fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

PRODUÇÃO DE BIOETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO A PARTIR DO HIDROLISADO DO ALBEDO DA LARANJA COMO FONTE DE BIOMASSA LIGNOCELULÓSICA

ANTUNES, D. P. C.; VIANA, V. L.; SANTOS, M. C. S.; SOARES, E. L. S.; BARBOSA, K. L.; MOURA, K. L.; VIEIRA, R. C.; ALMEIDA, R. M. R. G.;

Artigo:

A laranjeira é uma árvore frutífera do gênero Citrus, pertencente à família das rustáceas. Atualmente a laranjeira faz parte das culturas mais conhecidas e estudadas no mundo. Os resíduos provenientes da extração do suco da laranja são constantemente descartados em grandes proporções no meio ambiente. O Brasil possui papel de destaque como maior produtor mundial de laranjas, porém, pouco se tem feito sobre o aproveitamento de subprodutos cítricos com as cascas das laranjas. Pensando nisso, o objetivo da pesquisa foi estudar o pré-tratamento do albedo da laranja com diferentes ácidos (H2SO4, HCl, HNO3 e H3PO4) 0,5% e 1%, em tempo de 15 min, baseando-se no rendimento mássico, Brix, açúcares redutores totais (ART) e açúcares redutores (AR). Após secar e triturar o albedo da laranja, este foi pré-tratado na proporção de sólido-líquido de 1:20, no reator do tipo auto-clave, a uma temperatura de 120 °C, e 1 atm de pressão. Os pré-tratamentos realizados obtiveram valores significativos de AR, ART e °Brix, sendo o maior valor encontrado com o pré-tratamento com ácido sulfúrico 0.5% (29,27 g/L de AR, 49,92 g/L de ART, 6,16 °Brix e rendimento de 49,66%).

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0206-26537-171359

Referências bibliográficas
  • [1] Associação Brasileira dos Exportadores de Cítricos (ABECITRUS). Disponível em: http://www.abercitrus.com.b r/subprobr.html. Acesso em: 02 de Maio 2014.
  • [2] BALAT, M. Andamp; BALAT, H. Recent trends in global production and utilization of bioethanol fuel. Appl Energ. 86, 2273-228 2009.
  • [3] BANCO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO (BNDES); CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS (CGEE). Bioetanol de cana-de-açúcar: energia para o desenvolvimento sustentável. BNDES: Rio de Janeiro, 2008.
  • [4] BUCKERIDGE, M. S. et al. As rotas para o etanol celulósico no Brasil. In: CORTEZ, L. A. B. (Coord.). Bioetanol de cana-de-açúcar: PAndamp;D para produtividade e sustentabilidade. São Paulo: Blucher/Flapesp, 2010.
  • [5] CHAMPAGNE, P. Feasibility of producing bio-ethanol from waste residues: A Canadian perspective: Feasibility of producing bio-ethanol from waste residues in Canada. Resour Conserv Recy 50, 211-230. 2007.
  • [6] EVARISTO, J. J. Avaliação de diferentes reagentes na extração da pectina do albedo da laranja. Trabalho de Conclusão de Curso – TCC (Bacharelado em Química) – Centro de Ciências Exatas e Naturais do Departamento de Química. Universidade Regional de Blumenau, 2009.
  • [7] FERREIRA, L. C. C. CARACTERIZAÇÃO DO POTENCIAL ENERGÉTICO ENTRE A PRODUÇÃO DE ETANOL CELULÓSICO E A COGERAÇÃO APARTIR DO BAGAÇO DE CANA. Projeto de Graduação (Graduação em Engenharia Mecânica). Faculdade de Tecnologia – Departamento de Engenharia Mecânica. Universidade de Brasília, 2012.
  • [8] INTERNATIONAL ENERGY AGENCY. Sustainable Production of Second Generation Biofuels Potential and perspectives in major economies and developing countries. Paris, 2010.
  • [9] MONTIPÓ, S. Produção de ácido láctico a partir da casca de arroz. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria-RS, 2012.
  • [10] Área temática: Processos Biotecnológicos 7SANTOS, M. S. R. Estudo de pré - tratamentos de palha e sabugo de milho visando a produção de etanol 2G. Dissertação de mestrado. Pós-graduação em Engenharia Química, Universdade Federal de Alagoas, Maceió-AL, 2014.
  • [11] SILVA, O. G. Produção de etanol com utilização do bagaço da cana-de-açúcar. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia de Biocombustíveis). Faculdade de Tecnologia de Araçatuba, SP, Fatec, 2010.
  • [12] SILVA, V. F. N. Estudos de pré-tratamento e sacarificação enzimática de resíduos agroindustriais como etapas do processo de obtenção de etanol celulósico. Dissertação de mestrado. USP, Lorena-SP, 2009.
Como citar:

ANTUNES, D. P. C.; VIANA, V. L.; SANTOS, M. C. S.; SOARES, E. L. S.; BARBOSA, K. L.; MOURA, K. L.; VIEIRA, R. C.; ALMEIDA, R. M. R. G.; "PRODUÇÃO DE BIOETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO A PARTIR DO HIDROLISADO DO ALBEDO DA LARANJA COMO FONTE DE BIOMASSA LIGNOCELULÓSICA", p. 305-312 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0206-26537-171359

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações