Setembro 2016 vol. 2 num. 4 - XI Seminário de Pesquisa em Ciencias Humanas

Artigo - Open Access.

Idioma principal

“REVOLTADOS ONLINE” E AS MANIFESTAÇÕES CONTRA O GOVERNO FEDERAL BRASILEIRO: NOTAS INICIAIS DE UMA PESQUISA

SUSSAI, Matheus Henrique Marques; RAMOS, Márcia Elisa Teté;

Artigo:

A presente comunicação visa apresentar as considerações iniciais de uma pesquisa de História no ciberespaço. Pretendemos analisar as manifestações contra o governo federal durante os meses de julho a dezembro de 2014. Para isso, utilizaremos como fonte documental uma comunidade virtual da rede social online Facebook, chamada “Revoltados ON LINE”. Metodologicamente, analisaremos as publicações da página junto com o seu grau de aceitação e compartilhamento das ideias, e os comentários dos seguidores e daqueles que são contra as ideias veiculadas pela comunidade. Assim, pretendemos apresentar as temáticas mais recorrentes, buscando investigar os argumentos para as manifestações contra o governo, os embasamentos políticos da comunidade, quantificar o número de compartilhamentos, comentários e “curtidas” das publicações, tomando o Facebook como uma fonte para a pesquisa histórica do tempo presente. Como perspectiva teórica para pensarmos o ciberespaço, utilizaremos Pierre Lévy (1993, 1999) para falar do mundo virtual, e de Kozinets (2014) para entender a netnografia, entre outros. Como resultados esperados, pretendemos mostrar como a comunidade dissemina determinados modelos de argumentação sobre política, quantificando-os em tabela. Não tomaremos posições partidárias, o interesse está em investigar a política de direita no Facebook.

Artigo:

Palavras-chave: História do Tempo Presente; Ciberespaço; “Revoltados ON LINE”,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/sosci-xisepech-gt2_256

Referências bibliográficas
  • [1] AIRES, Luísa; AZEVEDO, José. Contributos teórico-metodológicos para a análise de comunidades virtuais de aprendizagem. In: PASSARELLI, Brasilina; AZEVEDO, José. (Orgs.). Atores em rede: Olhares luso-brasileiros. São Paulo: Editora SENAC, 2010. p. 29-61
  • [2] COUTO JUNIOR, Dalton Ribeiro do. Cibercultura, Juventude e Alteridade: aprendendo-ensinando com o outro no Facebook. Jundiaí, Paco Editorial: 2013.
  • [3] HOBSBAWM, Eric. Sobre História. – São Paulo : Companhia das Letras, 201
  • [4] KOZINETS, Robert V. Netnografia. Realizando pesquisa etnográfica online. Porto Alegro: Penso, 201
  • [5] LEFEVRE, Fernando; LEFEVRE, Ana Maria. Pesquisa e representação social. Um enfoque qualitativo. Brasília: Liber Livro Editora, 2012.
  • [6] LEMOS, André. Os sentidos da tecnologia: cibercultura e ciberdemocracia. In: LEMOS, André; LÉVY, Pierre. O futuro da internet: em direção a uma ciberdemocracia planetária. São Paulo: Paulus, 2010, p. 21-31.
  • [7] LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência. O futuro do pensamento na era da informática. Trad. Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1993.
  • [8] ___________. Cibercultura. Trad. Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Ed. 34, 1999.
  • [9] LUCCHESI, Anita. Conversas na antessala da academia: o presente, a oralidade e a história pública digital. História Oral, v. 17, n. 1, p. 39-69, jan./jun. 2014.
  • [10] PISANI, Francis; PIOTET, Dominique. Como a web transforma o mundo. A alquimia das multidões. Trad. Gian Bruno Grosso. São Paulo: Editora SENAC, 20
  • [11] RAMOS, Márcia Elisa Teté. O estudante de Ensino Médio nas comunidades virtuais “eu amo história” e “eu odeio história” e uma questão antiga: para quê serve a história?. Antíteses, v. 5, n. 10, p. 665-689, jul./dez. 2012.
  • [12] PASSARELLI, Brasilina. Literacias emergentes nas redes sociais: estado da arte e pesquisa qualitativa no observatório da cultura digital. In: ___________; AZEVEDO, José (Orgs.). Atores em rede: Olhares luso-brasileiros. São Paulo: Editora SENAC, 2010. p. 63-78.
Como citar:

SUSSAI, Matheus Henrique Marques; RAMOS, Márcia Elisa Teté; "“REVOLTADOS ONLINE” E AS MANIFESTAÇÕES CONTRA O GOVERNO FEDERAL BRASILEIRO: NOTAS INICIAIS DE UMA PESQUISA", p. 241-250 . In: Anais do XI Seminário de Pesquisa em Ciencias Humanas [=Blucher Social Science Proceedings, n.4 v.2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2359-2990, DOI 10.5151/sosci-xisepech-gt2_256

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações