Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

ACESSIBILIDADE EM PROJETOS ARQUITETÔNICOS: ESTRATÉGICAS TRANSVERSAIS E PEDAGÓGICAS PARA A PROMOÇÃO DE UM PROFISSIONAL-CIDADÃO

ROMCY, Cristina Maria Aleme; CARDOSO, Rafaela Ponte Lisboa;

Artigo completo:

Dentre as atribuições do Arquiteto e Urbanista destaca-se atividades voltadas ao planejamento, desenvolvimento de projeto arquitetônico e a disposição dos equipamentos de estruturam a cidade. Para tanto, suas ações devem estar sempre pautadas em uma perspectiva social que inclua a diversidade humana. Assim, o seu processo de formação, desde a graduação a sua atuação profissional, demanda uma formatação de ordem tecnológica, econômica, integral e humanista. Diante deste contexto, este artigo visa apresentar um conjunto de estratégias pedagógicas e transversais, que possibilitem aos discentes a compreensão de sua função social enquanto um profissional-cidadão, cuja acessibilidade seja pauta do seu fazer técnico.

Artigo completo:

Palavras-chave: acessibilidade; arquitetura e urbanismo; inclusão social e estratégias pedagógicas.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/eneac2018-032

Referências bibliográficas
  • [1] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT. NBR: 9050. Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro, 2004. BRASIL. Casa Civil. Decreto no 5.296, de 02 de dezembro de 2004. Regulamenta as Leis nos 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Brasília. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5296.htm. Acesso em: jan. 2018. ------------. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Proposta de alteração da Resolução CNE/CES nº 6/2006, que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo, em decorrência de expediente encaminhado pela SESu/MEC., de 02 de setembro de 2009. PARECER CNE/CES Nº: 255/2009. Relator: Edson de Oliveira Nunes. . Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência; Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência; decreto legislativo no 186, de 09 de julho de 2008; decreto no 6.949, de 25 de agosto de 2009. 4.ed., ver. e atual. – Brasília: Secretaria de Direitos Humanos, Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos de Pessoas com Deficiência, 200 CAMBIAGHI, Silvana. Desenho universal: Métodos e Técnicas para Arquitetos e Urbanistas/ Silvana Cambiaghi. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2007. CEARÁ, Governo do Estado. Guia de Acessibilidade: espaço público e edificações. Secretaria da Infraestrutura (SEINFRA). Fortaleza, 2009. DUARTE, Cristiane Rose de Siqueira ; COHEN, R. O Ensino da Arquitetura Inclusiva como Ferramenta para Melhoria da Qualidade de Vida para Todos. In: PROJETAR 2003. (Org.). Projetar: Desafios e Conquistas da Pesquisa e do Ensino de Projeto. Rio de Janeiro: Virtual Científica, 2003, p. 159-173. GÓES, Ronald de. Manual prático de arquitetura hospitalar. São Paulo: Edgard Blücher. 2004. MORIN, Edgar. Os setes saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez. 2000. Disponível em: .Acesso em: 13 mai. 2015. MORUZZI, Andréa Braga; MORUZZI, Rodrigo. A transversalidade como princípio pedagógico no ensino superior de engenharia: o ProGAmAR da engenharia ambiental da Unesp – Campus de Rio Claro. In: Revista de Ensino de Engenharia, v. 29, n. 1, p. 20-28, 2010. ONU. Organização Mundial das Nações Unidas. Declaração Universal dos Direitos Humanos. UNIC. Janeiro, 2009. Disponível em: . Acessado em: 10 jan. 2015. PERRONE, R. A.; VARGAS, Heliana Comin. Fundamentos de Projeto: Arquitetura e Urbanismo. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2014. SANTOS, Akiko. O que é transdisciplinaridade. 2005 Disponível em: . Acessado em: 16 ago. 2015. SILVEIRA, Aline Montagna da; REGO, Renato Leão; MENEGUETTI, Karin Schwabe; BOTELO, Gislaine Elizete. Reflexões sobre o processo de ensino-aprendizagem. O caso da oficina sistemas de espaços livres, em Maringá. Revista Tecnológica, Edição Especial ENTECA 2009, p. 117-125, 2009.
Como citar:

ROMCY, Cristina Maria Aleme; CARDOSO, Rafaela Ponte Lisboa; "ACESSIBILIDADE EM PROJETOS ARQUITETÔNICOS: ESTRATÉGICAS TRANSVERSAIS E PEDAGÓGICAS PARA A PROMOÇÃO DE UM PROFISSIONAL-CIDADÃO", p. 429-438 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/eneac2018-032

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações