fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

USO DE NANOPARTÍCULAS DE FERRO ZERO-VALENTE NA REMEDIAÇÃO DE SOLOS CONTAMINADOS: DEGRADAÇÃO REDUTIVA DO AZUL DE METILENO

VIEIRA, G. B.; MOREIRA, R. de F. P. M.; PETERSON, M.;

Artigo:

Atualmente a nanotecnologia tem sido estudada amplamente, podendo se tornar uma das mais importantes tecnologias ambientais. Este trabalho estuda a produção de nanopartículas de ferro zero-valente (nZVI), comparando-as com nanopartículas comercializadas e sua utilização na remediação de solos contaminados com azul de metileno. As nZVI foram sintetizadas pelo método de redução do ferro férrico pelo boroidreto de sódio em condições atmosféricas, permanecendo no estado de valência zero durante dias. Para caracterizar as nanopartículas comerciais e as sintetizadas em laboratório foram realizadas análises de DRX, MET e MEV, o que resultou em partículas com diâmetro na faixa de 10-100 nm. No estudo em coluna, os resultados mostraram que as nanopartículas de ferro zero-valente influenciam no tempo de saturação da coluna pelo contaminante. O teste de adsorção em coluna teve um tempo para o início da saturação de 12 horas, os testes de degradação do corante com nZVI em coluna com 0,64% de nZVI levou 15 horas para iniciar a saturação, a coluna com 0,96% de nZVI levou 25 horas e para a coluna com 1,28% de nZVI em um tempo de degradação de 45 horas ainda não havia iniciado a saturação. A degradação do corante foi confirmada pela análise de carbono orgânico total. Os resultados obtidos no estudo em coluna mostraram que o corante foi degradado pelas nanopartículas de ferro e a quantidade de nZVI influencia diretamente no processo.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1804-17474-169532

Referências bibliográficas
  • [1] BTATKEU, K.; MIYAJIMA, K.; NOUBACTEP, C.; CARÉ, S., 2013, “Testing the suitability of metallic iron for environmental remediation: Discoloration of methylene blue in column studies”, Chemical Engineering Journal, Vol. 215-216, p. 959–968.
  • [2] CARVALHO, B. M. da S., 2009. Nanopartículas de Ferro no Tratamento de Solos Contaminados com PCBs. Dissertação de Mestrado em Engenharia do Ambiente, Universidade de Aveiro, Portugal. KARN, B.; KUIKEN, T.; OTTO, M.; 2009, “Nanotechnology and in Situ Remediation: A Review of the Benefits and Potential Risks”, Environmental Health Perspectives, Vol.117, N.12, p. 1823-1831.
  • [3] LI, X.; ELLIOT, D.W.; ZHANG, W.; 2006, “Zero-Valent Iron Nanoparticles for Abatement of Environmental Pollutants: Materials and Engineering Aspects”, Critical Reviews in Solid State and Materials Sciences, Vol. 31, p.111–122.
  • [4] MANCILHA, J.C. Estudo do comportamento químico do ferro micro e nanoparticulado na despoluição de solos contaminados com metais pesados. São José dos Campos: INPE, 2006.
  • [5] 85p. MIYAJIMA, K.; NOUBACTEP, C. 2012. “Impact of Fe0 amendment on methylene blue discoloration by sand columns”, Chemical Engineering Journal, Vol. 217, p. 310–319.
  • [6] MIYAJIMA, K.; NOUBACTEP, C. 2013. “Impact of Fe0 amendment on methylene blue discoloration by sand columns”, Chemical Engineering Journal, Vol. 217, p. 310–319.
  • [7] YUVAKKUMARA, R.; ELANGOA, V.; RAJENDRANA, V.; KANNAN, N.; 2011, “Preparation and Characterization of zero valent iron Nanoparticles”, Digest Journal of Nanomaterials and Biostructures, Vol. 6, N. 4, p. 1771-17
Como citar:

VIEIRA, G. B.; MOREIRA, R. de F. P. M.; PETERSON, M.; "USO DE NANOPARTÍCULAS DE FERRO ZERO-VALENTE NA REMEDIAÇÃO DE SOLOS CONTAMINADOS: DEGRADAÇÃO REDUTIVA DO AZUL DE METILENO", p. 9234-9241 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1804-17474-169532

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações