fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO COMPARATIVO DO PROCESSO DE DESTILAÇÃO EXTRATIVA COM UTILIZAÇÃO DO MONOETILEGLICOL E 1- METILIMIDAZÓLIO CLORETO PARA DESIDRATAÇÃO DO ETANOL.

ALVES, M.; PONCE, G. H. S. F.; MIRANDA, J. C. C.; FILHO, R. M.; MACIEL, M. R. W.;

Artigo:

Este trabalho teve por objetivo avaliar os parâmetros operacionais do processo de destilação extrativa para desidratação do etanol. O processo de destilação extrativa é extensamente utilizado no setor sucroalcooleiro e utiliza como solvente o monoetilenoglicol. Neste trabalho, foi realizado o estudo comparativo da utilização do solvente 1-metilimidazólio cloreto (liquido iônico) com o solvente monoetilenoglicol (convencional). O uso do solvente 1- metilimidazólio cloreto apresentou uma redução de 41,2 % de vazão mássica na corrente de alimentação de solvente, em relação ao monoetilenoglicol. Ocorreu acréscimo de 2,4 % na energia total consumida nos refervedores das colunas de destilação ao se utilizar o 1- metilimidazólio cloreto ao invés do monoetilenoglicol. Outros parâmetros operacionais foram estudados neste trabalho, como: razões de refluxo, número de estágios teóricos e variação da temperatura das correntes de entrada. Foi utilizado para realização das simulações deste trabalho o simulador Aspen Plus®.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1110-20942-176192

Referências bibliográficas
  • [1] ANP – Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Resolução ANP Nº 7, de 09/02/2011 - Publicada no Diário Oficial da União em 10/02/2011 – Retificada no Diário Oficial da União 14/04/201
  • [2] CGEE – CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS. Bioetanol combustível: uma oportunidade para o Brasil. Brasília: Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, 2009.
  • [3] DIAS, M. O. S. Simulação do processo de produção de etanol a partir do açúcar e do bagaço, visando à integração do processo e a maximização da produção de energia e excedentes do bagaço. Dissertação (Doutorado em Engenharia Química) - Faculdade de Engenharia Química, Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 2008.
  • [4] GMEHLING, J.; ONKEN, U.; ARLT, W. Vapor-liquid equilibrium data collection - organic hydroxy compounds: alcohols. Frankfurt: DECHEMA, 1982.
  • [5] GUIDECHEM – CHEMICAL TRADING GUIDE. Chemical Dictionary: CAS n° 35487-17-3.
  • [6] Disponível em: Andlt;http://www.guidechem.com/dictionary_keys_35487-17-3-p1.htmlAndgt;. Acesso em: janeiro de 2014.
  • [7] JAIMES FIGUEROA, J. E. Análise e otimização do processo de obtenção do etanol anidro, empregando líquidos iônicos. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Faculdade de Engenharia Química, Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 2011.
  • [8] LOPES, J. N. C. e PADUA, A. A. H. Molecular force field for ionic liquids III: imidazolium, pyridinium, and phosphonium cations; chloride, bromide, and dicyanamide anions. The Journal of Physical Chemistry B, v. 110, n. 39, 19586-19592, 2006.
  • [9] MEIRELLES, A. J. A. Expansão da produção de bioetanol e melhoria tecnológica da destilação alcoólica. In: FAPESP. Workshop do Projeto Diretrizes de Políticas Públicas para a Agroindústria Canavieira do Estado de São Paulo: Produção de etanol. Lorena, 2006.
  • [10] MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Mistura carburante Área temática: Simulação, Otimização e Controle de Processos 7automotiva (etanol anidro/gasolina) – Cronologia. Disponível em: Andlt;http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/file/Desenvolvimento_Sustentavel/Agroenergia/Orientacoes_Tecnicas/01-Mistura%20etanol%20anidro-gasolina-CRONOLOGIA(Atualiz_02_ 09_2011).pdf Andgt;. Acesso em: janeiro de 2014.
  • [11] PARRO, J. S. A visão do setor automobilístico. In: Fernandes, E. S. L.; Coelho S. T. Perspectivas do álcool combustível no Brasil. São Paulo: USP – Instituto de Eletrotécnica e Energia, 1996. 166 p. RFA – Renewable Fuels Association. 2013 Ethanol Industry Outlook: battling for the Barrel. Disponível em: Andlt;http://www.ethanolrfa.org/pages/annual-industry-outlookAndgt; acesso em: janeiro de 2014.
  • [12] ROGERS, R.; SEDDON, K. Ionic liquids – Solvents of the future? Science, v. 302, p. 792-793, 2003.
  • [13] SHEN, C.; LI, X.; LU, Y.; LI, C. Effect of ionic liquid 1-methylimidazolium chloride on the vapour liquid equilibrium of water, methanol, ethanol, and {water + ethanol} mixture. The Journal of Chemical Thermodynamics, n. 43, 1748-1753, 2011.
  • [14] SIGMA-ALDRICH CO. Disponível em: Andlt; http://www.sigmaaldrich.com/brazil.html Andgt; acesso em: junho de 20
  • [15] VANE, L. M. Separation technologies for the recovery and dehydration of alcohols from fermentation broths. Biofuels, Bioproducts and Biorefining, v.2, p. 553–588, 2008.
Como citar:

ALVES, M.; PONCE, G. H. S. F.; MIRANDA, J. C. C.; FILHO, R. M.; MACIEL, M. R. W.; "ESTUDO COMPARATIVO DO PROCESSO DE DESTILAÇÃO EXTRATIVA COM UTILIZAÇÃO DO MONOETILEGLICOL E 1- METILIMIDAZÓLIO CLORETO PARA DESIDRATAÇÃO DO ETANOL.", p. 12033-12040 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1110-20942-176192

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações