Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

NOVAS FORMAS DE USO DO ESPAÇO DOMÉSTICO

COSTA FILHO, Lourival; VILLACORTA, Juliana;

Artigo completo:

Este artigo abordou pernambucanos sobre o ambiente onde certas atividades domésticas ocorriam,
tendo como objetivo identificar novas formas de uso do espaço doméstico. Para tal, foi realizada uma
pesquisa exploratória on-line que apurou uma grande flexibilidade nos locais de ocorrência de
diversas atividades e novas formas de uso do espaço doméstico.

Artigo completo:

Palavras-chave: espaço doméstico; atividades domésticas; ergonomia do ambiente construído.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/eneac2018-049

Referências bibliográficas
  • [1] ARAÚJO, Anete Regis Castro de. Espaço privado moderno e relações sociais de gênero em Salvador: 1930-1949. 2003. 327f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Arquitetura, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2003. BRANDÃO, Douglas Q. Diversidade e potencial de flexibilidade de arranjos espaciais de apartamentos: uma análise do produto imobiliário no Brasil. 2002. 429f. Tese (Doutorado), Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002. CAMARGO, Érica Nogueira de. Desenho e uso do espaço habitável do apartamento metropolitano na virada do século 21: um olhar sobre o tipo “dois - dormitórios” na cidade de São Paulo. 2003. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. COSTA FILHO, Lourival Lopes. Discussão sobre a definição dimensional em apartamentos: contribuição à ergonomia do ambiente construído. 2005. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós- Graduação em Design, Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2005. MARCONI, Marina A.; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia Científica. São Paulo: Atlas, 2004. MACEDO, Priscila Ferreira de. Habitação mínima em Natal (RN): dimensionamento e funcionalidade na produção do mercado imobiliário. 2017. Memorial de Dissertação (Mestrado) Programa de Pós- Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, 2017. MONT’ALVÃO, Cláudia. A ergonomia do ambiente construído no Brasil. In: MONT’ALVÃO, Cláudia; VILLAROUCO, Vilma. (Orgs). Um novo olhar para o projeto: a ergonomia no ambiente construído. Teresópolis, RJ: 2AB, 201 p. 13-24. MORAES, Anamaria de. Prefácio. In: MORAES, Anamaria de. (Org.). Ergodesign do ambiente construído e habitado: ambiente urbano, ambiente público, ambiente laboral. Rio de Janeiro: iUsEr, 2004. p. 7-15. PANERO, Julius; ZELNIK, Martin. Dimensionamento humano para espaços interiores. Barcelona: Gustavo Gili, 2002. TRAMONTANO, Marcelo. Novos modos de vida, novos espaços de morar: São Paulo, Paris, Tokyo. In: SEMINÁRIO DE HISTÓRIA DA CIDADE E DO URBANISMO, 4, 1996, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: UFRJ, 1996. p. 973-979. TRAMONTANO, Marcelo; BENEVENTE, Varlete. [Re]Programas: as e-pesquisas nomads sobre comportamentos & espaços de morar. In: CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA DE CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL, ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 10, 2004, São Paulo. Anais... São Paulo: ANTAC, 2004. VERÍSSIMO, Francisco S.; BITTAR, William S. M. 500 Anos da Casa no Brasil. Rio de Janeiro: Ediouro, 1999. VILLAROUCO, Vilma. Tratando de ambientes ergonomicamente adequados: seriam ergoambientes? In: MONT’ALVÃO, Cláudia; VILLAROUCO, Vilma. (Orgs). Um novo olhar para o projeto: a ergonomia no ambiente construído. Teresópolis, RJ: 2AB, 201
Como citar:

COSTA FILHO, Lourival; VILLACORTA, Juliana; "NOVAS FORMAS DE USO DO ESPAÇO DOMÉSTICO", p. 691-701 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/eneac2018-049

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações