Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Novos campi universitários de instituições públicas: análise de uma biblioteca à luz da Ergonomia do Ambiente Construído

New university campuses of public institutions: an analysis of a library from the perspective of the Built Environment Ergonomics

Araújo, Gael; Santos, Tatiane; Banks, Raphaela; Barros, Bruno;

Artigo completo:

O processo de difusão de universidades públicas no Brasil tem permitido levar o conhecimento a áreas mais remotas do país, fora dos tradicionais eixos das capitais. Aliado às novas tecnologias de sistemas modulares pré-moldados da engenharia civil, este processo tem tornado possível a rápida construção dos diversos tipos de edificações que compõem os centros universitários, o que inclui o espaço da biblioteca. Um ambiente destinado ao desenvolvimento de atividades de estudo e pesquisa, como uma biblioteca universitária, que se distancie das recomendações de normas de conforto ambiental e ergonômico, pode ser incapaz de fornecer bem-estar ao indivíduo, desestimulando sua permanência e comprometendo a realização das atividades indicadas para esse espaço. Dentro deste contexto, a corrente pesquisa repousou o foco na análise de uma biblioteca recém construída de uma universidade pública localizada no interior do nordeste brasileiro. Para a condução procedimental, lançou-se mão da Metodologia Ergonômica para o Ambiente Construído (MEAC), proposta por Villarouco (2007). A investigação apontou diversas incoerências no que tange ao leiaute, conforto ambiental e organização do espaço, o que tornou possível a elaboração de uma série de recomendações ergonomizadoras direcionadas à biblioteca.

Artigo completo:

The recent dissemination of new public university campuses in Brazil has allowed knowledge to be taken to more remote areas of the country, outside the traditional locations of capitals. Allied to the new technologies of precast modular systems of civil engineering, this process has made possible the rapid construction of the different types of buildings that are part of the university centers, which includes the library space. An environment designed for the development of study and research activities, such as a university library, which deviates from the recommendations for environmental and ergonomic comfort standards, may be unable to provide well-being to the individual, discouraging their permanence and compromising the performance of activities indicated for that space. Within this context, the current research rested the focus on the analysis of a newly built library of a public university located in the interior of northeastern Brazil. For procedural guidance, the Ergonomic Methodology for the Built Environment (MEAC), proposed by Villarouco (2007), was used. The investigation pointed out several inconsistencies in terms of layout, environmental comfort and space organization, which made it possible to develop a series of ergonomic recommendations directed to the library.

Palavras-chave: Ergonomia do ambiente construído, análise ergonômica, biblioteca, MEAC,

Palavras-chave: Built environment ergonomics, ergonomic analysis, library, MEAC,

DOI: 10.5151/eneac2020-50

Referências bibliográficas
  • [1] -
Como citar:

Araújo, Gael; Santos, Tatiane; Banks, Raphaela; Barros, Bruno; "Novos campi universitários de instituições públicas: análise de uma biblioteca à luz da Ergonomia do Ambiente Construído", p. 565-579 . In: Anais do VIII Encontro Nacional de Ergonomia do Ambiente Construído e do IX Seminário Brasileiro de Acessibilidade Integral. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/eneac2020-50

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações