fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DA SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO ADSORVENTE COMERCIAL POR CINZAS DE CAVACO DE MADEIRA NO BRANQUEAMENTO DO ÓLEO DE SOJA

ORO, A. C. P.; PEREIRA, N. C.; LIMA, O. C. da MOTTA;

Artigo:

A biomassa representa uma fonte significativa de energia na matriz energética brasileira, sua crescente utilização para queima em cogerações de energia tem aumentado a geração do resíduo deste processamento, a cinza de caldeira, que necessita de disposição adequada. As cinzas provenientes da queima de biomassa têm potencial adsorvente a ser estudado, visto que, em sua maioria, são ricas em sílica e alumina. A etapa de branqueamento é uma etapa muito importante do processo de refino do industrial do óleo de soja. Atualmente, adsorventes do tipo argilas ativadas (terras ativadas) são os mais utilizados nesta etapa do processo para remoção principalmente de cor, clorofila e sabões dos óleos vegetais. Entretanto, a argila ativa representa grande impacto no custo do refino do óleo. O objetivo do trabalho foi caracterizar a cinza de cavaco de madeira in natura e analisar seu potencial como adsorvente de clorofila, cor vermelho, sabões e ácidos graxos livres do óleo de soja neutro-seco, comparando com o potencial de adsorção da terra ativada comercial. Os estudos mostraram que a substituição parcial é viável, uma vez que os potenciais de remoção encontrados para a cinza foram de 18% para clorofila, 28% para cor vermelho e 69% para sabões, não sendo efetiva para acidez.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1350-19715-171848

Referências bibliográficas
  • [1] AGATEMOR, C. Some aspects of palm oil bleaching with activated plantain peel ash. Food Science Technology Resource, v. 14, n. 3, p. 301-305. 2008.
  • [2] ANEEL. Atlas de Biomassa, 2008. Disponível em Andlt;http://www.aneel.gov.br/arquivos/pdf/atlas_par2_cap4.pdfAndgt;. Acessado em 26 de maio de 2013.
  • [3] BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa n.49, de 22 de dezembro de 2006. Dispõe sobre o regulamento técnico de identidade e qualidade dos óleos vegetais refinados. 2006. Disponível em Andlt;http://www.codapar.pr.gov.br/arquivos/File/pdf/oleos_veg_ref_in_49_06.pdfAndgt;. Acessado em 20 de junho de 201
  • [4] CHIRENJE, T.; MA, L.Q.; LU, L. Retention of Cd, Cu, Pb and Zn by wood ash, lime and fume dust. Water, Air and Soil Pollution. v. 171, p. 301-314, 2006.
  • [5] HASSANEIN, M.M.M.; EL-SHAMI, S.M.; TAHA, F.S. Evaluation of peanut hulls as an alternative to bleaching clays.Grasas y Aceites, v. 62, n. 03, p. 299-307. 2011.
  • [6] KIM, M.; YOON, S.H.; CHOI, E.; GIL, B. Comparison of the adsorbent performance between rice hull ash and rice hull silica gel according to their structural differences. LWT, v. 41, p. 701-70
  • [7] 2008.
  • [8] LIN, T.; LIN, C. Performances of peanut hull ashes in bleaching water-degummed and alkali-refined soy oil.Journal of the Taiwan Institute of Chemical Engineers, v. 40, p. 168-173. 2009.
Como citar:

ORO, A. C. P.; PEREIRA, N. C.; LIMA, O. C. da MOTTA; "ESTUDO DA SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO ADSORVENTE COMERCIAL POR CINZAS DE CAVACO DE MADEIRA NO BRANQUEAMENTO DO ÓLEO DE SOJA", p. 15579-15586 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1350-19715-171848

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações