Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

REPENSAR A ESCOLA: DIRETRIZES PARA ANTEPROJETO DE UMA ESCOLA-PARQUE

SIQUEIRA, Maria Luíza Raitz; OLIVEIRA, Gabriela Bastos de; , ;

Artigo completo:

A educação, no contexto do Brasil atual, ainda é muito distorcida e carente de melhorias, tanto no processo educacional quanto no espaço escolar. O ambiente escolar muitas vezes não é adequado ao tipo de uso e acaba prejudicando a aprendizagem do aluno. A partir disso, esta pesquisa corresponde ao desenvolvimento de diretrizes para elaboração de um anteprojeto de um Centro Educacional, embasado no conceito de escola-parque do educador Anísio Teixeira com o auxílio da teoria construtivista.

Artigo completo:

Palavras-chave: escola-parque; arquitetura escolar; habitabilidade.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/eneac2018-062

Referências bibliográficas
  • [1] ALVES, Jorge. Espaço de Recreação Infanto-juvenil / David Guerra. ArchDaily Global (online), 2012. Disponível em: . Acesso em: 22 de abr. de 2017. ARAÚJO, Jéssica Medeiros. Flex Kids: proposta para uma instituição de educação infantil espacialmente flexível. 2014. 194 f. TCC (Graduação) - Curso de Arquitetura e Urbanismo, Centro de Tecnlogia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014. Disponível em: . Acesso em: 18 mar. 2017. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9050: Acessibilidade a edifcações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro: Abnt, 2015. 148 p. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2017. AVELAR, Diana S. B. Rio de Janeiro: descobrindo o Parque Lage. Rodando pelo Mundo, 2013. Disponível em: . Acesso em: 24 de abr. de 2017. AZEVEDO, Giselle Arteiro N. Arquitetura escolar e educação: um modelo conceitual de abordagem interacionista. 2002. 236 f. Tese (Doutorado) - Curso de Engenharia de Produção, Ufrj, Rio de Janeiro, 2002. Disponível em: . Acesso em: 19 mai. 2017. BIGUAÇU. Câmara Municipal. Lei Complementar nº 356/83, de 09 de março de 2009. Institui o Código de Obras e edificações para o município de Biguaçu. Biguaçu, SC, 09 mar. 2009. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2017. ______. Câmara Municipal. Lei Complementar nº 12/2009 de 12 de fevereiro de 2009. Institui o Plano Diretor de desenvolvimento municipal, dispõe sobre as normas, fixa objetivos e diretrizes urbanísticas do município de Biguaçu e dá outras providências. Biguaçu, SC, 12 de fevereiro de 2009. Disponível em: < https://leismunicipais.com.br/plano-diretor-biguacu-sc>. Acesso em: 28 de abr. de 2017. BRASIL. Constituição Federal de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em . Acesso em 10 de mai. de 2017. ______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. (Lei n. 9394/96). Brasília: MEC, 1996. ______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação. Parâmetros Básicos de Infraestrutura para Instituições de Educação Infantil. Brasília: MEC, SEB, 2006. ______. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo Escolar de Biguaçu, 2015. Disponível em . Acesso em 23 de abr. de 2017. CARVALHO, Telma Cristina Pichioli de. Arquitetura escolar exclusiva: construindo espaços para educação infantil. 2008. 342 f. Tese (Doutorado) - Curso de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2017. CAVALIERE, Ana Maria Villela. Educação integral. Educação Social, São Paulo, v. 23, n. 81, p.247-270, 2002. Editora: CEDES. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2017. CORPO DE BOMBEIROS DE SANTA CATARINA. NORMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS - INSTRUÇÕES NORMATIVAS (IN) 9: Sistemas de Saída de Emergência. 2014. 46 p. Disponível em: . Acesso em: 29 abr. 2017. EBOLI, Terezinha. Uma Experiência de Educação Integral. São Paulo: Inep, 1969. 84 p. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2017. GAETE, Constanza M. JolasPlaza: a brincadeira como ferramenta de desenho urbano. ArchDaily Global (online), 2015. Traduzido por Romullo Baratto. Disponível em: . Acesso em: 23 de abr. de 2017. GONÇALVES, Antônio Sérgio. Reflexões sobre educação integral e escola de tempo integral. Cadernos Cenpec, Pará, v. 1, n. 2, p.129-135, 2006. Universidade Federal do Pará. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2017. GUEDES, Elton. Estudo de caso em projeto arquitetônico. 2015. Disponível em: . Acesso em: 18 mai. 2017. IBAM - INSTITUTO BRASILEIRO DE ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL. Manual para Elaboração de Projetos de Edifícios Escolares na Cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: IBAM/CPU, PCRJ/SMU, 1996. KOWALTOWSKI, Doris C. C. K.. Arquitetura escolar: o projeto do ambiente de ensino. São Paulo: Oficina de Textos, 201 272 p. KWOK, Natasha. Hibinosekkei + Youji no Shiro Top OB Kindergarten with Rooftop Playground. DesignBoom, 2015. Disponível em: . Acesso em: 28 de jan. de 2018. MELO, Rosane Gabriele C. de. Psicologia ambiental: uma nova abordagem da psicologia. Psicologia-usp, São Paulo, v. 1, n. 1-2, p.85-113, 199 Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017. MELO, Larissa Gomes. Arquitetura escolar e suas relações com a aprendizagem. 2012. 34 f. TCC (Graduação) - Curso de Pedagogia, Departamento de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, São Gonçalo, 2012. Disponível em: . Acesso em: 23 abr. 2017. NOGUEIRA, Michelle. Conhecendo a origem da escola. 2017. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2017. OLIVEIRA, Gabriela Bastos de. Diretrizes arquitetônicas para ambientes de socialização da população infantojuventil em situação de vulnerabilidade social: um estudo de caso no Centro de Educação complementar (CEC) em Florianópolis/SC. 2013. 208 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Arquitetura e Urbanismo, Centro Tecnológico, UFSC, Florianópolis, 2013. Disponível em: . Acesso em: 29 mar. 2017. SAVI, Aline Eyng. Condições espaciais e a socialização de crianças e adolescentes em situação de risco: estudo de Caso num Abrigo Institucional. 2002. Disponível em: . Acesso em: 19 abr. 2017.
Como citar:

SIQUEIRA, Maria Luíza Raitz; OLIVEIRA, Gabriela Bastos de; , ; "REPENSAR A ESCOLA: DIRETRIZES PARA ANTEPROJETO DE UMA ESCOLA-PARQUE", p. 843-854 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/eneac2018-062

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações