Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

AS CORES DA CIDADE: ESTUDO DOS CONTRASTES CROMÁTICOS NOS ELEMENTOS DO MOBILIÁRIO URBANO COMO AUXÍLIO À ORIENTABILIDADE DE PESSOAS COM BAIXA VISÃO

PADOAM, Flavia Cunha; BERNARDI, Núbia;

Artigo completo:

Em um meio planejado para a mobilidade de pessoas sem deficiências, é um desafio desenvolver instrumentos que facilitem a locomoção independente e sem riscos para os deficientes visuais na cidade. Este trabalho analisa uma proposta que pode facilitar a orientabilidade de pessoas com baixa visão: a aplicação de cores em elementos arquitetônicos gerando contrastes cromáticos que os evidenciem. Com a aplicação de um teste de percepção cromática junto a pessoas com baixa visão, foi analisada a eficiência do uso das cores em elementos do mobiliário urbano, obtendo resultados promissores e indicando a necessidade de continuação desses estudos.

Artigo completo:

Palavras-chave: baixa visão; contrastes cromáticos; orientabilildade.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/eneac2018-008

Referências bibliográficas
  • [1] Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR9050: Acessibilidade à edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. 3a ed. Rio de Janeiro, 2015. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR9283: Mobiliário Urbano. 1a ed. Rio de Janeiro, 1986. BINS ELY, Vera H. M.; DISCHINGER, Marta; PIARDI, Sonia M. D. G. Promovendo acessibilidade espacial nos edifícios públicos: Programa de Acessibilidade às Pessoas com Deficiência ou Mobilidade Reduzida nas Edificações de Uso Público. Florianópolis: MPSC, 2012. Cartilha do Censo 2010, Pessoas com Deficiência (2012). Disponível em: Acesso em: 10/04/2016. CARVALHO, Keila Mirian M. Visão Subnormal: orientações ao professor do ensino regular, 3ª Edição. Campinas, SP, Editora da Unicamp, 2002. GAMITO, M. M. O. A. Cor no Mobiliário Urbano - Um Factor de Inclusividade, Orientação e Identificação. Tese de Doutorado; Universidade Técnica de Lisboa; Lisboa, 2012. GUIMARÃES, Luciano. A Cor como Informação: a construção biofísica, linguística e cultural da simbologia das cores. São Paulo: Annablume, 2000. MONT’ALVÃO, Claudia, Projeto Cromático para Sistemas Informacionais do Ambiente Construído de EAs. In: MONT’ALVÃO, Claudia; VILLAROUCO, Vilma; Um novo olhar para o projeto – A ergonomia no ambiente construído: RANGEL, Márcia M. Vol 2. Recife: Editora UFPE, 2014. NISHIMORI, Renato A. V. Ferramenta de acessibilidade para deficientes visuais em cores (2013). Disponível em Acesso em 11/04/2016. VARELLA, Drauzio. Deficiência Visual (2012). Disponível em: Acesso em 10/04/2016.
Como citar:

PADOAM, Flavia Cunha; BERNARDI, Núbia; "AS CORES DA CIDADE: ESTUDO DOS CONTRASTES CROMÁTICOS NOS ELEMENTOS DO MOBILIÁRIO URBANO COMO AUXÍLIO À ORIENTABILIDADE DE PESSOAS COM BAIXA VISÃO", p. 146-158 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/eneac2018-008

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações