Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

ACESSIBILIDADE EM INTERFACES: PESQUISA DE INTERAÇÃO EM UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM BILÍNGUE (LIBRAS/PORTUGUÊS)

ACCESSIBILITY IN INTERFACES: INTERACTION RESEARCH IN A VIRTUAL BILINGUAL LEARNING ENVIRONMENT (LIBRAS/PORTUGUESE)

Scandolara, Daniel Henrique; Moraes, Laíse Milo; Bubniak, Fabiana Paula; Velloso, Bruno Penerai; Figueiredo, Saionara;

Artigo Completo:

A cada ano percebe-se o aumento com as preocupações acerca das questões de acessibilidade em interfaces digitais, seja para incluir pessoas com desabilidades ou prover acesso a um número maior de pessoas a esses ambientes. O Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle do Campus Palhoça Bilíngue - IFSC, no que se refere ao ensino e comunicação amplia a possibilidade de aprendizagem e inclusão, principalmente dos surdos. No entanto, os ambientes de aprendizagem e também aqui a página inicial do Moodle carecem de adaptações para ampliar a acessibilidade. Desta forma o objetivo é apresentar o objeto em seu estado da arte e em decorrência do estudo através da lente de Eric Zimmerman, uma das possíveis alternativas para ampliar a acessibilidade do público Bilíngue (Libras/Português), respeitando suas diferenças. A mudança realizada na página foi à troca de estilo de cursos em lista, para uma página de cursos em formato visual.

Artigo Completo:

Each year we see the increase with concerns about accessibility issues in digital interfaces, whether to include people with disabilities or to provide access to more people to these environments. The Virtual Environment Moodle Learning Campus Palhoça Bilíngue – IFSC, with regard to teaching and communication increases the possibility of learning and inclusion, particularly the deaf. However, learning environments and here too the Moodle homepage require adaptations to broaden accessibility. Thus the goal as to present the object in this state of the art and as a result of the study by lens of the Eric Zimmerman, one of the possible alternatives to expand the accessibility of public Bilingual (Libras/Portuguese), respecting their differences. The change made on the page was the exchange of list courses, to a page of courses in visual format.

Palavras-chave: ambiente virtual, acessibilidade, surdos,

Palavras-chave: virtual environment, accessibility, deaf,

DOI: 10.5151/16ergodesign-0033

Referências bibliográficas
  • [1] FAJARDO, I.; VIGO, M.; SALMERÓN, L. Technology for supporting web informaiton search and learning in Sign Language. Interacting with Computers. v. 21, n. 4, p. 243-256, ago 2009.
  • [2] FLOR, C.; VANZIN, T. AVEAs e CoPs acessíveis para surdos sob a ótica da Teoria da Cognição Situada. In: Hipermídia e interdisciplinaridade na geração de conhecimento. São Paulo: Pimenta Cultural, 2015.
  • [3] FLOR, C.; VANZIN, T.; ULBRICHT, V. Recomendações da WCAG 2.0 (2008) e a acessibilidade de surdos em conteúdos da Web. In: Revista Brasileira de Educação Especial. Vol. 19 nº 2. Marília. Jun/201
  • [4] GESSER, Audrei. Libras? Que língua é essa? Crenças e preconceitos em torno da língua de sinais e da realidade surda. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.
  • [5] GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2008.
  • [6] GOLDFELD, M. A criança surda: linguagem e cognição numa perspectiva sociointeracionista. 2. ed. São Paulo: Plexus. 2002.
  • [7] KELLY, B. et al. Accessibility 2.0: People, Policies and Processes. In: Proceedings of the 200 International Cross-disciplinary Conference on Web Accessibility, W4A. Proceedings... New York, USA: ACM Press, p. 138-14
  • [8] KRUG, Steve. Não me faça pensar!: Uma abordagem de bom senso à usabilidade na web. 2. ed. Rio de Janeiro: Alta Books, 2010.
  • [9] PIVETTA, E. M.; SAITO, D. S.; ALMEIDA, A. M. P.;ULBRICHT, V. R. Contribuições para o design de interface de um Ambiente Virtual de Ensino Aprendizagem acessível a surdos. InfoDesign – Revista Brasileira de Design da Informação, v. 10, n. 2, p. 193-206. 2013.
  • [10] PIVETTA, E. M. et al. Otimização do Moodle para dar suporte a Comunidades de Prática acessíveis a surdos e ouvintes. In: XIX Conferência Internacional sobre Informática na Educação. Anais eletrônico.... Fortaleza, 2014b.
  • [11] PREECE, Jennifer; ROGERS, Yvonne; SHARP, Helen. Design de Interação: além da interação Homem-Computador. 1ª Edição. Bookman Companhia, ed, 2005.
  • [12] QUADROS, R. M. de. (org). Estudos Surdos III.
  • [13] Série pesquisas. Petrópolis, RJ: AraraAzul, 2008.
  • [14] SÁ, N. L. Cultura, poder e educação de surdos. São Paulo: Paulinas, 2006.
  • [15] THATCHER, J. et al. Constructing Accessible Web Sites. [S.l.]: Glasshaus, 2002.
  • [16] TRINDADE, D. F. G. InCoP: um framework conceitual para o design de ambientes colaborativos inclusivos para surdos e não surdos de cultivo de comunidades de prática. Tese (Doutorado em Informática) – Programa de Pós-Graduação em Informática do Setor de Ciências Exatas da Universidade Federal do Paraná. 168f. Curitiba, 2013.
  • [17] WAI. Web Accessibility Initiative. Disponível em: , acesso em novembro de 2016.
  • [18] W3C. ACCESSIBILITY. 2016. Disponível em: https://www.w3.org/standards/webdesign/accessibility. Acesso em: nov. 2016.
  • [19] W3CGT. GT Acessibilidade. Disponível . Acesso Novembro de 2016.
Como citar:

Scandolara, Daniel Henrique; Moraes, Laíse Milo; Bubniak, Fabiana Paula; Velloso, Bruno Penerai; Figueiredo, Saionara; "ACESSIBILIDADE EM INTERFACES: PESQUISA DE INTERAÇÃO EM UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM BILÍNGUE (LIBRAS/PORTUGUÊS)", p. 301-312 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/16ergodesign-0033

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações