fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO CINÉTICO E CARACTERIZAÇÃO DA FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA DE UVAS DOS CULTIVARES NIAGÁRA

MELO, J. R.; BUENO, M. R.; CAVALCANTI, A. D. D.; MARQUES, R. G.;

Artigo:

Este trabalho apresenta um estudo teórico e experimental da cinética e fermentação alcoólica de uvas dos cultivares Niágara Rosada, utilizando a levedura Saccharomyces cerevisiae num fermentador de 2L em batelada. O mosto foi preparado em dois tratamentos: com correção de açúcar (chaptalização) e sem correção de açúcar. São apresentados os perfis de concentração de células, substratos e produto, como também os parâmetros fermentativos de rendimento, produtividade e eficiência na fermentação. O fermentado obtido possui algumas características físico-químicas e qualidades comparáveis a outros fermentados encontrados na literatura. Porém, com graduação alcoólica abaixo da exigida pela legislação brasileira, o que não foi possível classificá-lo como vinho de mesa. O processo fermentativo mais eficiente na produção do fermentado foi obtido com a correção do mosto, no qual o rendimento e a eficiência foram de 0,335 getanol/gglicose e 65,5%, respectivamente.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1422-19376-145718

Referências bibliográficas
  • [1] BARNABÉ, D.; FILHO, W. G. V.; BOLINI, H. M. A. Análise descritiva quantitativa de vinhos produzidos com uvas Niágara rosada e bordô. Braz. J. Food Technol., v. 10, n. 2, p. 122-129, 2007.
  • [2] CARVALHO, W.; CANILHA, L.; ALMEIDA E SILVA, J. B. Cinética Fermentativa e balanço de massa da produção da produção de cachaça artesanal. Braz. J. Food Technol, v. 11, p. 2-08, 2008.
  • [3] CORAZZA, M. L.; RODRIGUES, D. G.; NOZAKI, J. Preparação e caracterização do vinho de laranja. Química Nova, v. 24, n. 4, p. 449-452, 2001.
  • [4] DAUT, C. E.; SIMON, J. A. Um método rápido para análise de glicose em mostos e sua quantificação Área temática: Engenharia e Tecnologia de Alimentos 7em algumas cultivares do Rio Grande do Sul. Ciênc. Rural, v. 31, n. 4, p. 697-701, 2001.
  • [5] GÓES, F. J.; ZANGIROLAMI, T. C. Optimization of the fermentation conditions for wine produced from the “Italia” grape variety. In 2nd Mercosur Congress on Chemical Engineering, 4th Mercosur Congress on Process Systems Engineering, Costa Verde, Rio de Janeiro. Disponível em: Andlt;http://www.enpromer200eq.ufrj.br/nukleo/pdfs/0825_artigo_enpromer_corrigido_goes.pdfAndgt;. Acesso em: 22 fev. 2014.
  • [6] HASHIZUME, T. Tecnologia do vinho. Em: AQUARONE, E.; BORZANI, W.; SCHMIDELL, W.; LIMA, U. A. Biotecnologia na Produção de Alimentos. São Paulo: Edgard Blücher, 2001.
  • [7] HISS, H. Cinética de processos fermentativos. Em: SCHMIDELL, W.; LIMA, U. A.; AQUARONE, E.; BORZANI, W. Engenharia Bioquímica. São Paulo: Edgard Blücher, 2001.
  • [8] INSTITUTO ADOLF LUTZ. Métodos físico-químicos de alimentos. São Paulo: Instituto Adolf Lutz, 200 Disponível em: Andlt;http://www.ial.sp.gov.br/index.php?option=com_remositoryAndamp;Itemid=0Andamp;func=selectAndamp;orderby=1Andgt;. Acesso em: 03 de mar. 2014.
  • [9] LIMA, U. A.; BASSO, L. C.; AMORIM, H. V. Produção de etanol. Em: LIMA, U. A.; AQUARONE, E.; BORZANI, W.; SCMIDELL, W. Processos fermentativos e enzimáticos. São Paulo: Edgard Blücher, 2001.
  • [10] PAVLAK. M. C. M.; ABREU-LIMA, T. L.; CARREIRO, S. C.; PAULILLO, S. C. L. Estudo da fermentação do hidrolisado de batata-doce utilizando diferentes linhagens de Saccharomyces cerevisiae. Química Nova, v. 34, n. 1, p. 82-86, 2011.
  • [11] RIZZON, L. A.; MANFROI, L. Sistema de produção de vinho tinto. Embrapa uva e vinho: dezembro, 2006. Disponível em: Andlt;http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Vinho/SistemaProducaoVinhoTinto/fermentacao.htmAndgt;. Acesso em: 27 mar. 2014.
  • [12] SENER, A.; CANBAS, A.; UNAL, M. U. The effect of fermentation temperature on the growth kinetics of wine yeast species. Turk. J. Agric. For., v. 31, p. 349-354, 2007.
  • [13] TORRES NETO, A. B.; SILVA, M. E.; SILVA, W. B.; SWARNAKAR, R.; SILVA, F. L. H. Cinética e caracterização físico-química do fermentado do pseudofruto do caju (Anacardium occidentale L.). Química Nova, v. 29, n. 3, p. 489-492.
  • [14] UNIÃO BARSILEIRA DE VITIVINICULTURA. Portaria n° 229, de 25 de Outubro de 1988. 2009.
  • [15] Disponível em: Andlt;http://www.uvibra.com.br/legislacao_portaria229.htmAndgt;. Acesso em: 26 mar. 2014.
  • [16] VAZ, R. S.; PRADO, M. R. M.; CARVALHO, F. Biotecnologia na Indústria farmacêutica. Revista Biotecnologia Ciência Andamp; Desenvolvimento, n. 73, p. 36-39, 2008.
  • [17] ZINNAI, A.; VENTURI, F.; SANMARTIN, C.; ANDRICH, G. The kinects of alcoholic fermentation by two yeast strains in high sugar concentration media. J. Bioproces. Biotech., v. 3, n. 2, p. 1-5, 2013.
Como citar:

MELO, J. R.; BUENO, M. R.; CAVALCANTI, A. D. D.; MARQUES, R. G.; "ESTUDO CINÉTICO E CARACTERIZAÇÃO DA FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA DE UVAS DOS CULTIVARES NIAGÁRA", p. 4642-4649 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1422-19376-145718

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações