fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

MODELAGEM MATEMÁTICA SEMI-MECANÍSTICA DA HIDRÓLISE ENZIMÁTICA DO BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR

AKISUE, R. A.; SOUSA JR, R.;

Artigo:

O etanol de segunda geração é uma alternativa para as 158,5 milhões de toneladas de bagaço de cana-de-açúcar produzidas anualmente pelo setor sucro-alcooleiro no Brasil, e pode ser obtido por duas rotas: termoquimica ou bioquímica (ácida ou enzimática). Na rota bioquímica enzimática, materiais lignocelulósicos (como o bagaço de cana) são hidrolisados em açúcares fermentescíveis. O modelo para reação catalítica enzimática heterogênea com contribuições dos efeitos fractal e/ou de “jamming” e o modelo HCH-1 são modelos cinéticos semi-mecanísticos que se apresentam como alternativas para aplicação no design, otimização e scale-up dos reatores enzimáticos. Neste trabalho, fazendo uso dométodo de otimização local clássico deLevenberg-Marquardtpara ajuste de parâmetros (implementado em Fortran), foi possível ajustar os modelos citados a dados experimentais de hidrólise disponíveis em nosso laboratório.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1003-21758-141935

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA, C.L. Etanol Celulósico. Universidade Federal do Ceará – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola. Seminários. Disponível em: Andlt;http://www.ppgea.ufc.br/arquivos_download/Etanol%20Celulosico.pdfAndgt; Acesso em: 02 jul. 2013.
  • [2] BUCKERIDGE, M.S; SANTOS, W.D;SOUZA, A.P. As rotas para o etanol celulósico no brasil. ln CORTEZ, l.a.b. bioetanol de cana-de-açúcar. pAndamp;d para produtividade e sustentabilidade. São Paulo: Blucher, 2010. P. 365-380.
  • [3] CARVALHO, M.L, Kinect Study of the Enzymatic Hydrolysis of Sugarcane Bagasse. São Carlos: Departamento de Engenharia Química, UFSCar, 2011. Dissertação (Mestrado). GALBE, M. ZACCHI, G. Pretreatment of lignocellulosic Materials for Efficient Bioethanol Production.Advances in BiochemicalEngineering/biotechnology. Vol.108 p41-65 2007.
  • [4] LORA, E.E.S.; CORAL, D.S.O; ROCHA, M.H. Rotas termoquímica e bioquímica para biocombustíveis: estado-da-arte, oportunidades e desafios para o Brasil. AGRENER GD 2008 – 7º Congresso Internacional sobre Geração Distribuída e Energia no Meio Rural . Disponível em: Andlt;http://www.nipeunicamp.org.br/agrener/anais/2008/Artigos/23.pdf?3bc2dbeb0a7bf779fe39c865b70b3b3f=0d57f4f84e4640be3c9224acbd738f5aAndgt; Acesso em: 10 maio de 2013.
  • [5] MARQUES, F. O alvo é o bagaço. Pesquisa FAPESP, n.163, p.17-25, set. 2009.
  • [6] NELLES, Oliver. Nonlinear Local Optimization. Ln:_____. Nonlinear System Identification: From Classical Approaches to Neural Networks and Fuzzy Models. 1º ed.Springer, 2001. P. 79 – 112.
  • [7] NELLES, Oliver. Nonlinear Global Optimization. Ln:_____. Nonlinear System Identification: From Classical Approaches to Neural Networks and Fuzzy Models. 1º ed. Springer, 2001. P. 113 – 120.
  • [8] Área temática: Simulação, Otimização e Controle de Processos 7O`DWYER ET AL. Enzymatic hydrolysis of lime-pretreated corn stover and investigation os the HCH-1 Model: Inhibition pattern, degree of inhibition, validyos simplified HCH-1 Model. Bioresource Technology v.98 n.16 p 2969-2977, nov 2007.
  • [9] OGEDA, T.L. PETRI, D.F.S. Hidrólise Enzimática de Biomassa. Química Nova. Vol 333, n.7 p1549-1558 jul. 2007.
  • [10] SOUSA JR. ET AL. Recent trends in the modeling of celulose hydrolysis. Brazilian Journal of Chemical Engineering.V28 n.4, p545-564, out/dec 2011.
  • [11] XU F. e DING, H. A new Kinect model for heterogeneous (or spatially confined) enzymatic catalysis: Contribution from the fractal and jamming (overcrowding) effects. Applied Catalysis A: General v.317 n.01 p.70-81, jan 2007
Como citar:

AKISUE, R. A.; SOUSA JR, R.; "MODELAGEM MATEMÁTICA SEMI-MECANÍSTICA DA HIDRÓLISE ENZIMÁTICA DO BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR", p. 11949-11956 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1003-21758-141935

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações