Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

A invisibilidade impressa na Língua Geral Amazônica: um estudo em design

Pereira, Rômulo N.; Carvalho, Ricardo Artur; Medeiros, Ligia;

Artigo completo:

Este trabalho descreve de forma reflexiva o incomumtrajeto de uma língua indígena, dita geral, sua difusão, percalços, abandono eperseguição. O que torna fora do comum essa narrativa, e de interesse para osestudos em design, é o fato de que esse idioma mediou a comunicação humana emum amplo território do Brasil. Também foi formalizado em uma escrita, impressousando caracteres móveis e ensinado a povos bastante heterogêneos. Um movimentoque reflete a constituição de um lugar não apenas geográfico, a Amazônia, masum espaço social onde uma parte da sociedade brasileira se formou com seusdiversos conflitos. Incluindo os discursos e disputas observadas a partir dacultura impressa, na difusão da informação e no tratamento dado outrem. ALíngua Geral Amazônica (LGA) é a ponte pela qual buscamos chegar a esseuniverso quase invisível das línguas indígenas brasileiras, quase toda elaescrita, impressa e lida em “bom” português.  

Artigo completo:

Palavras-chave: Língua Geral Amazônica, cultura e sociedade, estudos em design, comunicação,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/cidi2017-003

Referências bibliográficas
  • [1] BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: UFMG, 1998. BONSIEPE, G. Design, Cultura e Sociedade. São Paulo: Edgar Blücher Ltda, 201 BRIGGS, Asa & BURKE, Peter. Uma história social da mídia: de Gutenberg à Internet. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2006.
Como citar:

Pereira, Rômulo N.; Carvalho, Ricardo Artur; Medeiros, Ligia; "A invisibilidade impressa na Língua Geral Amazônica: um estudo em design", p. 26-33 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cidi2017-003

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações