fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

PROPOSTAS DE ALTERNATIVAS PARA A REUTILIZAÇÃO DO PAPEL DESCARTADO PARA CONFECÇÃO DE TELHAS

FLORES, L. B. P.; ALMEIDA, M. D. C. de; TAVARES, N. de B.;

Artigo:

O desenvolvimento de novos materiais a partir de materiais descartados tem sido um grande foco nas industrias de reciclagens de todo o mundo. Neste contexto, procuramos dar uma nova utilidade ao papel descartado além de que, dar um outro destino as fibras de coco, presentes de cocos (Cocos nucifera) descartados após o consumo de seu líquido. Sabe-se que, até então, as fibras de coco (presentes no mesocarpo do fruto) não são uteis as industrias atuais, descartando-os em lixões e produzindo uma série de impactos ambientais. Portanto, o objetivo deste trabalho foi estudar a possibilidade da confecção de telhas a partir da formação de um compósito constituído de papel A4 do tipo sulfit descartado e as fibras de coco, seguido também de um processo de impermeabilização com manta asfáltica, breu branco (Protium hepytaphylllum) e garrafas do tipo PET derretidas. Antes da formação do compósito, as fibras de cocos passaram por um processo de lixiviação com NaOH a 10%, após isto, as fibras foram reduzidas a um comprimento aproximado de 1,5 cm. Em seguida, as fibras de coco juntamente com o papel foram triturados com o auxilio de um liquidificador, formando assim o compósito desejado, utilizou-se a proporção de 15% de fibras de coco e 85% de papel, salve exceção onde acrescentou-se 3% de caulim para ensaio de flexão. Em seguida os corpos de prova foram formados através de moldes produzidos artesanalmente e impermeabilizados com as resinas em questão. Foram realizados ensaios de absorção de água (aumento de massa e inchamento de espessura) e ensaios de flexão (determinação do módulo de elasticidade e o módulo de ruptura). Os corpos de provas sem caulim e impermeabilizados com breu branco (Protium hepytaphylllum) possuíram resultados expressivos, com absorção de água de 142,41%; inchamento de espessura de 4,51%; módulo de elasticidade em 709,81 MPa e módulo de ruptura em 5,45 MPa, sendo eles 5 vezes maiores do que os corpos de provas impermeabilizados com manta asfáltica, assumindo assim uma extrema possibilidade de confecção de telhas a partir de papel e fibras de coco, impermeabilizados com breu branco (Protium hepytaphylllum).

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-2085-15878-148184

Referências bibliográficas
  • [1] ASTM D 1037-9 American Society for Testing Materials. Standard methods of evaluating the properties of wood-base fiber and particle panel materials. Philadelphia, 1999.
  • [2] Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Pesquisa nacional de saneamento básico 2008.
  • [3] IBGE: Rio de Janeiro. 2010.
  • [4] KLOCK, Umberto. et al. Química da madeira. 3 Ed. revisada. Curitiba. 2005.
  • [5] PASSOS, Paulo. Destinação sustentável de cascas de coco (Cocos Nucifera) verde: obtenção de telhas e chapas de partículas. Tese de mestrado. UFRJ:Rio de Janeiro. 200
  • [6] SILVA, Luiz Inácio Lula da; et al. Lei nº 12.305, de 02 de agosto de 2010. Disponível em: Andlt; http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htmAndgt; acesso em: 04 de fevereiro de 2012, ás 01hr17min. FLORENTINO, Wagner Martins; BRANDÃO, Amanda; MILÉO, Patrícia Câmara; GOULART, Shane Aparecida Soares; MULINARI, Daniella Regina. Biocompósitos de Poliuretano reforçados com Fibras de Coco Verde. Cadernos UniFOA. Volta Redonda, Ano VI, n. 17, dezembro 2011.
Como citar:

FLORES, L. B. P.; ALMEIDA, M. D. C. de; TAVARES, N. de B.; "PROPOSTAS DE ALTERNATIVAS PARA A REUTILIZAÇÃO DO PAPEL DESCARTADO PARA CONFECÇÃO DE TELHAS", p. 9680-9687 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-2085-15878-148184

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações