Artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Imagens digitais pela divulgação científica: o caso do Covid-19 nas mídias sociais

Digital images for science communication: the case of Covid-19 on social media

SATO, Susana Narimatsu; MAZZILLI, Clice de Toledo Sanjar;

Artigo:

A nova visibilidade da ciência em decorrência da crise do Covid-19 tem evidenciado um problema antigo: apesar da consciência dos cientistas sobre sua responsabilidade de difundir o conhecimento e avanços alcançados no âmbito de suas pesquisas, a comunicação entre instituições científicas e sociedade costuma ser intrincada. Jargões técnicos, linguagem hermética e modelos inacessíveis agravam o distanciamento entre a academia e um público mais amplo. Esta pesquisa investiga o emprego de recursos imagéticos na democratização e divulgação de conhecimentos científicos dentre a comunidade leiga. Por seu “caráter direto” (DONDIS, 2007: 6) e engajador, as imagens favorecem a transmissão de mensagens complexas, o que torna benéfica, por exemplo, a associação entre cientistas e designers para representarem os “dados na linguagem das pessoas, e não na linguagem dos dados” (CIUCCARELLI, 2012: 82). Considerando a fácil reprodução e disseminação das imagens digitais (MONTAÑEZ, 2016), concentramo-nos em visualizações que circulam em mídias sociais. Pela recuperação e sistematização de rastros deixados na internet, das “zonas de contato” (FAUSTO NETO, 2010: 65), espera-se identificar aspectos formais (sintáticos) que impulsionam a circulação e a propagação das imagens. Perscrutaremos elementos visuais como: técnica de produção, estrutura, diagramação, escala cromática, tipografia e propriedades multimídia. O corpus decorrerá de postagens que abordem a temática do Covid-19. A observação do trabalho de curadoria realizado por determinados usuários (propagadores), assim como a detecção de padrões de compartilhamento, podem favorecer o delineamento de táticas que beneficiem a difusão de conhecimento científico.

Artigo:

The new visibility of Science as a result of the Covid-19 crisis has highlighted an old problem: despite the scientists’ awareness of their responsibility to disseminate the knowledge and advances achieved in the scope of their research, communication between scientific institutions and society is often intricate. Technical jargons, obscure language and inaccessible models aggravate the gap between academia and a wider audience. This research investigates the use of imagetic resources in the democratization and dissemination of scientific knowledge among the lay community. Due to their engaging and “direct character” (DONDIS, 2007: 6), images favor the transmission of complex messages, which makes it beneficial, for example, the association between scientists and designers to represent “data in people's language, and not in the language of data” (CIUCCARELLI, 2012: 82). Due to digital imagery’s easy reproduction and dissemination (MONTAÑEZ, 2016), we focus on visualizations that circulate on social media. By recovering and systematizing tracks left on the internet, on “contact zones” (FAUSTO NETO, 2010: 65), we expect to identify formal (syntactic) aspects that drive the circulation and spread of these images. We will examine visual elements such as: production technique, structure, diagramming, chromatic scale, typography and multimedia properties. The corpus will result from posts relating to Covid-19. Observation of the curatorial work carried out by certain users (propagators), as well as the detection of sharing patterns, can favor the detection of tactics that benefit the dissemination of scientific knowledge.

Palavras-chave: design da informação; comunicação científica; imagens digitais,

Palavras-chave: information design; scientific communication; digital images,

DOI: 10.5151/4spdesign-4spdesign_36

Referências bibliográficas
  • [1] CIUCCARELLI, P. 2012. Turning visualisations into stories and ‘big pictures’. In: RENDGEN, S. & WIEDEMANN, J. (eds.). Information Graphics: 77-95. Berlin: Taschen.
  • [2] DONDIS, D. 2007. A sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes.
  • [3] FAUSTO NETO, A. 2010. As bordas da circulação. Alceu 10(20): 55-69.
  • [4] MONTAÑEZ, A. 2016. How science visualization can help save the world. In: SA Visual - Scientific American Blogs , 01/12/2020.
Como citar:

SATO, Susana Narimatsu; MAZZILLI, Clice de Toledo Sanjar; "Imagens digitais pela divulgação científica: o caso do Covid-19 nas mídias sociais", p. 75-76 . In: Anais do 4º SPDesign - Seminário de Pesquisa do PPG Design FAU USP. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/4spdesign-4spdesign_36

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações