fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

EFEITO DO INÓCULO NA OBTENÇÃO DE PECTINASES POR Aspergillus fumigatus

REGINATTO, C.; NORONHA, F. P.; ROSSI, C.; CARRA, S.; MENEGHEL, L.; SILVEIRA, M. MOURA da; MALVESSI, E.;

Artigo:

O inóculo exerce influência direta sobre o crescimento celular e o tempo de processo de obtenção de pectinases por fungos filamentosos. Neste trabalho foram avaliados o crescimento e a produção de pectinases por Aspergillus fumigatus LB-01-AP com o uso de inóculo vegetativo, em proporções de 5 e 10%(v/v), em comparação com a inoculação por suspensão de esporos. A suspensão foi obtida da cultura incubada em meio sólido, por 96h. Para a obtenção de inóculo vegetativo, A. fumigatus foi cultivado em frascos Erlenmeyer com 100mL de meio, mantidos a 300rpm e 28ºC, por 30h. Estas condições operacionais foram usadas nos cultivos de produção de pectinases, porém, por 120h. Com a utilização de esporos, observou-se fase lag de crescimento de cerca de 18h. Este período foi cerca de 50% inferior com o uso de inóculo vegetativo, com a obtenção de maiores títulos de biomassa e sem influência sobre a máxima velocidade específica de crescimento celular. A utilização de inóculo vegetativo proporcionou a obtenção de atividade de pectinases totais superior, alcançando valores máximos de11 e 13U/mL, com 5 e 10% (v/v), respectivamente, em 75h. No ensaio controle, o pico de atividade (9,2U/mL) foi observado em 120h, 45h após os picos obtidos com a utilização de inóculo vegetativo. Os resultados sugerem a possibilidade de uso de inóculo vegetativo em estudos posteriores em biorreator como forma de reduzir o tempo e o custo operacional do processo.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0693-24401-178109

Referências bibliográficas
Como citar:

REGINATTO, C.; NORONHA, F. P.; ROSSI, C.; CARRA, S.; MENEGHEL, L.; SILVEIRA, M. MOURA da; MALVESSI, E.; "EFEITO DO INÓCULO NA OBTENÇÃO DE PECTINASES POR Aspergillus fumigatus", p. 1043-1050 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0693-24401-178109

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações