outubro 2019 vol. 6 num. 3 - 7º Simpósio Design Sustentável

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

Design e artesanato: uma prática para valorização cultural e geração de renda na comunidade de Araçuaí

Engler, Rita de Castro; Melo, Viviane da Cunha; Mourão, Nadja Maria;

Artigo completo:

O objetivo deste trabalho é identificar como a atuação do design em parcerias com grupos de produção artesanal, pode favorecer o desenvolvimento de produtos, com valor mercadológico. Acredita-se que este modelo de atividade possa contribuir para o aumento da geração de renda em comunidades que se encontram às margens da sociedade. Por delimitação da pesquisa, apresenta-se um recorte e a análise do desenvolvimento de Oficinas em Design, para um grupo de artesãos da Cooperativa Dedo de Gente, da comunidade de Araçuaí, em Minas Gerais. A metodologia abordou uma revisão da literatura, em pesquisa qualitativa de natureza aplicada. As oficinas são o objeto de estudo deste artigo. Observou-se que o design pode contribuir com o artesanato executando práticas para melhoria estética do produto artesanal, de forma a valorizar a cultura, a identidade e as tradições da comunidade. O desenvolvimento das Oficinas de Design e Artesanato exerceu um impacto significativo no sistema de produção da fabriqueta de resíduos de madeira da Cooperativa. Foi possível observar que as atividades da Oficina de Identidade, cultura material e imaterial proporcionaram conhecimentos do território, levando os participantes a valorizarem as características locais. A conclusão da oficina em processo criativo apresentou, na criação de novos produtos, que as metodologias apresentadas e adotadas evidenciam inovação, além de congregar e revelar os aspectos socialmente relevantes da comunidade.

Artigo completo:

Palavras-chave: Design, artesanato, valorização cultural, empreendedorismo, Cidade de Araçuaí,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/7dsd-1.1.003

Referências bibliográficas
  • [1] BORGES, A. Designer não é Personal Trainer e outros escritos. 2 ed. São Paulo: Edições Rosari. 2003.
  • [2] _______. Design + artesanato: o caminho brasileiro. São Paulo: Editora Terceiro Nome, 2011.
  • [3] CANCLINI, N. G. Culturas Híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. Trad. Heloísa Pezza Cintrão, Ana Regina Lessa. ed. – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2000
  • [4] CAVALCANTI, Virgínia; ANDRADE, Ana Maria; SILVA, Germannya. Design, sustentabilidade e artesanato: reflexões e práticas metodológicas. Cadernos de Estudos Avançados em design: Sustentabilidade I. Org.: Dijon de Moraes e Lia Krucken. 2 Ed. Barbacena: EdUEMG, 2013.
  • [5] CROCCO, Heloísa. Artesanato e Design, História de uma Convergência. Arcdesign, São Paulo, n.13, p. 26-29, jul/ago. 2000.
  • [6] DEDO DE GENTE. Disponível em: . Acesso em: 08 abr. 2019.
  • [7] DENIS, Rafael Cardoso. Uma Introdução à História do Design. São Paulo: Edgard Blucher, 2000.
  • [8] ENGLER, R. ; FREITAS, A. ; KRUCKEN, L. ; CAMPOS, R. Design Participativo: uma experiência no Vale do Jequitinhonha. 1º edição, Belo horizonte, Editora: EdUEMG, 2010.
  • [9] ENGLER, Rita de Castro; MOURÃO, Nadja Maria; "Design, artesanato e empreendimentos criativos: caminhos para sustentabilidade", p. 307 -324. In: OLIVEIRA, Alfredo Jefferson de; FRANZATO, Carlo; GAUDIO, Chiara Del. Ecovisões projetuais: pesquisas em design e sustentabilidade no Brasil. São Paulo: Blucher, 2017.
  • [10] FRANÇA, R. A. Design e artesanato: uma proposta social. Revista Design em Foco, vol. II, núm. 2, julho-dezembro, 2005, pp. 9-15.
  • [11] GODOY, Arilda Schmidt. Introdução a Pesquisa Qualitativa e sua Possibilidades. Revista de Administração de Empresas São Paulo, v. 35, n. 2, p. 57-63. 1995.
  • [12] MANZINI, E.; MERONI, A. Emerging user demands for sustainable solutions, EMUDE. In MICHAEL, R. (Ed.). Design research now: essays and selected projects. Basel: Birkhäuser, 2007. p. 157-179.
  • [13] MANZINI, E. (org.). Design para a Inovação Social e Sustentabilidade: Comunidades Criativas, Organizações Colaborativas e Novas Redes Projetuais. Rio de Janeiro: e-Papers, 2008.
  • [14] MOURÃO, Nadja. Sustentabilidade com resíduos vegetais na produção artesanal: uma prática de design sistêmico em Chapada Gaúcha. Pensamentos em Design: aspectos tangíveis e intangíveis da pesquisa. Belo Horizonte. 2013.
  • [15] MOURÃO, Nadja; MARTINS, Daniela. Sabores e Saberes das Geraes: Uma abordagem em Food Design. Org. Rita de Castro Engler. Editora: EdUEMG, Barbacena, 2014.
  • [16] NIEMEYER, L. Elementos de semiótica aplicados ao design. Rio de Janeiro: 2AB, 2007.
  • [17] PAZMINO, Ana Verónica. Uma reflexão sobre Design Social, Eco Design e Design Sustentável. I Simpósio Brasileiro de Design Sustentável. Curitiba, p. 4-6, 2007.
  • [18] SEBRAE. Quer investir no Artesanato? Saiba mais sobre esse mercado.Postado em: 13 mar. 2019. Disponível em: .Acesso em: 08 abr. 2019.
  • [19] ______. Programa Sebrae de Artesanato: Termo de Referência. São Paulo, 2004.
  • [20] SMITH, Adam. A Riqueza das Nações. Trad. Alexandre Amaral Rodrigues e Eunice Ostrensky, São Paulo: Martins Fontes, 1a ed., 2003.
  • [21] SOUZA, R.E. Design e comunicação: estratégias para o mercado artesanal. Anais do 5º ENP Moda, Novo Hamburgo: Editora Fevale, v. 5, 2015.
Como citar:

Engler, Rita de Castro; Melo, Viviane da Cunha; Mourão, Nadja Maria; "Design e artesanato: uma prática para valorização cultural e geração de renda na comunidade de Araçuaí", p. 24-34 . In: . São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/7dsd-1.1.003

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações