Resumo - Open Access.

Idioma principal

A identificação gráfica das oficinas tipográficas paulistanas: 1900-1930

Pereira, Fabio Mariano Cruz; Farias, Priscila Lena;

Resumo:

As oficinas tipográficas foram importantes para a cidade de São Paulo, tendo sido responsáveis por grande parte da comunicação impressa que circulou na cidade durante a Primeira República brasileira. Ao configurarem a linguagem gráfica destes impressos, as oficinas tipográficas se defrontavam também com o desafio de caracterizar e diferenciar um número crescente de produtos e serviços, inclusive os serviços por elas prestados. Existem estudos sobre a história do livro e da imprensa paulistanas, porém, ainda pouco se sabe sobre as oficinas tipográficas, e suas formas de identificação. Neste contexto, a questão central que esta tese de doutorado busca responder é: “que aspectos gráficos caracterizavam a identificação das oficinas tipográficas que atuaram em São Paulo durante as três primeiras décadas do século XX?” Pretende-se, assim, verificar a hipótese de que as oficinas tipográficas repetiam tipos de letras nas composições de seus nomes, estabelecendo padrões de identidade gráfica comparáveis ao que se entende hoje como logotipo, marca gráfica ou identidade visual. Para isso, os aspectos visuais e verbais relevantes que caracterizam as diferentes formas de identificação gráfica dessas oficinas serão identificados e descritos. Os métodos usados são a revisão bibliográfica e a pesquisa documental, esta última envolvendo a seleção, catalogação e análise de artefatos físicos nos quais foram impressos os nomes das oficinas tipográficas.

Resumo:

Palavras-chave: Identidade visual; Identificação gráfica; Oficinas tipográficas,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/2spddesign-014_31

Referências bibliográficas
  • [1] -
Como citar:

Pereira, Fabio Mariano Cruz; Farias, Priscila Lena; "A identificação gráfica das oficinas tipográficas paulistanas: 1900-1930", p. 14 . In: Anais do 2º Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Design da FAUUSP. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/2spddesign-014_31

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações