Outubro 2019 vol. 6 num. 3 - 7º Simpósio Design Sustentável

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

DESIGN.COM: práticas simpoiéticas no design contemporâneo

Costa, Diego; Szaniecki, Barbara; Tibola, Talita; Biz, Pedro;

Artigo completo:

Neste artigo procuramos aproximar o conceito de sustentabilidade tal como é percebido no campo do design de uma série de noções propostas por antropólogos e filósofos tais como Bruno Latour, Tim Ingold e Donna Haraway. A sustentabilidade pode ser alcançada pela criação de redes, malhas e string figures. A partir dessas formulações teóricas, procuramos apreender práticas que possam orientar o design para a sustentabilidade. São elas as drawing things together de Latour, o making de Ingold e, sobretudo, as práticas simpoiéticas propostas por Haraway. Por fim, apresentamos alguns experimentos articulando design de serviço e design gráfico realizados na Esdi/UERJ. Nosso intuito foi o de testar ferramentas assim como aproximar a noção de sustentabilidade de uma percepção antropológica de estar no mundo com outros.

Artigo completo:

Palavras-chave: Práticas simpoiéticas. Making. Drawing things together. Design para sustentabilidade. Design de serviço. Design de comunicação,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/7dsd-3.2.057

Referências bibliográficas
  • [1] BIZ, Pedro; COSTA, Diego; THEMOTEO, Pedro; SOARES, Flávia; SZANIECKI, Bárbara e ANASTASSAKIS, Zoy. Design micelial. Uma proposta para agricultura urbana a partir dos projetos do Laboratório Espaços Verdes da ESDI-UERJ. Lugar Comum: Estudos de mídia, cultura e democracia. Universidade Nômade, n. 53, mai.-dez. 2018.
  • [2] GUATTARI, Félix. Les trois écologies. Paris: Galilée, 1989.
  • [3] HARAWAY, Donna. Staying with the trouble: making kin in the Chthulucene. Durham and London: Duke University Press, 2016.
  • [4] INGOLD, Tim. Une brève histoire des lignes. Éditions Zones Sensibles, 2011.
  • [5] INGOLD, Tim. Making – anthropology, archeology, art and architecture. London and New York: Routledge, 2013.
  • [6] INGOLD, Tim. Estar vivo: ensaios sobre movimento, conhecimento e descrição. Petrópolis: Vozes, 2015.
  • [7] LATOUR, Bruno. Changer de société. Refaire de la sociologie. Paris: La Découverte, 2006.
  • [8] LATOUR, Bruno. Um Prometeu cauteloso? Alguns passos rumo a uma filosofia do design (com especial atenção a Peter Slotedijk). Palestra para o encontro Networks of Design, da Design History Society. Falmouth, Cornualha, 3 de setembro de 200 http://filosofiadodesign.com/wp-content/uploads/2014/10/Prometeu-cauteloso.pdf
  • [9] MANZINI, Ézio. Design para a inovação social e sustentabilidade: comunidades criativas, organizações colaborativas e novas redes projetuais. Rio de Janeiro: E-papers, 2008.
  • [10] PAPANEK, Victor. Design for the real world: human ecology and social change. New York: Pantheon Books, 1971.
Como citar:

Costa, Diego; Szaniecki, Barbara; Tibola, Talita; Biz, Pedro; "DESIGN.COM: práticas simpoiéticas no design contemporâneo", p. 632-640 . In: . São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/7dsd-3.2.057

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações