Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

PERCURSOS URBANOS: UMA ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE SOB A PERSPECTIVA DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

MORANO, Raquel Pessoa; SANTIAGO, Zilsa Maria Pinto;

Artigo completo:

Trata da funcionalidade do espaço urbano no que diz respeito às condições de mobilidade e acessibilidade dos pedestres, com ênfase nas pessoas com deficiência visual (PcDV). Objetiva avaliar as condições de acessibilidade para estas pessoas. Recorte espacial - trecho da Avenida Bezerra de Menezes - corredor de grande fluxo em Fortaleza, após obra viária concluída em 2015. A metodologia se apoiou em: Entrevistas; Avaliação Pós-Ocupação; Passeio acompanhado e Percursos comentados. A metodologia foi importante para o entendimento de como as PcDV se relacionam com a cidade, permitindo, ainda, uma melhor comparação das referências normativas e o que realmente está sendo aplicado na cidade.

Artigo completo:

Palavras-chave: Acessibilidade; Mobilidade urbana; Deficiência visual.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/eneac2018-017

Referências bibliográficas
  • [1] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR9050: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos.Rio de Janeiro, 2015. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR16537: Acessibilidade –Sinalização tátil no piso –Diretrizes para elaboração de projetos e instalação.Rio de Janeiro, 2016. BRASIL. Decreto Federal n. 5.296, de dezembro de 2004. Regulamenta as Leis nos 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Brasília, 2000. BRASIL. Lei nº 13.146, de julho de 2015.Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília, 2015. BRADDOCK, David L.; PARISH, Susan L. An institutional history of disability. Department of Disability and Human Development, Universidade de Ilinois: Chicago, 2000. CEARÁ. Guia de Acessibilidade: Espaços públicos e edificações.Elaboração: Nadja G.S. Dutra Montenegro; Zilsa Maria Pinto Santiago; Valdemice Costa de Sousa. Fortaleza: SEINFRA-CE, 2009. DISCHINGER, Marta. Designing for alll senses: Accessible spaces for visually impaired citizens. 2000. 260f. Thesis (for the degree of Doctor of Philosophy) -Department of Space and Process Schoolof Architecture, Chalmers University of Technology, Göteborg, Suécia, 2000. GODOY, Arllda Schmidt. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades: Uma revisão histórica dos principais autores e obras que refletem esta metodologia de pesquisa em Ciências Sociais.Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 2, p. 57-63. Mar/Abr 1995. IBGE, Censo Demográfico, 2010: Disponível em http://www.ibge.censo2010.gov.brAcesso em: 01/12/2017. MAMEDE, Lia. VISITABILIDADE-VIVÊNCIABILIDADE EM ASSENTAMENTOS INFORMAIS um estudo da acessibilidade de percursos urbanos no Conjunto Santa Terezinha, em Fortaleza- CE. UFRN, 201 MORANO, Raquel Pessoa. Relatório da Disciplina Estágio Docência. Programa de Pós- Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Design da Universidade Federal do Ceará. Fortaleza: UFC, 2017. SANTIAGO, Zilsa Maria Pinto; DO NASCIMENTO, Raquel Martins. Avaliação das Condições de Microacessibilidade física na Avenida Bezerra de Menezes Pós-Transfor. In: Anais do V ENEAC – Encontro Nacional de Ergonomia do Ambiente Construído. Rio de Janeiro: PUC-RJ, 2014. SECRETARIA DE MOBILIDADE (SeMob). Plano Nacional de Mobilidade. Brasília, 2007. SILVA, Idari Alves da. Construindo a cidadania: uma análise introdutória sobre o direito à diferença. Dissertação (Mestrado em História Social) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2002. THIBAUD, Jean-Paul. Regards en action. Ethnométhodologie des espaces publics. Bernin: A la Croisée, 2002. VILLAÇA, Flávio. Espaço Intra-Urbano no Brasil. São Paulo: Ed.Studio Nobel: FAPESP: Licoln Institute, 1998.
Como citar:

MORANO, Raquel Pessoa; SANTIAGO, Zilsa Maria Pinto; "PERCURSOS URBANOS: UMA ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE SOB A PERSPECTIVA DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL", p. 261-272 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/eneac2018-017

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações