Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

A percepção do espaço urbano por meio de estímulos sensoriais: um estudo com pessoas cegas

Perception of urban space through sensory stimulus: a study with blind people

Timeni, Giordana Chaves Calado; Elali, Gleice Azambuja;

Artigo completo:

Este artigo é parte da pesquisa que subsidiou uma tese defendida no PPGAU/UFRN, focada no estudo da percepção de pessoas cegas no espaço urbano, a fim de reconhecer elementos sensoriais úteis à usabilidade de todas as pessoas. O texto responde a um questionamento específico da investigação: a percepção do espaço urbano por pessoas cegas. Para tanto, foi utilizado o método do Percurso Comentado a fim de analisar: (i) como a ausência do sentido da visão cria dificuldades que afetam diretamente a captura e a compreensão das informações visuais relacionadas ao meio ambiente; (ii) as estratégias desenvolvidas pelas pessoas cegas para se locomoverem no espaço. Verifica-se que tais estratégias dependem das habilidades de cada indivíduo e do tipo de relacionamento que estabelece com o local - o que inclui características do local, dimensões, distâncias, forma, posição ou possibilidade de movimento, mas também aspectos menos tangíveis como sons, odores, sensação térmica e segurança. Conclui-se que a análise do movimento do corpo cego no espaço possibilita a definição de subsídios multissensoriais para o projeto de arquitetura e urbanismo, o que pode proporcionar, não apenas mais inclusão espacial a estes indivíduos, mas maior qualidade ambiental para todas as pessoas.

Artigo completo:

This paper is part of a research that supported a thesis defended at PPGAU/UFRN, focused on the study of the perception of blind people in the urban space, in order to recognize sensory elements useful to the usability of all people. The text answers a specific question of the investigation: the perception of urban space by blind people. The method of Commented Path was used to analyze: (i) how the absence of a sense of sight creates difficulties that directly affect the capture and understanding of visual information related to the environment (ii) the strategies developed by Blind people to move around the space. It appears that such strategies depend on the individuals abilities and the type of relationship that is established with the place - this includes characteristics of the place, dimensions, distances, shape, position or possibility of movement, but also less tangible aspects such as sounds, odors, thermal sensation and security. The research concludes that the analysis of the movement of the blind body in space allows the definition of multisensory subsidies for the architecture and urbanism project, not only providing more spatial inclusion to these individuals, but greater environmental quality for all people.

Palavras-chave: pessoa cega, espaço urbano, percepção, multissensorial,

Palavras-chave: blind people; urban space, perception, multisensory,

DOI: 10.5151/eneac2020-22

Referências bibliográficas
  • [1] -
Como citar:

Timeni, Giordana Chaves Calado; Elali, Gleice Azambuja; "A percepção do espaço urbano por meio de estímulos sensoriais: um estudo com pessoas cegas ", p. 191-202 . In: Anais do VIII Encontro Nacional de Ergonomia do Ambiente Construído e do IX Seminário Brasileiro de Acessibilidade Integral. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/eneac2020-22

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações