fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

INFLUÊNCIA DA LUMINOSIDADE NA PRODUÇÃO DE CAROTENOIDES POR Sporidiobolus pararoseus

BORBA, C. M.; MORAES, C. C.; BURKERT, J. F. M.;

Artigo:

Carotenoides estão amplamente distribuídos na natureza e apresentam grande importância para a indústria de alimentos. Diferentes fatores podem interferir na produtividade de carotenoides por via biotecnológica, entre eles a luminosidade. Para estudar essa influência foram realizados cultivos de S. pararoseus, com presença e ausência de luz, em meio composto por melaço (40 g/L) e água de maceração de milho (6,5 g/L), a 180 rpm, 25°C por 168 h, sendo acompanhados pH, biomassa, carotenoides e açúcares. As análises foram realizadas em duplicata e as médias avaliadas por teste t. A luminosidade não influenciou significativamente (pAndgt;0,05) no processo, onde o pH dos meios de produção variaram entre 6,0 e 4,4, alcançando os pontos máximos de biomassa de 6,31 e 6,60 g/L, e produção de carotenoides de 3495,0 µg/L (553,0 µg/g) e 4085,6 µg/L (617,7 µg/g), respectivamente, para presença e ausência de luz. As produtividades em biomassa e produto 0,06 g/L.h e 40,1 µg/L.h (com luz) e 0,07 g/L.h e 52,6 µg/L.h (sem luz) também não apresentaram diferença estatística (pAndgt;0,05).

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0205-26540-179888

Referências bibliográficas
Como citar:

BORBA, C. M.; MORAES, C. C.; BURKERT, J. F. M.; "INFLUÊNCIA DA LUMINOSIDADE NA PRODUÇÃO DE CAROTENOIDES POR Sporidiobolus pararoseus", p. 297-304 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0205-26540-179888

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações