Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

COR E PERCEPÇÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA

SOARES, Cristiana; BARROS, Bruno;

Artigo completo:

O uso equivocado de uma paleta de cores em um ambiente pode prejudicar diretamente a qualidade do espaço. Como exemplo, temos os ambientes de estudo, os quais requerem uma composição cromática adequada, que influencie de forma positiva os estudos dos alunos. Dentro deste contexto, esta pesquisa buscou realizar uma análise da percepção cromática de uma biblioteca universitária. A composição cromática do espaço foi analisada sob dois aspectos, a saber: 1. sob a ótica da literatura; e 2. sob a ótica dos usuários (estudantes da instituição). A pesquisa identificou indutivamente uma composição cromática monótona e desestimulante sob os dois aspectos estudados.

Artigo completo:

Palavras-chave: Percepção ambiental; cor; biblioteca.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/eneac2018-059

Referências bibliográficas
  • [1] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR7195:1995 - Cores para Segurança. CARNEIRO, Rosângela Maria de Souza. A cor nas salas de aula do ensino médio [dissertação]: recomendações com base em estudos de escolas em Florianópolis - Florianópolis, SC, 2012. COSTI, M. A INFLUÊNCIA DA LUZ E DA COR EM CORREDORES E SALAS DE ESPERA HOSPITALARES. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2002. DEL RIO, Vicente. Cidade da Mente, Cidade Real: Percepção Ambiental e Revitalização na Área Portuária do RJ. In: DEL RIO, Vicente; OLIVEIRA, Lívia (Orgs). Percepção ambiental: A experiência brasileira, p. 3-22, 2ª ed. São Paulo: Studio Nobel, 1999. FONSECA, Juliane Figueiredo. A Contribuição da ergonomia ambiental na composição dos ambientes construídos de locais de trabalho de escritório. Dissertação de Mestrado – Departamento de Artes e Design, PUC do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2004. GURGEL, Mirian. Organizando espaços: Guia de decoração e reforma de residências. 2º edição. São Paulo: Editora Senac, 2012. HELLER, Eva. A psicologia das cores: Como as cores afetam a emoção e a razão. 1º edição. São Paulo: Gustavo Gali, 2013. IIDA, Itiro. Ergonomia: projeto e produção. 2ª edição rev. e ampl. São Paulo: Blucher, 2005. LACY, Marie Louise. O poder das cores no equilíbrio dos ambientes. 5º ed. São Paulo: Pensamento, 201 144p. MATEUS, Tiago Henrique de. et al. Avaliação Luminotécnica nas Salas de Aula da Unidade VII no campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Anais da 57º Reunião Anual da SBPC. Fortaleza, CE – Julho, 2015. OKAMOTO, Jun. Percepção Ambiental e Comportamento. São Paulo: Mackenzie,2002. PRADO, Heloisa, 2003. A Organização e administração de bibliotecas. 2ª Ed. São Paulo: T.A Queiroz. P. 129 e 130. RANGEL, Márcia Moreira; MONT’ALVÃO, Cláudia. A observação do comportamento do usurário para o wayfinding no caminho construído. 15º ERGODESIGN – Congresso Internacional de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces. Recife, PE, junho de 2015. RAPUANO GUIDALLI, Cláudia Rocha. Diretrizes para o Projeto de Salas de Aula em Universidades Visando o Bem-Estar do Usuário. Dissertação de mestrado em Arquitetura. UFSC-POSARQ. Florianópolis, 2012. RHEINGANTZ, P. A.; ALCANTARA, Denise de; RIO, Vicente del. A influência do projeto na qualidade do lugar: Percepção da Qualidade em Áreas Residenciais do Rio de Janeiro. Sociedade e Território – Revista de estudos urbanos e regionais - # 39. Rio de Janeiro, dezembro 2005. SILVA, V. L.A; BORMIO, M. F. A importância do uso da cor na interface ambiente x usuário. 1º CONAERG – Congresso Internacional de Ergonomia Aplicada. Recife, Pernambuco, novembro de 2016. SOBRAL, E. R. F.A.; PAIVA, M. M. B.; PORTO, N. R. S.; VILLAROUCO, V. M. Discussão acerca da percepção ambiental, suas ferramentas e cognição. 15º ERGODESIGN – Congresso Internacional de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces. Recife, Pernambuco, junho de 2015. STONE, N. J. Designing effective study environments. Journal of Environmental Psychology, v.21, p.179-190, 200 THOMPSON, S. Color in education. School planing and management; v. 42, n. 12, p. 30- 2; Dec. 2003. Published by Peter Education Group. VASCONCELOS, C. S. F.; SOARES, M. M.; VILLAROUCO, V. M. Avaliação ergonômica do ambiente construído: Estudo de caso em uma biblioteca universitária. Ação Ergonômica – Revista Brasileira de Ergonomia. Ação Ergonômica. Volume 4, número 1, 2009.
Como citar:

SOARES, Cristiana; BARROS, Bruno; "COR E PERCEPÇÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA", p. 808-819 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/eneac2018-059

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações