Novembro 2017 vol. 3 num. 1 - X Encontro Nacional sobre Migração

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

População, Urbanização e Globalização da Agricultura: Notas Sobre o Rural Paulista no Século 21

Demétrio, Natália Belmonte; Baeninger, Rosana;

Artigo Completo:

Esse trabalho tem por objetivo analisar a dinâmica de redistribuição populacional em áreas de expressiva produção agropecuária no estado de São Paulo. A partir do processo de expansão da agricultura científica e globalizada, a pesquisa discute a consolidação de variados arranjos urbanos-rurais regionais no interior paulista, estruturados na interface entre o circuito espacial produtivo de distintas commodities e a mobilidade espacial da população. Tendo em vista a centralidade da produção de laranja, cana-de-açúcar e da pecuária de corte no estado, o artigo restringe a análise dos arranjos formados no entorno desses três segmentos. O Censo Demográfico de 2010 e o Censo Agropecuário de 2006 constituem as principais fontes de informação utilizadas. Ao longo da discussão, reitera-se as potencialidades dessa proposição teórica e metodológica na apreensão das recomposições das hierarquias socioespaciais e dos múltiplos espaços da migração no tecido urbano-rural regional.

Artigo Completo:

Palavras-chave: população rural, urbanização, globalização, regionalização,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/xgtmigracao-16

Referências bibliográficas
  • [1] BAENINGER, R. Espaço e tempo em Campinas: migrantes e a expansão do polo industrial paulista. Campinas: CMU/UNICAMP, 1996.
  • [2] BAENINGER, R. Deslocamentos populacionais, urbanização e regionalização. In: Anais do I Encontro Nacional sobre Migração. Curitiba, 12 a 14 de novembro de 1997.
  • [3] BAENINGER, R. Região, Metrópole e Interior: espaços ganhadores e espaços perdedores nas migrações recentes no Brasil – 1980/1996. (Tese de Doutorado) – Campinas-SP, IFCH – UNICAMP, 1999.
  • [4] BAENINGER, R. São Paulo e suas migrações no final do século XX. São Paulo em Perspectiva, v.19, n.3, p.84-96, jul./set. 2005.
  • [5] BAENINGER, R. Fases e faces da migração em São Paulo. Campinas: Núcleo de Estudos de População – NEPO/UNICAMP, 2012.
  • [6] BAENINGER, R.; OJIMA, R. Novas territorialidades e a sociedade de risco: evidências empíricas e desafios teóricos para a compreensão dos novos espaços da migração. Papeles de Población, v.58, p.141-154, 2008.
  • [7] BINI, D. L. de C. Mudanças na pecuária de corte e algumas implicações sócio-espaciais na Região de Araçatuba (SP). Revista Formação, n.16, v.2, 2010.
  • [8] BRANDÃO, C. A. Território e desenvolvimento: as múltiplas escalas entre o local e o global. Campinas, Editora da UNICAMP, 2007.
  • [9] CAMARANO, A. A; ABRAMOVAY, R. Êxodo rural, envelhecimento e masculinização no Brasil: panorama dos últimos cinquenta anos. In: Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Caxambu: ANPOCS, 1997.
  • [10] CANALES, A.; CANALES, M. De la metropolización a las agrópolis: el nuevo poblamiento urbano en el Chile actual. Polis, julio 2013.
  • [11] CANO, W. Novas determinações sobre as questões regional e urbana após 1980. Texto para Discussão. Campinas: IE/UNICAMP, n.193, p.1-36, julho 20
  • [12] CASTILLO, R. Dinâmicas recentes do setor sucroenergético no Brasil: competitividade regional e expansão para o Bioma Cerrado. GEOgraphia – Ano 17 – Nº 35 – Dossiê, 2015.
  • [13] CASTILLO, R.; FREDERICO, Samuel. Espaço geográfico, produção e movimento: uma reflexão sobre o conceito de circuito espacial produtivo. Sociedade & Natureza, Uberlândia, 22 (3): 461-474, dez. 2010.
  • [14] CESCON, F. R. P. Migração e unidades prisionais: o cenário dos pequenos municípios do Oeste paulista. Dissertação de Mestrado. Campinas: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – IFCH/UNICAMP, 2012.
  • [15] CÔRREA, D. S. Fusões e Aquisições nos Segmentos Carne Bovina, Óleo de Soja e Sucroalcooleiro. (Tese de Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), 2012.
  • [16] CORRÊA, R. L. A rede urbana. São Paulo: Editora Ática, 1994.
  • [17] DELGADO, G. Mudança técnica na agricultura, constituição do complexo agroindustrial e política tecnológica recente. Cadernos de Ciência & Tecnologia, Brasília, 2(1): 79-97, jan. /abr., 1985.
  • [18] DEMÉTRIO, N. B. População e dinâmica econômica na Região de Governo de Jales: o outro rural do Oeste Paulista. Dissertação de Mestrado. Campinas: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – IFCH/UNICAMP, 2013.
  • [19] ELIAS, D. Globalização e Agricultura. São Paulo: EdUSP, 2003.
  • [20] FAVARETO, A. Paradigmas do Desenvolvimento Rural em Questão. São Paulo: Iglu: FAPESP, 2007.
  • [21] FIBGE. Censo agropecuário 2006.
  • [22] FIBGE. Censo Demográfico de 1920, 1940, 1950, 1960, 1970, 1980, 1991, 2000 e 2010.
  • [23] FIBGE, Séries e Estatísticas Históricas. Disponível em: http://seriesestatisticas.ibge.gov.br. Acesso: 12/01/2017
  • [24] GIDDENS, A. As consequências da modernidade. São Paulo: Editora UNESP, 1991.
  • [25] GONÇALVES, M. F. As engrenagens da locomotiva: ensaio sobre a formação urbana paulista. Tese de doutorado. Campinas: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – IFCH/UNICAMP, 1998.
  • [26] HAGE, F. A. S.; PEIXOTO, M.; VIEIRA FILHO, J. E. R. Aquisição de Terras por Estrangeiros no Brasil: uma Avaliação Jurídica e Econômica. Texto para Discussão. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Brasília/Rio de Janeiro, novembro de 2012.
  • [27] HARVEY, D. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Edições Loyola, 1992.
  • [28] KULCSÁR, L. J.; CURTIS, K. J. Why does rural demography still matter? In: KULCSÁR, L. J.; CURTIS, K. J. (Eds.). Internetional Handbook of Rural Demography. London/New York: Springer, 2012.
  • [29] MARTINE, G. As migrações de origem rural no Brasil: uma perspectiva histórica. In: Fundação SEADE. História e população: estudos sobre a América Latina. São Paulo: Fundação SEADE, 1990.
  • [30] MAZZALI, L. O processo recente de reorganização agroindustrial: do complexo à organização ‘em rede’. São Paulo: Editora UNESP, 2000.
  • [31] MELO, B. M. de. História e memória na contramão da expansão canavieira: um estudo das formas de resistência dos sitiantes do extremo noroeste paulista. Tese de Doutorado. São Carlos: UFSCAR, 2013.
  • [32] MOURA, R. Arranjos urbano-regionais no Brasil: uma análise com foco em Curitiba. Tese de doutorado. Curitiba: Programa de Pós-Graduação em Geografia. Universidade Federal do Paraná, 2009.
  • [33] MÜLLER, G. A dinâmica da agricultura paulista. São Paulo: Fundação SEADE, 1985.
  • [34] NEGRI, B., GONÇALVES, M. F. e CANO, W. O processo de interiorização do desenvolvimento e da urbanização no Estado de São Paulo (1920-1980). In: CANO, W. (Org.). A interiorização do desenvolvimento econômico no Estado de São Paulo (1920-1980). São Paulo: SEADE, 1988, p.5-93.
  • [35] REBORATII, C. Desarrollo Regional y Territorios Privatizados. In: ACUÑA, C.; RIELLA, A. (Org). Território, Sociedad y Región: Perspectivas desde el Desarrollo Regional y Local. Montevideo: Faculdad de Ciencias Sociales, 2003.
  • [36] RENNER, C. R; PATARRA, N. L. Migrações. In: SANTOS; LEYY; SZMRECSÂNYI (org). Dinâmica da População. São Paulo: T. A. Queiróz Editora, 1980.
  • [37] RIBEIRO, A. C. T. Regionalização: fato e ferramenta. In: LIMONAD, E.; HAESBAERT, R.; MOREIRA, R. (org.) Brasil século XXI: Por uma regionalização? Processos, Escalas, Agentes. São Paulo: Max Limonad, 2004. p. 194-212.
  • [38] RIELLA, A.; MASCHERONI, P. Desigualdades sociales y territorios rurales en Uruguay. Revista Pampa, 2011.
  • [39] RODRIGUES, I. A. A Demografia da Vida Rural Paulista. Tese de doutorado. Campinas: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – IFCH/UNICAMP, 2001.
  • [40] SANT´ANA, A. L.; SILVA, F. C. da; MODENESE, V. da S.; SANT´ANA, D. Z.; SOUZA, G. dos S. Qualidade partilhada e relações de sociabilidade entre produtores familiares e consumidores no processo de comercialização direta, no noroeste paulista. In: CONTERATO; M. A.; NIERDELE, P. A.; TRICHES, R. M.; MARQUES, F. C.; SCHULTZ, G. Mercados e Agricultura Familiar: Interfaces, Conexões e Conflitos. Porto Alegre: Via Sapiens, 2013.
  • [41] SANTOS, M. Técnica, espaço, tempo. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2013 (5ª ed.).
  • [42] SANTOS, M. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2002.
  • [43] SANTOS, M. A urbanização brasileira. São Paulo: HUCITEC, 1993.
  • [44] SASSEN, S. As cidades na economia mundial. São Paulo: Studio Nobel, 1998.
  • [45] SAWYER, D.; RIGOTTI, J. I. R. Migrantion and Spatial Distribution of Rural Population in Brazil, 1950-2050. In: 24th General Population Conference of the International Union for Scientific Study of Population (IUSSP): Salvador, September 18-24, 2001.
  • [46] SILVA, J. G. da. O novo rural brasileiro. Campinas: UNICAMP. IE, 1999a.
  • [47] SILVA, M. A. M. Errantes do Fim do Século. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1999b.
  • [48] SINGER, P. Migrações internas: considerações teóricas sobre o seu estudo. In: MOURA, H. (Org.). Migração interna: textos selecionados. Fortaleza: Banco do Nordeste do Brasil S.A., 1980.
  • [49] TARTAGLIA, J.C; OLIVEIRA, O. L. Agricultura Paulista e sua Dinâmica Regional (1920-1980). In: CANO, W. (Org.). A interiorização do desenvolvimento econômico no Estado de São Paulo (1920-1980). São Paulo: SEADE, 1988, p.5-93.
  • [50] WANDERLEY, M. N. B. Um saber necessário: os estudos rurais no Brasil. Campinas: Editora da Unicamp, 2011.
Como citar:

Demétrio, Natália Belmonte; Baeninger, Rosana; "População, Urbanização e Globalização da Agricultura: Notas Sobre o Rural Paulista no Século 21", p. 260-281 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-2990, DOI 10.5151/xgtmigracao-16

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações