fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

USO DA MISTURA CARBOXIMETILCELULOSE/SPIRULINA COMO VEÍCULO DE INOCULAÇÃO – EFEITO DA VISCOSIDADE E DA ESTABILIDADE DA MISTURA

FREITAS, C. S.; OLIVEIRA, P. J.; RUMJANECK, N. G.; XAVIER, G. R.;

Artigo:

Nesse trabalho, a mistura Carboximetilcelulose/Spirulina foi investigada no que tange ao seu aspecto reológico e à sua estabilidade dimensional para possíveis aplicações como veículo de inoculação. De modo a avaliar o efeito da Spirulina na composição da mistura, foram preparadas misturas entre CMC/Spirulina nas composições contendo 2,5%, 5%, 10%, 40% e 50% de Spirulina em massa. Os testes de estabilidade e a decomposição antes e após a autoclavação das misturas mostraram que as misturas quando autoclavadas não apresentaram separação de fases, indicando uma maior estabilidade dimensional da mistura. As análises viscosimétricas das amostras revelaram um comportamento não-newtoniano. Além disso, observou-se uma diminuição da viscosidade com o aumento da quantidade de Spirulina na mistura, o que pode contribuir para formulações visando inoculantes líquidos.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1789-17543-188663

Referências bibliográficas
  • [1] CIFFERI, O. Spirulina, the edible microorganism. Microbiological Rev., 47: 551-578, 1983.
  • [2] COHEN, Z. The chemicals of Spirulina In:Vonshak,A.,Ed.Spirulina platensis (Arthrospira): Área temática: Processos Biotecnológicos 5Physiology, Cell Biology and Biotechnology. Taylor and Francis, London, pp: 175-204. 1997.
  • [3] EDWARDS, M.R.; HAUER, C.; STACK, R. F.; EISELE, L.E.; MACCOLL, R. Thermophilic C-phycocyanin: effect of temperature, monomer stability and structure. Biochimica et Biophysica ACTA, v.1321, p. 157-164, 1997.
  • [4] FERNANDES JÚNIOR, P. I. Composições poliméricas a base de carboximetilcelulose (CMC) e amido como veículos de inoculação de rizobio em leguminosas. Dissertação. (Mestrado em Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Seropédica, RJ, 43 f.2006.
  • [5] KEYSER, H.H. et al. Rhizobial ecology and technology. In: METTING, F.B. (Ed) Soil Microbial Ecology: Applications in Agricultural and Environmental Management, New York: Marcel Decker, p. 205 – 226, 1992.
  • [6] MAHAJAN, G.; KAMAT, M. G-linolenic acid production from S.platensis. Appl. Microbiol. Biotechnol., 43: 466-469, 1995.
  • [7] RHOR, T.G. Estudo reológico da mistura carboximetilcelulose/amido e sua utilização como veículo de inoculação bacteriano.124p. Dissertação (Mestrado) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 200
  • [8] SCHUH, C.A. Biopolímeros como suporte para inoculantes. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola e do Ambiente, Faculdade de Agronomia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS, Brasil. (81p.). 2005.
Como citar:

FREITAS, C. S.; OLIVEIRA, P. J.; RUMJANECK, N. G.; XAVIER, G. R.; "USO DA MISTURA CARBOXIMETILCELULOSE/SPIRULINA COMO VEÍCULO DE INOCULAÇÃO – EFEITO DA VISCOSIDADE E DA ESTABILIDADE DA MISTURA", p. 2540-2545 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1789-17543-188663

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações