fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

PRODUÇÃO DE BIODIESEL ETÍLICO DE ÓLEO DE SOJA REFINADO EM ESCALA PILOTO

ESCORSIM, A. M.; KANDA, L. R. S.; PANINI, G.; ZANDONÁ FILHO, A. ; VOLL, F. A. P.; DAGOSTIN, J. L. A.; CORAZZA, M. L.; RAMOS, L. P.;

Artigo:

Devido ao crescente interesse no uso do biodiesel, é indispensável a realização de estudos em escala piloto utilizando etanol ao invés de metanol, devido a fatores ambientais, econômicos e de segurança. Assim, este trabalho objetivou produzir 1.000 L/dia de biodiesel etílico a partir de óleo de soja refinado e utilizando metilato de sódio como catalisador, conforme as recomendações do Instituto de Investigaciones en Catálisis y Petroquimica (INCAPE, Argentina). A reação foi realizada em duas etapas: na primeira, o tempo foi de 30 min e a razão molar etanol:óleo:catalisador foi de 2,55:1:0,1; na segunda, o tempo foi de 60 min, com razão molar de 1,70:1:0,1. Após cada etapa de reação o sistema foi deixado em repouso para separação e remoção do glicerol. Os ésteres foram então purificados através de lavagens com água ácida e com água pura. Ao final, foram obtidos teores de ésteres acima de 96% m/m, demonstrando a viabilidade da produção de biodiesel etílico com boa qualidade nesta escala.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0590-24806-161609

Referências bibliográficas
  • [1] ALVES, I. L.; MOZER, F.; MARQUES, F. C. Produção do biodiesel utilizando óleo de soja da cantina do IFES, Campus Cachoeiro do Itapemirim-ES. Inst. Fed. de Ed. Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, 2010.
  • [2] ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Disponível em: Andlt;http://www.anp.gov.br/biocombustiveis/biodiesel.aspAndgt;. Acesso em: 09/01/2014.
  • [3] BRUNSCHWIG, C.; MOUSSAVOU, W.; BLIN, J. Use of bioethanol for biodiesel production. Prog. Energy Combust. Sci., v. 38, p. 283-301, 2012.
  • [4] DABDOUB, M. J.; BRONZEL, J. L.; RAMPIN, M. A. Biodiesel: visão crítica do status atual e perspectivas na academia e na indústria. Quím. Nova, v.32, p.776-792, 2009.
  • [5] DEMIRBAS, A. Importance of biomass energy sources for Turkey. J. Energy Policy. p. 834-842, 2008.
  • [6] FERREIRA, F. M. Equilíbrio de fases em altas pressões do ácido láurico e metanol em CO2. Dissertação de Mestrado – PPGEQ – UFPR, 2010.
  • [7] KUCEK, K. T.; OLIVEIRA, M. A. F. C.; WILHELM, H. M.; RAMOS, L. P. Ethanolysis of refined soybean oil assisted by sodium and potassium hydroxides. J. Am. Oil Chem. Soc., v. 84, p. 385-392, 200
  • [8] MARÇON, R. O. Pré-tratamento da glicerina bruta gerada na produção de biodiesel por transesterificação de óleos vegetais e gordura animal. UFTO. Palmas/TO, 2010.
  • [9] MENDOW, G.; VEIZAGA, N. S.; QUERINI, C. A. Ethyl ester production by homogeneous alcaline transesterification: influence of the catalyst. Bioresour. Technol., v. 102, p. 6385-6391, 2011a. MENDOW, G.; VEIZAGA, N. S.; SÁNCHEZ, B. S.; QUERINI, C. A. Biodiesel production by two-stage transesterification with ethanol. Bioresour. Technol., v. 102, p. 10407-10413, 2011b. MITTELBACH, M.; REMSCHMIDT, C. Biodiesel: the comprehensive handbook. 2ª Ed., Vienna, Paperback, p. 330, 2005.
  • [10] Área temática: Engenharia de Reações Químicas e Catálise 7RAMOS, L. P. A evolução nas tecnologias de produção de biodiesel . Disponível em: Andlt;http://www.biodieselbr.com/colunistas/ramos/evolucao-tecnologias-producao-biodiesel-14-01-14.htmAndgt;. Acessado em: 02/04/2014.
  • [11] STAMENKOVIC, O. S.; VELICKOVIC, A. V.; VELJKOVIC, V. B. The production of biodiesel from vegetable oils by ethanolysis: Current state and perspectives. Fuel, v. 90, p. 3141-3155, 20
Como citar:

ESCORSIM, A. M.; KANDA, L. R. S.; PANINI, G.; ZANDONÁ FILHO, A. ; VOLL, F. A. P.; DAGOSTIN, J. L. A.; CORAZZA, M. L.; RAMOS, L. P.; "PRODUÇÃO DE BIODIESEL ETÍLICO DE ÓLEO DE SOJA REFINADO EM ESCALA PILOTO", p. 10079-10086 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0590-24806-161609

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações