Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

IMOBILIZAÇÃO COVALENTE MULTIPONTUAL E CARACTERIZAÇÃO PARCIAL DA LIPASE DE Aspergillus niger EM PÓ DE SABUGO DE MILHO.

BATISTA, V. G.; MONTI, R.; GALÁN, J. P. M.; PAULA, A. V. DE;

Artigo Completo:

O Brasil é um dos maiores produtores de milho do mundo e o grande volume de produção implica na geração de muitos resíduos. Um deles é o pó do sabugo, um material lignocelulósico com grande potencial para ser utilizado como suporte em imobilização de enzimas. Neste contexto, este trabalho teve por objetivo imobilizar a lipase de Aspergillus niger em pó de sabugo de milho, empregando-se o método de ligação covalente multipontual, e caracterizar o derivado imobilizado com relação aos seus valores ótimos de pH, temperatura e estabilidade (térmica e ao pH). Para isso, o suporte utilizado foi previamente funcionalizado com grupamentos glioxil, fornecendo um rendimento de imobilização de 39%. O derivado imobilizado por ligação covalente apresentou pH ótimo de 6,5 e temperatura ótima de 35°C. Com relação à estabilidade térmica, o biocatalisador apresentou maior estabilidade em temperaturas de até 45°C. Finalmente, o biocatalisador apresentou boa estabilidade em faixas de pH alcalino. Portanto, esta metodologia de imobilização mostrou-se adequada para imobilização da lipase de Aspergillus niger, permitindo a obtenção de um derivado imobilizado com satisfatória estabilidade.

Artigo Completo:

Palavras-chave: lipase,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-248

Referências bibliográficas
  • [1] BASSAN, J. C. et al. Immobilization of Trypsin in Lignocellulosic Waste Material to Produce Peptides with Bioactive Potential from Whey Protein. Materials, v. 9, n. 357, mai. 2016.
  • [2] BORNSCHEUER, UT; HUISMAN, GW; KAZLAUSKAS, RJ; LUTZ, S; MOORE, JC and ROBINS, K. 201 Nature, 485: 185-194.
  • [3] BON, E. P. S.; FERRARA, M. A.; CORVO, M. L. Enzimas em Biotecnologia: Produção, Aplicações e Mercado. 1. ed. Rio de Janeiro: Interciência, 2008. 506 p.
  • [4] CAO, L. 2005. Immobilised enzymes: science or art? Curr Opin Chem Biol 9(2): 217-226.
  • [5] MARCONI, W. 1989. Immobilized enzymes: their catalytic behaviour and their industrial and analytical applications. Reactive Polymers , 11, 1-19.
  • [6] MIRANDA, R. A. Um Ano de Extremos para a Produção de Milho. Embrapa, nov. 201 Disponível em: . Acesso em: 7 fev. 2017.
  • [7] PAULA, A. V. Reestruturação da gordura do leite por interesterificação enzimática empregando lipase imobilizada: otimização das condições reacionais e operacionais. 2011. 184 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola de Engenharia de Lorena, Universidade de São Paulo, Lorena, 2012.
  • [8] SAID, S.; PIETRO, R. C. L. R. Enzimas como agentes biotecnológicos. 2. ed. Ribeirão Preto: Legis Summa, 2014. 383 p.
Como citar:

BATISTA, V. G.; MONTI, R.; GALÁN, J. P. M.; PAULA, A. V. DE; "IMOBILIZAÇÃO COVALENTE MULTIPONTUAL E CARACTERIZAÇÃO PARCIAL DA LIPASE DE Aspergillus niger EM PÓ DE SABUGO DE MILHO.", p. 1375-1380 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-248

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações