Resumo - Open Access.

Idioma principal

Complexidade em Design

VILARINHO, V. S.;

Resumo:

Esta pesquisa consiste no estudo da organização de sistemas complexos a partir da compreensão do fenômeno da migração, especificamente a de refugiados sírios na cidade de São Paulo entre os anos de 2013 e 2017. Recorte sobre o qual se busca entender como tal ocorrência se insere na contemporaneidade, como traduz em uma situação de crise, como se torna complexo e quais chaves de reflexão possibilitam, pela ótica do design, depreender encaminhamentos para uma prática de projeto que dialogue com as demandas de complexidade decorrentes de contextos sociais que se qualificam pela larga escala de abrangência e desdobramentos. Considerando este enfoque qualitativo, se propõe investigar e teorizar sobre a dinâmica da migração levando em consideração sua conformação, fluxos e padrões sistêmicos a partir da perspectiva do design, campo que se apresenta como uma opção para a busca por novos processos e instrumentos de observação, pelos quais seja possível apreender fenômenos complexos em sua amplitude de interrelações. A imigração é um fenômeno do qual emergem problemas locais com reverberações globais em amplitudes imprevistas. Tais situações se ampliam em decorrência de crises que surgem de motivos diversos e colocam em questão a necessidade de se entender de modo profundo e ecológico suas ocorrências e consequências. Trata-se de um assunto de alta complexidade, não linear e tampouco simétrico, regular ou previsível. É uma situação de instabilidade, em todos os sentidos. Um problema típico de complexidade sistêmica, um problema perverso, que requer um pensar complexo, relacional.

Resumo:

Palavras-chave: complexidade; design; migração; pensamento sistêmico,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/spddesign-0044

Referências bibliográficas
  • [1] -
Como citar:

VILARINHO, V. S.; "Complexidade em Design", p. 75-76 . In: Anais do 1º Seminário de Pesquisa em Design do Programa de Pós-Graduação em Design da FAUUSP [Blucher Design Proceedings]. São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/spddesign-0044

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações