Abstract - Open Access.

Idioma principal

Qualidade Microbiológica de Alimentos Produzidos e Comercializados em Um Supermercado Na Cidade de Fortaleza-Ce

Qualidade Microbiológica de Alimentos Produzidos e Comercializados em Um Supermercado Na Cidade de Fortaleza-Ce

Martins, Camila Mota; Cristofoli, Nathana Lazzarotto; Silva, Sarah Maria Frota;

Abstract:

A busca por conveniência na vida atual levou ao aumento do consumo de produtos prontos para o consumo, sendo distribuídos informalmente nas ruas, em lanchonetes e em grandes supermercados. Os produtos finais devem apresentar qualidade nutritiva, sensorial e higiênico sanitária, pois esta é requisito primordial para a saúde. O objetivo deste trabalho foi avaliar os resultados microbiológicos de diferentes classes de alimentos produzidos e comercializados em um supermercado de Fortaleza-CE, no mês de janeiro de 2012. Foram avaliados seis alimentos, sendo eles: salada mista, feijão verde, coxinha de frango, frango assado, bolo decorado e torresmo. As amostras foram analisadas de acordo com as características de cada alimento, conforme a Resolução RDC n° 12 de 2001 da ANVISA, analisando os seguintes microrganismos: Escherichia coli, Salmonella spp., Staphylococcus aureus, Bacillus cereus e Clostrídios sulfito redutores a 46°C. Os resultados revelaram que, do total de amostras analisadas, 66,6% apresentaram-se de acordo com os padrões estabelecidos pela ANVISA. A salada mista apresentou contaminação por Coliformes totais (460 NMP/g) e Salmonella (presente/25g) e a coxinha de frango por Coliformes totais (110 NMP/g), Staphylococcus aureus (31000 UFC/g) e B. cereus (1700 UFC/g). Todas as amostras apresentaram contaminação abaixo do limite estabelecido pela legislação vigente para as análises realizadas, exceto para Salmonella spp. O número mais provável de coliformes termotolerantes é utilizado como indicador de contaminação fecal, ou seja, para avaliar as condições higiênico sanitária. Os microrganismos Salmonella spp. e S. aureus estão relacionados com infecção e intoxicação alimentar, respectivamente, representando um risco para a saúde pública. As contaminações presentes nesses alimentos indicam falhas nas boas práticas de fabricação e processamento, envolvendo procedimento de lavagem e sanitização, corte, cozimento e refrigeração. Além da higienização dos utensílios e equipamentos utilizados e das mãos, devido haver elevada manipulação. O presente trabalho demonstra a necessidade de maior orientação aos manipuladores de alimentos do estabelecimento analisado, associado às boas práticas de fabricação, minimizando assim os perigos para a saúde do consumidor.

Abstract:

Palavras-chave: ALIMENTOS, MICROBIOLÓGICA, QUALIDADE,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-239

Referências bibliográficas
Como citar:

Martins, Camila Mota; Cristofoli, Nathana Lazzarotto; Silva, Sarah Maria Frota; "Qualidade Microbiológica de Alimentos Produzidos e Comercializados em Um Supermercado Na Cidade de Fortaleza-Ce", p. 463-464 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-239

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações