Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

A ERGONOMIA E A ARQUITETURA NO CUIDADO DAS PESSOAS COM TRANSTORNO MENTAL

VASCONCELOS, Marina Cordeiro; FALCÃO, Christianne Soares;

Artigo completo:

Em face da complexidade de um diagnóstico de transtorno mental, uma série de mudanças é
requerida na dinâmica familiar, cuidados especiais da saúde daquela pessoa, tratamentos
medicamentosos, terapias, atenção diferenciada à sua higiene, alimentação e cognição. Contudo, na
maioria das vezes o arranjo físico da residência não é considerado como um aspecto a ser adaptado
após o diagnóstico. Em face dessa problemática, este artigo tem como objetivo traçar diretrizes para
uma adequada análise das condições ambientais e proposta de adaptação conforme as
características levantadas. Para tal, buscou-se uma metodologia de investigação baseada nos
métodos consolidados da ergonomia e da arquitetura. Como resultado, espera-se contribuir na
discussão sobre a importância da inclusão da arquitetura da residência das pessoas com transtorno
mental como um dos cuidados especiais, para um melhor desenvolvimento das atividades do
cotidiano da família.

Artigo completo:

Palavras-chave: ergonomia do ambiente construído; NBR 9050; mapa de riscos.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/eneac2018-042

Referências bibliográficas
  • [1] AMARAL, O. L. et al. Transtornos mentais. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães, 2003. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NR 9: Programa de prevenção de riscos ambientais. Rio de Janeiro, 1978. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9050: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro: ABNT 2015. BASTOS, C. S. Avaliação pós-ocupação e design de interiores: uma experiência didática. Dissertação. Natal, 2015. DALGALARRONDO, P. Sensopercepção e suas alterações. In: Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2008. FALCÃO, C. S.; SOARES, M. M. Ergonomia e análise multidisciplinar do ambiente construído. Anais III Encontro nacional de ergonomia do ambiente construído e iv seminário brasileiro de acessibilidade integral – ENEAC, p. 1-7, 201 FERREIRA, A. B. de H. Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. 5.ed. Rio de Janeiro: Editora Positivo Livros, 2014 FREITAS-SILVA, L. R., ORTEGA, F. A determinação biológica dos transtornos mentais: uma discussão a partir de teses neurocientíficas recentes. Cadernos de Saúde Pública, v. 32, n. 8, p. 1-11, 2016.
Como citar:

VASCONCELOS, Marina Cordeiro; FALCÃO, Christianne Soares; "A ERGONOMIA E A ARQUITETURA NO CUIDADO DAS PESSOAS COM TRANSTORNO MENTAL", p. 524-535 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/eneac2018-042

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações