Resumo - Open Access.

Idioma principal

SUSCEPTIBILIDADE DE BACTÉRIAS PREVALENTES EM INFECÇÕES NOSOCOMIAIS AS SUBSTÂNCIAS ISOLADAS OBTIDAS DA RAIZ DE Cochlospermum regium

Carvalho, Rafaella S.; Palumbo, Juliana M. C.; Siqueira, João M.; Magalhães, José C.; Ferreira, Jaqueline M. S.;

Resumo:

A espécie Cochlospermum regium, conhecida popularmente como algodãozinho, é aplicada tradicionalmente na medicina popular no tratamento e controle de várias doenças infecciosas. Diante dos poucos estudos disponíveis sobre a atividade antibacteriana da C. regium e a ampla resistência que as bactérias vem apresentando, o objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade in vitro bacteriostática e bactericida das substâncias isoladas da raíz de C. regium frente às bactérias Gram negativas Escherichia coli (ATCC 25.723), Acinetobacter baumannii (ATCC 19.606) e Pseudomonas aeruginosa (ATCC 25619) e Gram positivas Staphylococcus aureus (ATCC 29.213) e Staphylococcus epidermidis (ATCC 12.228). Os valores de concentração inibitória mínima (CIM) e a concentração bactericida mínima (CBM) correspondem à menor concentração da substância capaz de inibir o crescimento bacteriano. Para atingir este objetivo, o CIM do tanino e ácido gálico foram determinados através da técnica de microdiluição em caldo e, posteriormente, foi realizado o teste bactericida para determinar o CBM. As substâncias ácido gálico e tanino isolados do C. regium foram diluídos em concentrações que variaram de 1000 a 31,25μg/mL em dimetilsufóxido 20%. O ácido gálico apresentou a melhor atividade frente a S. aureus e E. coli com valores de CIM de 500 e 250μg/mL, respectivamente. O tanino apresentou CIM com valores de 1000μg/mL frente a E.coli, 125μg/mL em relação a P. aeruginosa, 62,5μg/mL frente a S. epidermidis, seguida da A. baumannii com CIM de 31,25μg/mL. O CBM obtido para o ácido gálico foi de 500µg/mL contra E. coli enquanto o tanino mostrou CBM de 1000μg/mL frente a A. baumannii, S. aureus e S. epidermidis. Os resultados obtidos mostraram que as substâncias identificadas de C. regium possuem potencial antibacteriano, oferecendo subsídios para a pesquisa e descoberta de agentes antimicrobianos derivados desse vegetal.

Resumo:

Palavras-chave: Cochlospermum regium, tanino e ácido gálico,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/biochem-jaibqi-0001

Referências bibliográficas
Como citar:

Carvalho, Rafaella S.; Palumbo, Juliana M. C.; Siqueira, João M.; Magalhães, José C.; Ferreira, Jaqueline M. S.; "SUSCEPTIBILIDADE DE BACTÉRIAS PREVALENTES EM INFECÇÕES NOSOCOMIAIS AS SUBSTÂNCIAS ISOLADAS OBTIDAS DA RAIZ DE Cochlospermum regium", p. 64-65 . In: Anais da V Jornada Acadêmica Internacional de Bioquímica [= Blucher Biochemistry Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-5043, DOI 10.5151/biochem-jaibqi-0001

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações