fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DA CINÉTICA DE PIRÓLISE DE XISTO

FOLTIN, J. P.; LISBÔA, A. C. L.;

Artigo:

Estudos recentes apontam que as reservas petrolíferas estão diminuindo e há um elevado consumo de petróleo em todo o mundo, buscando assim, formas alternativas que poderá se tornar, no futuro, uma importante fonte de matérias-primas, utilizadas para gerar energia. Em busca de inovações e melhorias no processamento, o xisto tornou-se um objeto de estudo em paralelo, resultando em estudos de formação de óleo e gás. Este estudo tem como finalidade o entendimento da cinética de decomposição da matéria orgânica de xisto, através da Análise Termogravimétrica e Calorimetria de Varredura Diferencial. A matéria prima foi fornecida pela Petrobras. Foram estudados diferentes tamanhos de partículas, com taxas de aquecimento para o TGA de 25°C/min para uma temperatura final até 1000°C e uma temperatura final até 600°C para o DSC. Os resultados mostram que a taxa de perda de massa e a energia de ativação da matéria orgânica estão relacionadas com a temperatura de pirólise e a taxa de aquecimento.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1162-20714-180281

Referências bibliográficas
  • [1] FERNANDES, Jr.; ARAÚJO, A. S.; MADRUGA, M.E.; NICOLINI L.F.; Model-free kinetics applied to regeneration of coked alumina. Elsevier, v. 392-393, p. 63-69, 2002.
  • [2] HUBBARD, A B., ROBINSON, W. E., A Thermal Decomposition Study of Colorado Oil Shale, USA Bureal of Mines Report of investigations v. 4744, USA, p. 24 ,1950.
  • [3] LISBÔA, A. C. L. Investigation on Oil Shale Particle Reactions, Tese de Doutorado, Faculty of Chemical and Bio-Resourse Engineering, The University of British Columbia, 1997.
  • [4] LISBÔA, A. C. L., WATKINSON, AP., Operating Conditions for Oil Shale Thermogravimetry, Powder Technology, v. 101, p. 151-156, 1999.
  • [5] OPFERMANN, J.R.; KAISERSBERGER E.; FLAMMERSHEIM H.J.; Model-free analysis of thermoanalytical data-advantages and limitations Elsevier, v. 391, p. 119-127, 2002.
  • [6] RAJESHWAR, K., Thermal analysis of coals, oil shales and oil sands, Thermochimica Acta v.63, p. 97–112, 1983.
  • [7] SPEIGHT, J. G., Chapter 2 – Oil Shale Resources, Shale oil Production Processes, p. 35–73, 2012.
  • [8] THAKUR, D., NUTTALL, H.E., Kinetics of pyrolysis of Moroccan oil shale by thermogravimetry, Industrial Engineering and Chemical Res. v. 26, p. 1351–1356, 1987.
  • [9] 7. AGRADECIMENTOS Ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq pelo apoio financeiro e a UNICAMP. Área temática: Engenharia de Reações Químicas e Catálise 8
Como citar:

FOLTIN, J. P.; LISBÔA, A. C. L.; "ESTUDO DA CINÉTICA DE PIRÓLISE DE XISTO", p. 10456-10464 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1162-20714-180281

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações