Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Qualidade físico-química da água de coco comercializada por ambulantes no município de Mossoró/RN

Physical and Chemical Quality of Coconut Water Sold by street no municipality of Mossoró / RN

VASCONCELOS, Bárbara Monique de Freitas; OLIVEIRA, Valéria Nayara Silva de; SILVA, Ilmara Beatriz Menezes; SOARES, Servulo Eduardo; FILHO, Gilson Dias Costa; VAEZ, Juliana Rocha;

Completo:

A água de coco vem ganhando espaço no mercado como uma bebida de vasto potencial comercial, pois além de ser um produto natural, possui baixo teor calórico, considerável valor nutricional com aroma e sabor suaves e agradáveis. Ela é uma bebida leve, refrescante e pouco calórica, composta de água, açúcares, proteínas, vitaminas e sais minerais, sendo apresentada como possível substituta às bebidas utilizadas para reidratação após os exercícios físicos. Além disso, é muito comercializada por vendedores ambulantes. O objetivo do nosso trabalho é avaliar a qualidade físico-química da água de coco comercializada por vendedores ambulantes no município de Mossoró-RN. Foram coletadas 8 amostras de água de coco resfriada de vendedores ambulantes diferentes e realizada análises de pH, acidez titulável, sólidos solúveis totais - SST (brix), teor de cinzas e lipídios. As metodologias utilizadas estavam de acordo com as preconizadas pelo Instituto Adolf Lutz incluindo algumas modificações. Todas as análises foram realizadas em quintuplicata. A amostra C1 apresentou os seguintes parâmetros físico-químicos, pH 5,03, acidez titulável 1,08%; grau brix 5,5; cinzas 0,43% e lipídios 1,03%. A amostra C2 obteve os seguintes parâmetros físico-químicos, pH 4,88, acidez titulável 1,2%; grau brix 4,75; cinzas 0,46% e lipídios 3,3%. A amostra C3 apresentou os seguintes parâmetros físico-químicos, pH 5,97, acidez titulável 0,67%; grau brix 6,25; cinzas 0,45% e lipídios 3,39%. A amostra C4 demonstrou os seguintes parâmetros físico-químicos, pH 5,06, acidez titulável 0,97%; grau brix 5,75; cinzas 0,42% e lipídios 1,76%. A amostra C5 obteve os seguintes parâmetros físico-químicos, pH 5,21, acidez titulável 1,1%; grau brix 5,75; cinzas 0,56% e lipídios 3,4%. Os parâmetros físico-químicos da amostra C6 foram os seguintes, pH 4,95, acidez titulável 1,3%; grau brix 5,75; cinzas 0,54% e lipídios 3,8%. A amostra C7 demonstrou os seguintes parâmetros físico-químicos, pH 4,84, acidez titulável 1,06%; grau brix 5,0; cinzas 0,39% e lipídios 3,0%. A amostra C8 apresentou os seguintes parâmetros físico-químicos, pH 4,92, acidez titulável 1,47%; grau brix 5,25; cinzas 0,49% e lipídios 3,82%. Os resultados demonstram que a água de coco comercializada pelos ambulantes apresenta parâmetros físico-químicos dentro da legislação, com exceção da acidez titulável que obteve valores bem acima do permitido por lei. Portanto, as amostras estão com bons parâmetros físico-químicos, exceto a acidez titulável, e a amostra C3 apresentou a melhor qualidade para consumo.

Completo:

Coconut water has been gaining ground in the market as a vast commercial potential drink, as well as being a natural product, has low calorie, considerable nutritional value with soft, pleasant aroma and flavor. It is a soft drink, refreshing and low in calories, consisting of water, sugars, protein, vitamins and minerals, and is presented as a possible replacement for drinks used for rehydration after exercise. In addition, it is sold by street vendors. The aim of our study was to evaluate the physical and chemical quality of coconut water commercialized by street vendors in the city of Mossoró-RN. Eight were collected coconut water samples cooled from different vendors and held pH, titratable acidity, soluble solids - SST (brix), ash and lipids. The methodologies used were consistent with those outlined by Adolf Lutz Institute including some modifications. All analyzes were carried out in five replications. The sample C1 showed the following physical and chemical parameters, pH 5.03, titratable acidity 1.08%; degree Brix 5.5; ashes 0.43% and 1.03% lipids. The sample C2 obtained the following physico-chemical parameters, pH 4.88, titratable acidity 1.2%; degree brix 4.75; ashes 0.46% and 3.3% lipids. The sample C3 presented the following physicochemical parameters, pH 5.97, titratable acidity 0.67%; degree brix 6.25; ashes 0.45% and 3.39% lipids. The sample C4 demonstrated the following physico-chemical parameters, pH 5.06, titratable acidity 0.97%; degree brix 5.75; ashes 0.42% and 1.76% lipids. The sample C5 obtained the following physico-chemical parameters, pH 5.21, titratable acidity 1.1%; degree brix 5.75; ashes 0.56% and 3.4% lipids. The physicochemical parameters of the sample were as follows C6, pH 4.95, titratable acidity 1.3%; degree brix 5.75; ashes 0.54% to 3.8% lipids. The sample C7 demonstrated the following physico-chemical parameters, pH 4.84, titratable acidity 1.06%; degree Brix 5.0; ashes 0.39% and 3.0% lipids. The sample C8 presented the following physicochemical parameters, pH 4.92, titratable acidity 1.47%; degree brix 5.25; ashes 0.49% and 3.82% lipids. The results show that coconut water sold by itinerant shows physicochemical parameters within the law, except for acidity that obtained values well above those permitted by law. Therefore, the samples are in good physical and chemical parameters, except for acidity, and the sample C3 presented the best quality for consumption.

Palavras-chave: físico-química; água de coco; qualidade,

Palavras-chave: physical chemistry; coconut water; quality,

DOI: 10.5151/chenpro-5erq-fq3

Referências bibliográficas
  • [1] AMARAL, D.S.; PESSOA, T.; DANTAS, L.I.S.; MEDEIROS, S.S.S.S. Elaboração de água de coco congelada e avaliação das características físico-químicas, microbiológicas e sensoriais. Revista Verde. Mossoró – RN v.7, n.1, p. 177 - 181 , 2012.
  • [2] ANDRADE, M. V. V. et al. Avaliação microbiológica da água de coco. In: SIMPÓSIO MINEIRO DE MICROBIOLOGIA DOS ALIMENTOS, 3., 2008, Viçosa, MG. Anais... Viçosa, MG: UFV, 2008.
  • [3] ARAGÃO, A. H.; FONTENELE, A. M. M.; MOTA, A. P. M.; DANTAS, F. F.; VERRUMA-BERNARDI, M. R. Análise sensorial de água de coco in natura em comparação a pasteurizada. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS, 17., 2000,Fortaleza. Resumos... Fortaleza: SBCTA, 2000. v.1, p.3-44.
  • [4] AROUCHA, E. M. M., GÓIS, V. A., LEITE, R. H. L., SANTOS, M. C. A., SOUZA, M. S. Acidez em frutas e hortaliças. Revista Verde de Agroecologia (Mossoró – RN) v.5, n.2, p. 01 – 0 2010.
  • [5] ASSIS, J.S. de; RESENDE, J.M.; SILVA, F.O. e; SANTOS, C.R. dos; NUNES, F. Técnicas para colheita e pós-colheita do coco verde. Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2000. 6p. (Embrapa Semi- Árido. Comunicado Técnico, 95).
  • [6] BRASIL. Instrução Normativa n. 39, 29 de maio de 2002. Aprova o regulamento técnico para fixação de identidade e qualidade da água de coco, constante no Anexo 1.39. Documento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Disponível em: . Acesso em 20 set 2015.
  • [7] BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004. Dispõe sobre o regulamento técnico de boas práticas para serviços de alimentação. Brasília, 2004. Disponível em: < http : / / bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2004/res0216_15_09_2004.html>. Acesso em 23 set 2015.
  • [8] BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa nº 39, de 22 de Julho de 2009. Aprova o Regulamento Técnico para fixação de identidade e qualidade da água de coco. Disponível em: http://www.inmetro.gov.br/barreirastecnicas/pontofocal/..%5Cpontofocal%5Ctextos%5Cregulamentos%5CBRA_320_ADD_1.htm. Acesso em 23 set 2015.
  • [9] BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Métodos químicos e físico-químicos para análises de alimentos. Instituto Adolfo Lutz. Brasília: Ministério da Saúde, 2008. 1017 p.
  • [10] CHARLO, H. C. O.; CASTOLDI, R.;.VARGAS, P. F.; BRAZ, L. T. Desempenho de híbridos de melão rendilhado cultivados em Substrato. Revista Cientifica, v.37, n.1, p.16 - 21, 2009.
  • [11] FENNEMA, O. R. Química de los alimentos. 2. ed. Zaragoza:Acribia, 2000. 1258 p.
  • [12] FORTES, E. P. et al. Qualidade físico-química e microbiológica das águas de coco envasadas, comercializadas em Teresina, Piauí. Revista Higiene Alimentar, São Paulo, v. 20, n. 141, p. 87-90, 2006.
  • [13] HOFFMANN, F. L.; COELHO, A. R.; MANSOR, A. P.; TAKAHASHI, C. M.; VINTURIM, T. M. Qualidade microbiológica de amostras de água de coco vendidas por ambulantes na cidade de São José do Rio Preto-SP. Higiene Alimentar, v.16, n.97, p. 87, 2002.
  • [14] KAYS, J. S. Postharvest physiology of perishables plant products. New York: AVI, 1991. 543p.
  • [15] LIMA, S. A. J.; MACHADO, A. V.; CAVALCANTI, M. T.; ARAÚJO, D. R. Análise físico-química de água de coco estocada. Revista Verde (Pombal - PB - Brasil), v. 10, n.1,, p. 35 - 42, jan-mar, 20
  • [16] MARTINS, C.R.; JÚNIOR, L.A.J. Evolução da produção de coco no Brasil e o comércio internacional - Panorama 2010. Documentos 164. Embrapa. Aracaju-SE, 2011.
  • [17] NERY, M.V.S.; BEZERRA, V.S.; LOBATO, M.S.A. Avaliação físico-química de coco-anão cultivado no estado do Amapá. In: XVII Congresso Brasileiro de Fruticultura Brasileira, nov. 2002, Belém-PA. Anais... 1 CD-ROM
  • [18] PINHEIRO, A. M.; MACHADO, P. H.; COSTA, J. M. C.; MAIA, G. A.; FERNANDES, A. G.; RODRIGUES; M. C. P.; HERNANDEZ, F. F. H. Caracterização química, físico-química, microbiológica e sensorial de diferentes marcas de água de coco obtidas pelo processo asséptico. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 36, n° 2, p. 209 – 214, 2005.
  • [19] SILVA, L. R.; BARRETO, N. D. S.; MENDONÇA, V.; BRAGA, T. R. Características físicas e físico-químicas da água de frutos de coqueiro anão verde. Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial. Pombal – PB, v. 07, n. 02: p. 1022-1032, 2013.
  • [20] TACO - Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos. 4. ed. rev. ampl. Campinas: Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação, 2011. Disponível em: http://www.unicamp.br/nepa/taco/. Acesso em: 20 set. 2015.
  • [21] YONG, J. W. H. The Chemical Composition and Biological Properties of Coconut (Cocos nucifera L.) Water. Molecules, Nanyang, v.14, p. 5144-5164, dez. 2009.
Como citar:

VASCONCELOS, Bárbara Monique de Freitas; OLIVEIRA, Valéria Nayara Silva de; SILVA, Ilmara Beatriz Menezes; SOARES, Servulo Eduardo; FILHO, Gilson Dias Costa; VAEZ, Juliana Rocha; "Qualidade físico-química da água de coco comercializada por ambulantes no município de Mossoró/RN", p. 483-493 . In: Anais do V Encontro Regional de Química & IV Encontro Nacional de Química [=Blucher Chemistry Proceedings].. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2318-4043, DOI 10.5151/chenpro-5erq-fq3

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações