fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DA REMOÇÃO DO CORANTE LARANJA REATIVO 3R MR UTILIZANDO SEMENTES DE MELÃO (Cucumis melo L.) COMO ADSORVENTE VIA PLANEJAMENTO EXPERIMENTAL

LEOCÁDIO, A. N.; ARAÚJO, L. G. S.; RIOS, R. B.; PINHEIRO, A. D. T.; SANTOS, Z. M.;

Artigo:

Dentre o grande crescimento industrial, e os grandes impactos ambientais causados pelas indústrias têxteis, o estudo tem como intuito minimizar esses impactos, através da reutilização da água nos processos de produção. Realizando um estudo de adsorção que teve como adsorvente o bagaço da semente do melão (Cucumis melo L), este sendo escolhido por ser um resíduo agroindustrial e possuir uma série de fatores positivos, como baixo custo e fácil obtenção. O corante utilizado no estudo foi o laranja reativo 3R MR. Foi realizado um planejamento experimental de forma a se obter as melhores condições operacionais na adsorção do corante. Para tanto, o foi realizado um planejamento fatorial completo de 23, no qual foi avaliado a concentração do adsorvato (40, 100 e 160 mg/L), o pH (2, 3 e 4) e a proporção de massa de adsorvente por volume de solução de adsorvato (0,1 , 0,55 e 1). Colocou-se o adsorvente em contato com o adsorvato, por 24 h, nas condições estipuladas no planejamento. Entre os fatores avaliados, o único parâmetro significativo foi o pH, na faixa amostral analisada, com intervalo de confiança de 95%. Assim, desde que se trabalhe no mínimo de pH pode-se trabalhar em qualquer outra faixa de proporção e/ou concentração de adsorvato. O bagaço da semente do melão se mostrou eficiente no processo de adsorção, tendo altos índices de remoção do corante, acima de 90 %. Assim, através desse estudo, surgem perspectivas positivas quanto ao emprego do bagaço do melão como adsorvente nos processos de adsorção. Palavras-chave: adsorção, residuos agroindustriais, bagaço da semente do melão.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0183-26645-181676

Referências bibliográficas
  • [1] CRISÓSTOMO, L.A; SANTOS, A.A; RAIJ, V.B; FARIA, C.M.B; SILVA, D.J; FERNANDES, F.A.M; SANTOS, F.J.S; CRISÓSTOMO, J.R; FREITAS, J.A.D; HOLANDA, J.S; CARDOSO, J.W; COSTA, N.D. Adubação, irrigação, híbridos e práticas culturais para o meloeiro no nordeste. Embrapa agroindustria tropical. Fortaleza, 2002, p.1-2 Dez.2002.
  • [2] GUARATINI, C. I.; ZANONI, M. V. B. Corantes Têxteis. Química Nova, 23, 1, 2000.
  • [3] KIMURA, I. Y. Remoção de corantes reativos contendo grupos vinilsulfona e triazina por adsorção e coagulação/floculação com quitosana. Dissertação (Pós-graduação em química) –Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 198 f. 2001.
  • [4] MAGDALENA, C. P. Adsorção de Corante Reativo Remazol Vermelho rb de Solução Aquosa Usando Zeólita de Cinzas de Carvão e Avaliação da Toxidade Aguda com daphnia similis. Dissertação (Mestrado em Ciências na Área de Tecnologia Nuclear - Materiais)- Altarquia Associada à Universidade de São Paulo, São Paulo. 151 f. 2010.
  • [5] MITTER, E. K. Corantes da indústria têxtil: impactos e soluções. Dissertação (Pós- graduação em microbiologia) – UNESP, Rio Branco, s.n.t. MORAIS, W.A. Estudos de sorção de um corante aniônico modelo em partículas de quitosana reticulada. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. 2007.
  • [6] SANTOS, S. Impacto Ambiental Causado Pela Indústria Têxtil. Florianópolis. Santa Catarina, 2011. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP1997_T6410.PDFAndgt;. Acesso em: 02 abril 2014.
  • [7] SANTHY, K.; SELVAPATHY, P.; Biores. Technol. 2006, 97, 1329.
  • [8] SCHIMMEL, D. Adsorção Dos Corantes Reativos Azul 5g E Azul Turquesa Qg Em Carvão Ativado Comercial. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo. 99 f. 200
Como citar:

LEOCÁDIO, A. N.; ARAÚJO, L. G. S.; RIOS, R. B.; PINHEIRO, A. D. T.; SANTOS, Z. M.; "ESTUDO DA REMOÇÃO DO CORANTE LARANJA REATIVO 3R MR UTILIZANDO SEMENTES DE MELÃO (Cucumis melo L.) COMO ADSORVENTE VIA PLANEJAMENTO EXPERIMENTAL", p. 14618-14625 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0183-26645-181676

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações