outubro 2019 vol. 6 num. 3 - 7º Simpósio Design Sustentável

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

Análise dos copos descartáveis após 100 anos de uso

Couto, Claudia Vanessa Oliveira; Oliveira, Alfredo Jefferson de;

Artigo completo:

Este artigo apresenta reflexões em torno do problema do lixo plástico gerado em grande parte pelo uso de copos descartáveis. Eles surgiram na década de 1910 e evoluiram de uma simples solução de saúde para um objeto de conveniência cotidiano. Porém esta conveniência está causando uma poluição plástica sem precedentes. O artigo propõe analisar em que contexto os copos descartáveis surgiram e se estabeleceram. Conclui que o plástico possibilita ótimas soluções para a nosso bem viver, mas o seu uso deve ser restrito e acompanhado. Para lidar com este problema precisamos desenvolver sistemas mais inclusivos, estimulando a participação da sociedade, governo, iniciativa privada e terceiro setor, afim de projetar ações mais eficazes no combate à poluição.

Artigo completo:

Palavras-chave: Copo descartável; Sustentabilidade; Poluição plástica; Reciclagem; Sociedade,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/7dsd-3.1.044

Referências bibliográficas
  • [1] ALIER, Joan Martinez. Da Economia Ecológica ao Ecologismo Popular. 2. ed. Blumenau: Furb, 1998. 402 p.
  • [2] ARMSTRONG, James F. et al (Ed.). Philadelphia, Nurses, and the Spanish Influenza Pandemic of 1918. 2001. Disponível em: . Acesso em: 09 maio 2019.
  • [3] BASTOS, Cláudio Rocha. Embalagens Compostáveis: uma estratégia para a redução de impacto ambiental. 2016. 93 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Metrologia, Metrologia Para Qualidade e Inovação, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: . Acesso em: 28 maio 2019. Yarsley V. E.& Couzens E. G.. 1945Plastics. Middlesex: Penguin Books Limited. Google Scholar
  • [4] BEULAH, France. Uses for Paper Cups and Containers. New York: American Journal of Nursing, 1942.
  • [5] BIOFASE, México. 2016. Disponível em : < http://empresaverde.blogspot.com/2016/12/quando-oabacate-gera-valor.html >. Acesso em: 16 de julho 2019.
  • [6] CREATIVE CARBON SCOTLAND(Scotland). Uses for Paper Cups and Containers. New York: American Journal of Nursing, 1942.
  • [7] CDC (Estados Unidos) . Centers for Disease Control and Prevention. 1946. Disponível em: < https://www.cdc.gov/vaccines/pubs/pinkbook/index.html> Acesso em: 09 maio 2019.
  • [8] CUP CAMPAIGNER (Estados Unidos) (Ed.). Spare The Little Children. 1910. Disponível em: . Acesso em: 09 maio 2019.
  • [9] DEFRA. Waste strategy for England, p. 127. Norwich, UK: 2007. Disponível em < https://assets.publishing.service.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/228536/7086.pdf> Acesso em: 18 de julho 201
  • [10] HOPEWELL, Jefferson; DVORAK, Robert; KOSIOR, Edward. Plastics recycling: challenges and opportunities. Philosophical Transactions Of The Royal Society B: Biological Sciences, [s.l.], v. 364, n. 1526, p.2115-2126, 27 jul. 2009. The Royal Society. http://dx.doi.org/1098/rstb.2008.0311.
  • [11] HUGH MOORE (Estados Unidos) (Org.). Essential in War. 1942. Disponível em: . Acesso em: 09 maio 2019.
  • [12] JUEZ, F. M. Contribuciones para una antropologia del diseño. Barcelona: Gedisa Mexicana, 2002.
  • [13] KATAMI, Takeo et al. Formation of PCDDs, PCDFs, and Coplanar PCBs from Polyvinyl Chloride during Combustion in an Incinerator. Environmental Science & Technology, [s.l.], v. 36, n. 6, p.1320-1324, mar. 2002. American Chemical Society (ACS). http://dx.doi.org/10.1021/es0109904.
  • [14] KEEP SCOTLAND BEAUTIFUL (Escócia). Campanha: Cup Movement Glasgow – 2019. Disponível em: http://www.Keepscotlandbeautiful.org/cups/
  • [15] KEMPE, Marcis (Ed.). New England Water Supplies - A Brief History: Massachusetts Water Resources Authority. 2006. Disponível em: . Acesso em: 09 maio 2019.
  • [16] LAFAYETTE (Estados Unidos). Lafayette College Libraries. Dixie Cup History. 1995. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 2019.
  • [17] MACHADO, Anderson Abel de Souza et al. Microplastics as an emerging threat to terrestrial ecosystems. 20 Disponível em: . Acesso em: 19 maio 2019.
  • [18] MEADOWS, Donella H. et al. Limites do Crescimento: Um relatório para o Projeto do Clube de Roma sobre o dilema da Humanidade. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1978. 103 f. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 2019.
  • [19] NEEDHAM, Joseph. Science and Civilization in China: Paper and Printing. 1985. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 20 PACKARD, Vance. Estratégia do Desperdício. São Paulo: Ibrasa, 2ª ed, 1965.
  • [20] SONG, J. H., Murphy R. J., Narayan R.& Davies G. B. H. Biodegradable and compostable alternatives to conventional plastics. 2009. Phil. Trans. R. Soc. B 364, 2127–2139. (doi:10.1098/rstb.2008.0289). Link, Google Scholar
  • [21] WRAP, Consumer attitudes to biopolymers. Banbury, UK: WRAP, 2007.
  • [22] WRAP, Biopolymer packaging in UK grocery market, Banbury, UK: WRAP, 2009.
  • [23] WIT, W.; HAMILTON, A. ; SCHEER, R. ; STAKES T.; ALLAN S. Solucionar a Poluição Plástica: Transparência e Responsabilização. Suíssa: WWF – Fundo Mundial para a Natureza, 2019.
  • [24] WIT, Wijnand de et al. Solucionar a Poluição plástica: Transparência e Responsabilização. 2019. Dalberg Advisors. Disponível em: . Acesso em: 16 maio 2019.
  • [25] World Economic Forum, Ellen MacArthur Foundation and McKinsey & Company.The New Plastics
  • [26] Economy – Rethinking the future of plastics.2016. Disponível em: . Acesso em: 19 de julho 2019. Disponível em: < http://www.ellenmacarthurfoundation. org/publications>. Acesso em: 19 dejulho 2019.
  • [27] YARSLEY,V. E.& Couzens E. G.. 1945Plastics. Middlesex: Penguin Books Limited. Google Scholar. Disponível em:https://www.google.com/search?q=YARSLEY%2CV.+E.%26+Couzens+E.+G..+1945Plastics.+Middlesex%3A+Penguin+Books+Limited.+Google+Scholar&rlz=1C5CHFA_enBR843BR845&oq=YARSLEY%2CV.+E.%26+Couzens+E.+G..+1945Plastics.+Middlesex%3A+Penguin+Books+Limited.+Google+Scholar&aqs=chrome..69i57.1236j0j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8
  • [28] LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane P. Management information systems: new approaches to organization & technology. 5 th ed. New Jersey: Prentice Hall, 1998.
  • [29] MEGGS, Philip B. Type & Image: The Language of Graphic Design. Van Nostrand Reinhold, New York, 1992.
  • [30] SIMPLAY CUPS (Reino Unido). Loja: Coletores de copos de café descartáveis. 2019. Disponível em: https://simplycups.co.uk/shop/cup-recycling-bins-bags/
  • [31] SILVA, J. da. Título do artigo: complemento. Nome da Revista, n.º 0, p. 11-15, set 2006. SUJEITO, A. Título do tópico. In: Nome do Site, 2005. (http://www.enderecodosite.com.br)
  • [32] WIT, Wijnand de et al. Solucionar a Poluição plástica: Transparência e Responsabilização. 2019. Dalberg Advisors. Disponível em: . Acesso em: 16 maio 2019.
Como citar:

Couto, Claudia Vanessa Oliveira; Oliveira, Alfredo Jefferson de; "Análise dos copos descartáveis após 100 anos de uso", p. 478-489 . In: . São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/7dsd-3.1.044

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações