disponível em http://www.rsa.ufam.edu.br:8080/sementes/anal-semente/anal-semente.jsp - 10k. Acesso em: 04 nov.2017
  • [26] SAMPAIO, Claudio P. (Org.). Design para a sustentabilidade: Dimensão Ambiental. Curitiba, PR: Insight, 2018.
  • [27] SANDERS, Elizabeth B.N. From User-Centered to Participatory Design Approaches. In Design and the Social Sciences. J.Frascara (Ed.), Taylor & Francis Books Limited, 2002.
  • [28] SARNEY Ivan. A bela Festa da Juçara no Maracanã. 2011. Disponível em: http://www.academiamaranhense.org.br/blog/a-bela-festa-da-jucara-no-maracana/
  • [29] SPINUZZI, Clay. The Methodology of Participatory Design. APPLIED RESEARCH. Volume 52, Number 2, May 2005. Tech 2005.
  • [30] TAGUATUR, turismo e eventos. Rota da Juçara. 2018. Disponível em: https://www.taguaturonline.com.br/produto/rota-da-jucara/ Acesso em: 12 de setembro de 2018.
  • [31] THACKARA, John. Plano B.: O design e as alternativas viáveis em um mundo complexo. Trad. Cristina Yamagami. São Paulo: Saraiva. 2008.
  • [32] VEZZOLI, Carlo. (Org.) Sistema Produto+Serviço Sustentável: Fundamentos. Curitiba, PR: Insight, 2018.
Como citar:

Santos, Tayomara Santos dos; Noronha, Raquel Gomes; Saraiva, Gisele Reis Correa; "Sementes em correspondência e os aspectos da sustentabilidade na comunidade do Maracanã, São Luís – MA", p. 606-617 . In: . São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/7dsd-3.2.055

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações