Setembro 2016 vol. 2 num. 4 - XI Seminário de Pesquisa em Ciencias Humanas

Artigo - Open Access.

Idioma principal

PARTICIPAÇÃO DAS MULHERES TRABALHADORAS DAS FÁBRICAS TÊXTEIS NOS BOICOTES E PARALIZAÇÕES NO PERÍODP DE 1889 A 1930 NA CIDADE DE SÃO PAULO

BHERING, Mariana Cunha;

Artigo:

Com o fim da escravidão, a liberação para a monocultura viabilizou-se a produção de café, a produção têxtil entre outros. A partir de 1889 nas fábricas têxteis a grande maioria eram mulheres e menores de idade que recebiam os menores salários e eram tidos como mais fáceis de disciplinar. As instituições como o Centro de Centro dos Industriais Fiação e Tecelagem, refere-se muitas vezes por envolvimento em paralisações criaram meios de registrar o que era considerado um comportamento contra a ordem, por meio das cartas circulares os donos das fábricas trocavam informações sobre trabalhadores que exigiam melhores condições de trabalho ou tivesse um outro comportamento não aceito. A atividade do trabalho será tomada como fio condutor da análise do problema da mulher, pois, deste surgem os empecilhos ou incentivos a sua participação política e que gera a problemática da pesquisa, de que maneira a mulher participava das organizações de movimentos e quais eram o discurso e práticas dos patrões. Desse modo, as cartas circulares revelam a participação de mulheres nas mobilizações e perseguição dos patrões para garantir a não contratação delas em outras fábricas.

Artigo:

Palavras-chave: mulheres, trabalho, participação.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/sosci-xisepech-gt12_46

Referências bibliográficas
  • [1] ABREU, Marcelo de Paiva (org.). A ordem do Progresso: cem anos de política econômica republicana, 1889-1989. Rio de Janeiro: Elsevier, 1990
  • [2] BATALHA, Claudio Henrique Moraes. O movimento operário na primeira República. Rio de janeiro: Zahar.
  • [3] BLASS, Leila Maria da Silva. Imprimindo a própria história. O movimento dos trabalhadores gráficos de São Paulo nos fins dos anos 20. Edições Loyola – São Paulo, 1986.
  • [4] CARLINI. Angélica Lucia. Mulheres de bairro de São Paulo. São Paulo, PUC. Dissertação de mestrado – PUC, 1995
  • [5] CASAGRANDE, Nancy dos Santos. Os Bastidores do Discurso Político Sindical. Dissertação de Mestrado. PUC SP, 1996.
  • [6] DIAS, Maria Odilia da Silva. Quotidiano e poder em São Paulo – século XIX. São Paulo, Brasiliense, 1984
  • [7] HANNER, June E. A mulher brasileira e suas lutas sociais e políticas, 1850-193 São Paulo: Brasiliense, 1981.
  • [8] HOBSBAWM, Eric J. Mundos do Trabalho. Novos estudos sobre História operária. Coleção Oficina da História. Rio Janeiro: Paz e Terra, 2000.
  • [9] LEITE, Miriam Moreira. Outra Face do Feminismo: Maria Lacerda de Moura, Miriam Lifchitz Moreira Leite. São Paulo: Ática, 1984.
  • [10] MATOS, Maria Izilda Santos de. Trama e poder: um estudo sobre as indústrias de sacaria para o café. 3 ed., Rio de Janeiro: Sette Letras, 1997
  • [11] _____________Por uma história da mulher. Bauru, SP: EDUSC, 2000.
  • [12] PENA, Maria Valéria Junho. Mulheres e trabalhadoras: presença feminina na constituição do sistema fabril. – Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1981.
  • [13] RAGO, Margareth. Trabalho Feminino e Sexualidade in História das mulheres no Brasil. PRIORE,
  • [14] Mary Del (org.) – 3 ed – São Paulo: Contexto, 2000.
  • [15] _____________________ Do Cabaré ao Lar – A utopia da cidade disciplinar – Brasil 1890-1930, São Paulo, Paz e Terra, 1997.
  • [16] STOLCKE, Verena. Mulheres e Trabalho. Petrópolis, Estudo Cebrap, 1988.
  • [17] THOMPSON. E. P. A voz do passado. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1922.
  • [18] ______________ A Formação da Classe Operária Inglesa. Oficina de História. São Paulo: Paz e Terra
  • [19] TOLEDO, Edilene. Anarquismo e sindicalismo revolucionário. Trabalhadores e militantes em São Paulo na Primeira República. Ed. Fundação Perseu Abramo, 2004.
  • [20] PERROT, Michelle. Mulheres Públicas, São Paulo: Unesp, 1998.
Como citar:

BHERING, Mariana Cunha; "PARTICIPAÇÃO DAS MULHERES TRABALHADORAS DAS FÁBRICAS TÊXTEIS NOS BOICOTES E PARALIZAÇÕES NO PERÍODP DE 1889 A 1930 NA CIDADE DE SÃO PAULO", p. 1096-1107 . In: Anais do XI Seminário de Pesquisa em Ciencias Humanas [=Blucher Social Science Proceedings, n.4 v.2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2359-2990, DOI 10.5151/sosci-xisepech-gt12_46

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações