fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DAS PROPRIEDADES DO BIOSSURFACTANTE FORMULADO PRODUZIDO POR CANDIDA BOMBICOLA UTILIZANDO RESIDUOS DE BAIXO CUSTO

FREITAS, B. G.; SILVA, N. M. P. R.; LUNA, J. M.; RUFINO, R. D.; SARUBBO, L. A.;

Artigo:

Os biossurfactantes se destacam como tecnologia alternativa no controle da poluição provocada por hidrocarbonetos. Neste sentido a Candida bombicola foi cultivada em meio contendo 5% de melaço, 5% de óleo de fritura e 5% de milhocina, durante 120 horas a 200 rpm para a produção de biossurfactante. O liquido metabólico livre de células contendo o biossurfactante foi submetido a um conservante comercial a fim de testar sua estabilidade frente a diferentes variações de pH, temperatura e sal. Após formulação do líquido metabólico, foram estocadas à 28 ºC por 120 dias, onde foram realizados testes de tensão superficial, atividade de emulsificação e capacidade de dispersão. Os resultados obtidos demonstraram estabilidade na tensão superficial frente às variações de pH, temperatura e salinidade. Os melhores percentuais do índice de emulsificação foram para o óleo de motor e óleo de milho. Os resultados obtidos foram promissores para utilização no controle da poluição ambiental.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1959-16670-172250

Referências bibliográficas
  • [1] Área temática: Processos Biotecnológicos 7COOPER, D.G., GOLDENBERG, B.G. Surface active agents from two Bacillus species. Appl. Enviromen. Microbiol. v.53, p.224-229, 1987.
  • [2] CRUZ, J. F.;Avaliação da eficiência de surfactantes no processo de biodegradação de petróleo bruto em simulações de derrames no mar. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente - POSPETRO, Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, Bahia,p. 78, 201
  • [3] DELEU, M.; PAQUOT, M. From renewable vegetables resources to microorganisms: new trends in surfactants. Computers Rendus Chimie., v. 7, p. 641-646, 2004.
  • [4] FRACCHIA, L.; CAVALLO, M.; MARTINOTTI,G.M., BANAT, I.M. Biosurfactants and bioemuisifiers related applications – Present Status and Future Potentials, Biomedical Science, Engineering and Technology, Dhanjoo N. Ghista (Ed.), p.325-370, 2012.
  • [5] GALLERT, C. WINTER, J. Solid and liquid residues as raw materials for biotechnology. Naturwissenschaften., v. 89, p. 483-496, 2002.
  • [6] LUNA, J. M., RUFINO, R. D., SARUBBO, L. A., CAMPOS-TAKAKI, G. M., Characterization, surface properties and biological activity of a biosurfactant produced from industrial waste by Candida sphaerica UCP0995 for application in the petroleum industry. Colloids surf B., p. 36, 2013.
  • [7] MARCHANT, R.; BANAT, I.M. Biosurfactants: a sustainable replacement for chemical surfactants.Biotechnology Letters., v. 34, p. 1597-1605, 2012a. MARCHANT, R.; BANAT, I.M. Microbial biosurfactants: challenges and opportunities for future exploitation. Trends in Biotechnology., v. 11, p. 558-565, 2012b. MUKHERJEE, S.; DAS, P.; SEN, R. Towards commercial production of microbial surfactants. Trends in Biotechnology., v. 24, p. 509-515, 2006.
  • [8] OLIVEIRA, M. S.; SILVEIRA, E.Entre esponjas e detergentes: novos produtos podem remover petróleo derramado no mar. Revista Pesquisa FAPESP. Edição 176 – Outubro de 2010.
  • [9] PACWA-PLOCINICZAK, M.; PLAZA, G.A.; PIOTROWSKA-SEGET, Z.; CAMEOTRA, S.S. Environmental Applications of Biosurfactants: Recent Advances. Intern. J. Mol. Science.,v. 13, 633-654, 2011.
  • [10] WEBER, B. D.; SANTOS, A. A., Utilização da biorremediação como ferramenta para o controle da degradação ambiental causada pelo petróleo e seus derivados, Engenharia Ambiental - Espírito Santo do Pinhal, v. 10, n. 1, p. 114-133, jan. / fev. 2013.
Como citar:

FREITAS, B. G.; SILVA, N. M. P. R.; LUNA, J. M.; RUFINO, R. D.; SARUBBO, L. A.; "ESTUDO DAS PROPRIEDADES DO BIOSSURFACTANTE FORMULADO PRODUZIDO POR CANDIDA BOMBICOLA UTILIZANDO RESIDUOS DE BAIXO CUSTO", p. 2701-2708 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1959-16670-172250

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações