fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DO PRÉ-TRATAMENTO ÁCIDO DA PALMA FORRAGEIRA PARA A PRODUÇÃO DE ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO

ANTUNES, D. P. C.; SANTOS, M. C. S.; SOARES, E. L. S.; BARBOSA, K. L.; VIEIRA, R. C.; VIANA, V. L.; ALMEIDA, R. M. R. G.;

Artigo:

A palma forrageira é uma das principais alternativas para alimentação de caprinos, ovinos e bovinos no Semiárido brasileiro. Atualmente as variedades mais plantadas no Nordeste brasileiro são as palmas do tipo Opuntia (OP) e Nopalea (NP). De acordo com a literatura, a palma possui cerca de 3% de hemicelulose, 21% de celulose e 4% de lignina, podendo ser utilizada para produção de etanol lignocelulósico. O objetivo desse trabalho foi estudar o pré-tratamento dessas duas variedades de palma com diferentes ácidos (H2SO4, HCl, HNO3 e H3PO4) em duas diferentes concentrações de ácido (0,5 e 1%) e variando- se o tempo do processo (15 e 30 min). As repostas avaliadas foram: rendimento mássico, Brix, açúcares redutores (AR) e açúcares redutores totais (ART). Antes do pré-tratamento, as palmas foram secas e trituradas, em seguida pré-tratada com ácido na proporção de sólido-líquido de 1:20, no reator do tipo auto-clave, a uma temperatura de 120 °C, e 1 atm de pressão. Devido à baixa quantidade de lignina presente no material todos os pré-tratamentos realizados obtiveram valores elevados de AR, ART e Brix, sendo os maiores valores encontrados com o pré-tratamento da variedade OP com ácido sulfúrico 0,5% (15,66 g/L de AR, 35,29 g/L de ART, 4,33 Brix e rendimento mássico

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0423-25547-159716

Referências bibliográficas
  • [1] CHEN, M.; XIA, L.; XUE, P. Enzymatic hydrolysis of corncob and ethanol production from cellulosic hydrolysate. International Biodeterioration and Biodegradation, Elsevier. 59 (2007) 85–89, 2006; Área temática: Processos Biotecnológicos 7LIRA, M. A.; SANTOS, M.V.F.; CUNHA, M.V.; MELLO, A.C.L.; FARIAS, I.; SANTOS, D.C. A Palma Forrageira na Pecuária do Semi-árido. In: GOMIDE, C.A.M. et al. Alternativas Alimentares para Ruminantes. Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2006. cap.1, p. 17-33.
  • [2] NASCIMENTO, V. M. Pré-tratamento alcalino (naoh) do bagaço de cana-de-açúcar para a produção de etanol e obtenção de xilooligômeros. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, Departamento de engenharia química, Universidade Federal de São Carlos, 2011.
  • [3] MENEZES, R. S. C.; SIMÕES, D. A.; SAMPAIO, E. V. S. B. A palma no Nordeste do Brasil – Conhecimento atual e novas perspectivas de uso. Recife: Ed. Universitária da UFRPE, 2005, v. único, p. 44. 2005.
  • [4] SÁNCHEZ, J; SÁNCHEZ, F; CURT, M. D; FERNÁNDEZ, J. Assessment of the bioethanol potential of prickly pear (Opuntia ficus-indica (L.) Mill.) biomass obtained from regular crops in the province of Almeria (SE Spain). Departamento de Producción Vegetal: Botánica y Protección Vegetal, Universidad Politécnica de Madrid (UPM), Madrid, Spain. Israel Journal of Plant Sciences, 2012.
  • [5] SANTOS, M. V. F.; CUNHA, M. V. C.; LIRA, M. A.; DUBEUX Jr., J. C. B.; FREIRE, J. L.; PINTO, M. S. C.; SANTOS, D. C.; SOUZA, T. C.; SILVA, M.C.; Manejo da palma forrageira. 2° congresso brasileiro de palma e outras cactáceas; Garanhuns, Recife, 2011.
  • [6] SANTOS, M V. F.; LIRA, M. A.; DUBEUX JR, J.C.B. et al. Palma forrageira In: Plantas forrageiras.1 ed.,Viçosa: Editora UFV, v.unico, p. 459-493. 2010.
  • [7] SANTOS, M. S. R. Estudo de pré - tratamentos de palha e sabugo de milho visando a produção de etanol 2G. Dissertação de mestrado. Pós-graduação em Engenharia Química, Universdade Federal de Alagoas, Maceió-AL, 2014.
  • [8] TAMANI, C; HAULY, M. C. O. Resíduos agroindustriais para produção biotecnológica de xilitol. Ciências Agrárias, Londrina, v. 25, n. 4, p. 315-330, out/dez. 2004.
  • [9] TOSTO, M. S. L.; ARAÚJO, G. G. L.; OLIVEIRA, R. L.; BAGALDO, A. R.; DANTAS, F. R.; MENEZES, D. R.; CHAGAS, E. C. O. Composição química e estimativa de energia da palma forrageira e do resíduo desidratado de vitivinícolas. Rev. Bras. Saúde Prod. An., v.8, n.3, p. 239-249, jul/set, 2007.
  • [10] WOLF, L. D. Pré-tratamento organossolve do bagaço de cana-de-açúcar para a produção de etanol e obtenção de Xilooligômeros. Dissertação (Mestrado em engenharia química) - Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal de São Carlos, 2011.
Como citar:

ANTUNES, D. P. C.; SANTOS, M. C. S.; SOARES, E. L. S.; BARBOSA, K. L.; VIEIRA, R. C.; VIANA, V. L.; ALMEIDA, R. M. R. G.; "ESTUDO DO PRÉ-TRATAMENTO ÁCIDO DA PALMA FORRAGEIRA PARA A PRODUÇÃO DE ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO", p. 595-602 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0423-25547-159716

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações